Primeiros passos

Nesta página, você conhecerá as etapas de configuração necessárias para usar o Cloud IoT Core e conhecerá alguns conceitos importantes.

Se você concluiu o Guia de início rápido, então já realizou algumas dessas etapas. Revise esta página para garantir que você está pronto para usar o Cloud IoT Core.

Antes de começar

  1. Faça login na sua conta do Google Cloud. Se você começou a usar o Google Cloud agora, crie uma conta para avaliar o desempenho de nossos produtos em situações reais. Clientes novos também recebem US$ 300 em créditos para executar, testar e implantar cargas de trabalho.
  2. No console do Google Cloud, na página do seletor de projetos, selecione ou crie um projeto do Google Cloud.

    Acessar o seletor de projetos

  3. Verifique se o faturamento está ativado para seu projeto na nuvem. Saiba como verificar se o faturamento está ativado em um projeto.

  4. Ative a API Cloud IoT.

    Ative a API

  5. No console do Google Cloud, na página do seletor de projetos, selecione ou crie um projeto do Google Cloud.

    Acessar o seletor de projetos

  6. Verifique se o faturamento está ativado para seu projeto na nuvem. Saiba como verificar se o faturamento está ativado em um projeto.

  7. Ative a API Cloud IoT.

    Ative a API

Configurar a CLI do Google Cloud e a gcloud

  1. Instale o Google Cloud CLI. O Cloud IoT Core requer a versão 173.0.0 ou superior da CLI gcloud.

  2. Execute o seguinte comando para atualizar a CLI gcloud incluída no SDK:

    gcloud components update
    

    Se você estiver usando uma VM do Compute Engine com a instalação padrão do gcloud, não será possível atualizar os componentes. Para ativar o Cloud IoT Core em uma VM do Compute Engine, reinstale a CLI da gcloud executando os seguintes comandos:

    sudo apt-get remove google-cloud-sdk
    curl https://sdk.cloud.google.com | bash
    exec -l $SHELL
    gcloud init
    

Para mais detalhes, consulte a documentação de referência dos comandos gcloud iot.

Introdução ao Cloud IoT Core

Nesta seção, resumimos os principais recursos do Cloud IoT Core. Para mais informações, consulte a Visão geral do Cloud IoT Core e as outras páginas na seção Conceitos.

Registro do dispositivo

Para que um dispositivo seja conectado, primeiro ele precisa ser registrado no Cloud IoT Core. O registro consiste em adicionar um dispositivo a uma coleção (o registro) e definir algumas propriedades essenciais. É possível registrar um dispositivo com o Console do Cloud Platform, comandos do gcloud ou a API de estilo REST. Para detalhes, consulte Como criar registros e dispositivos.

Coletivamente, os recursos que permitem registrar, monitorar e configurar dispositivos são chamados de gerenciador de dispositivos.

Protocolos (MQTT e HTTP)

O Cloud IoT Core aceita dois protocolos para conexão e comunicação de dispositivos: MQTT e HTTP. Os dispositivos se comunicam com o Cloud IoT Core em uma "ponte", seja a ponte MQTT ou HTTP. Ao criar um registro de dispositivo, você seleciona protocolos para serem ativados: MQTT, HTTP ou ambos.

O MQTT é um protocolo padrão de publicação/assinatura usado com frequência e compatível com dispositivos incorporados. Ele também é comum em interações entre máquinas.

HTTP é um protocolo "sem conexão": com a ponte HTTP, os dispositivos não mantêm uma conexão com o Cloud IoT Core. Em vez disso, eles enviam solicitações e recebem respostas.

Para detalhes, consulte Como usar a ponte MQTT e Como usar a ponte HTTP.

Autenticação do dispositivo

O Cloud IoT Core usa a autenticação de chave pública (ou assimétrica):

  • O dispositivo usa uma chave privada para assinar um JSON Web Token (JWT). O token é transmitido para o Cloud IoT Core como prova da identidade do dispositivo.
  • O serviço usa a chave pública do dispositivo (enviada antes do envio do JWT) para verificar a identidade do dispositivo.

Para detalhes, consulte as seções sobre como criar pares de chaves, como usar JWTs e segurança do dispositivo em geral.

Controle de dispositivos da nuvem

Com o Cloud IoT Core, é possível controlar um dispositivo modificando a configuração dele. A configuração de um dispositivo é um blob de dados arbitrário e definido pelo usuário que pode ou não ser estruturado. Se os dispositivos usarem o MQTT, as configurações serão propagadas automaticamente para eles. Caso seus dispositivos se conectem por HTTP, eles precisarão solicitar configurações explicitamente.

Veja mais detalhes na seção sobre a configuração de dispositivos.

A seguir