Peering direto

O Peering direto permite que você estabeleça uma conexão de peering direta entre a rede da sua empresa e a rede de extremidade do Google, além de trocar tráfego de alta capacidade na nuvem. Esta capacidade está disponível em mais de 100 localidades em 33 países. Visite o site de peering do Google para ver mais informações sobre os locais de extremidade do Google.

No entanto, o Peering direto funciona fora do Google Cloud Platform. Os métodos de acesso ao GCP recomendados são o Cloud Interconnect - Dedicated ou o Cloud Interconnect - Partner.

Veja a próxima seção para determinar qual destas soluções é a certa para você.

Como escolher

A tabela a seguir descreve as diferenças entre o Peering direto e o Cloud Interconnect.

Peering direto Cloud Interconnect
Pode ser usado pelo GCP, mas não o exige. Exige GCP.
Dá acesso direto ao G Suite e aos serviços do Google, incluindo o conjunto completo de produtos do Google Cloud Platform, a partir da sua rede local. Não dá acesso ao G Suite, mas sim a todos os outros produtos e serviços do Google Cloud Platform na sua rede local. Também permite o acesso a APIs e serviços compatíveis com Acesso privado do Google nos hosts locais.
Nenhum custo de configuração ou manutenção. Há custos de manutenção (preços).
Taxas de saída da Internet reduzidas para sua rede local de recursos do GCP no mesmo local continental e em um projeto ativado (detalhes). São aplicadas taxas de saída padrão para tráfego enviado por uma interconexão (preços).
Conecta-se à rede de extremidade do Google. Conecta-se à rede de extremidade do Google.
Não usa objetos do GCP. A configuração é opaca para projetos do GCP. Usa objetos do GCP, como interconexões, anexos de interconexão (VLANs) e Cloud Routers.
É preciso entrar em contato com o Google se for necessário alterar os intervalos de endereços IP de destino para a rede local. É possível alterar facilmente os intervalos de endereços IP de destino da sua rede local ajustando as rotas compartilhadas pelos roteadores com o Cloud Routers no projeto.
Não aparecem rotas para a rede local em nenhuma rede VPC do seu projeto do GCP. As rotas para a rede local são aprendidas pelo Cloud Routers no projeto e aplicadas como rotas dinâmicas personalizadas na rede VPC.

Como funciona

O peering direto com o Google troca rotas BGP entre o Google e sua rede local. Quando estabelecido, ele fornece um caminho direto para os serviços do Google, incluindo o conjunto completo de produtos do Google Cloud Platform, a partir da sua rede local.

O Cloud Interconnect exige o GCP e conecta uma rede local a uma determinada rede de nuvem privada virtual (VPC, na sigla em inglês). Como parte da configuração da rede VPC, as rotas nessa rede mostram claramente quais destinos são enviados pela interconexão. O próximo salto é o par BGP para a sessão do BGP no Cloud Router que gerencia as rotas para o anexo de interconexão (VLAN). É possível alterar esses destinos facilmente divulgando rotas do roteador local.

Em contrapartida, o peering direto, se usado com o GCP, não produz nenhuma rota personalizada em uma rede VPC. O tráfego enviado de recursos em uma rede VPC sai por uma rota que tem como próximo salto um gateway de Internet padrão (uma rota padrão, por exemplo) ou um túnel do Cloud VPN. Se o destino do tráfego corresponder aos intervalos de IP no local, ele poderá se qualificar para um desconto nas taxas de saída, conforme descrito abaixo.

Para enviar tráfego por peering direto usando uma rota que tem como próximo salto um túnel do Cloud VPN, o endereço IP do gateway da VPN da rede local precisa estar no intervalo de destino configurado.

Quem pode fazer um peering com o Google?

Qualquer cliente do Google Cloud Platform que seja compatível com as exigências técnicas de peering do Google especificadas na nossa página de peering pode ser considerado para o serviço de peering direto. O Google pode fazer peering nos pontos de troca de tráfego (IXPs, na sigla em inglês) e nas instalações privadas listadas na nossa entrada do PeeringDB.

Primeiros passos

Para solicitar que uma nova conexão de peering seja estabelecida, informe seu interesse à nossa equipe de peering. Se você cumprir as exigências técnicas, um representante do Google entrará em contato para fornecer mais detalhes e orientar você durante o processo de solicitação.

Preço

Estabelecer um peering direto com o Google é gratuito. Não há custos por porta ou porta fracionada nem taxas por hora.

Seus projetos do GCP se qualificam para descontos nas taxas de dados de saída do tráfego enviado à sua rede com peering. Entre em contato com a equipe de vendas do GCP para solicitar a ativação dos seus projetos para taxas de saída de peering direto com desconto nos intervalos de IP da sua rede com peering.

O desconto nas taxas de saída por uma conexão de peering direto está disponível sob estas condições:

  • A localização continental do recurso do GCP de origem que envia tráfego precisa ser a mesma da rede com peering e
  • O destino do tráfego de saída precisa estar nos intervalos de IP da rede com peering e
  • Seu projeto precisa estar ativado para os preços de saída de peering direto para os intervalos de IP da rede com peering.

Por exemplo, imagine que uma rede local usa o intervalo 203.0.113.0/24 e está localizada na América do Norte. De um projeto ativado, o tráfego de saída enviado de qualquer VM em qualquer zona da América do Norte para 203.0.113.0/24 seria cobrado pela taxa de saída de peering direto listada na tabela abaixo.

Localização continental Taxa de saída de peering direto
AN US$ 0,04/GB
UE US$ 0,05/GB
APAC (Ásia-Pacífico) US$ 0,06/GB

Qualquer outro tráfego, incluindo o de saída para outros destinos além da rede local, é cobrado com as taxas padrão do Google Cloud Platform.

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…