Glossário

Nesta página, você encontra definições resumidas dos termos usados na documentação do Cloud Endpoints e links para mais informações sobre eles.

Chave de API
Um código transmitido por um aplicativo cliente quando ele chama uma API. As chaves de API identificam o aplicativo ou projeto do Google Cloud que está fazendo a chamada para a API. Consulte Por que e quando usar chaves de API para mais informações sobre o uso de uma chave de API com sua API do Endpoints.
Auth0
Serviço para definir o método de autenticação dos usuários nos aplicativos. Consulte Auth0 para mais informações.
Cloud Endpoints Frameworks
O Endpoints Frameworks para o ambiente padrão do App Engine consiste em ferramentas, bibliotecas e recursos que permitem gerar APIs e bibliotecas de clientes com um aplicativo do App Engine. Consulte Sobre o Endpoints Frameworks para mais informações.
container
Um pacote de software que contém bibliotecas, frameworks e configurações necessárias para executar um aplicativo. Consulte O que é um contêiner para mais informações.
CORS
O compartilhamento de recursos entre origens (CORS, na sigla em inglês) é uma especificação que permite que aplicativos da Web acessem recursos em um servidor em outro domínio (tecnicamente, em outra origem). Para saber mais sobre o CORS, consulte os documentos da Web da Mozilla Developer Network (MDN) e o Fetch Living Standard.
Docker
Software de código aberto que permite automatizar a implantação de aplicativos dentro de contêineres de software. Consulte O que é o Docker ("What is Docker", em inglês) para mais informações.
Extensible Service Proxy
O Extensible Service Proxy (ESP) é um proxy escalonável de alto desempenho baseado em Nginx. Ele é executado na frente de um back-end de OpenAPI ou gRPC e inclui recursos de gerenciamento de API, como autenticação, monitoramento e geração de registros. Consulte Sobre o Endpoints e Endpoints: visão geral da arquitetura para mais informações.
Extensible Service Proxy V2

O Extensible Service Proxy V2 (ESPv2) é um proxy escalonável e de alto desempenho baseado em Envoy. Ele é executado na frente de um back-end de uma API OpenAPI ou gRPC e inclui recursos de gerenciamento de API, como autenticação, monitoramento e geração de registros. Consulte Sobre o Endpoints e Endpoints: visão geral da arquitetura para mais informações.

O ESPv2 é compatível com a versão 2 das especificações da OpenAPI e do gRPC.

Firebase authentication

Serviço de autenticação do Google que oferece suporte para login de usuários finais em aplicativos clientes. São usadas credenciais de provedores de identidade conhecidos e federados, como Google, Facebook ou Twitter. Consulte Firebase Authentication para mais informações.

Token de ID do Google

Um Token da Web JSON (JWT) que contém os campos do OpenID Connect necessários para identificar uma conta de usuário do Google ou conta de serviço e que é assinado pelo serviço de autenticação do Google, https://accounts.google.com.

gRPC

Um framework de RPC de alto desempenho, código aberto e universal desenvolvido pelo Google. Com o gRPC, um aplicativo cliente pode chamar métodos diretamente em um aplicativo servidor em uma outra máquina, como se fosse um objeto local. Consulte Cloud Endpoints para APIs gRPC para informações sobre o uso do gRPC com o Endpoints e o site gRPC (em inglês) para informações gerais.

JWT

O JSON Web Token (JWT) é um formato de token de acesso com padrão aberto. É usado em cabeçalhos de autorização HTTP e em parâmetros de consulta de URI. Para informações gerais, consulte Introdução ao JSON Web Tokens (em inglês).

kubectl

Interface de linha de comando para executar comandos em clusters do Kubernetes. Use kubectl ao implantar uma API para Endpoints em um cluster Kubernetes ou Google Kubernetes Engine. Consulte a Visão geral de kubectl para mais informações.

Kubernetes

Software de código aberto para automatizar a implantação, o gerenciamento e o escalonamento de aplicativos em contêineres em todos os clusters dos hosts. Consulte Kubernetes para mais informações.

NGINX

Um servidor HTTP e proxy de serviço de código aberto e de alto desempenho no qual se baseia o ESP. Consulte o Wiki do NGINX (em inglês) para mais informações. Para informações sobre o ESP, consulte os materiais Sobre o Cloud Endpoints e Endpoints: visão geral da arquitetura.

OpenAPI

A Iniciativa OpenAPI é um esforço de todo o setor para padronizar a descrição de APIs REST. As APIs descritas com a Especificação OpenAPI (anteriormente conhecida como Especificação Swagger) podem ser compatíveis com ferramentas comuns que criam documentação, automatizam testes e geram códigos para clientes e servidores. Consulte a Visão geral da OpenAPI para mais informações.

Documento da OpenAPI

Um arquivo de configuração nos formatos YAML ou JSON usado para descrever sua API. Consulte Estrutura básica do Swagger (em inglês) para mais informações.

IU Swagger

Na IU do Swagger (em inglês), qualquer pessoa pode testar as operações expostas pela sua API. Consulte Como adicionar a IU do Swagger ao projeto para mais detalhes sobre como adicionar uma IU do Swagger à API do Endpoints.

Superfície

A interface pública de uma API. A superfície de uma API consiste nos métodos, além dos parâmetros e tipos de retorno usados nesses métodos.