Como trabalhar com cotas

O Google Cloud Platform (GCP) impõe cotas no uso de recursos para proprietários de projetos, definindo um limite rígido para quanto de um determinado recurso do GCP seu projeto pode usar. Há dois tipos de uso de recursos que limitamos com cota:

  • Cota de taxa, como solicitações de API por dia. Ela é redefinida após um período especificado, como um minuto ou um dia.
  • Cota de alocação, como o número de máquinas virtuais ou balanceadores de carga usados pelo projeto. Ela não é redefinida com o tempo, mas precisa ser dispensada explicitamente quando você não quiser mais usar o recurso, como ao excluir um cluster do GKE.

As cotas são aplicadas por diversos motivos. Por exemplo, elas protegem a comunidade de usuários do GCP impedindo picos inesperados durante o uso. As cotas também ajudam você no gerenciamento de recursos. Por exemplo, é possível definir seus próprios limites de uso de serviços dentro da cota fornecida pelo Google enquanto desenvolve e testa seus aplicativos. Cada limite de cota é expresso em termos de um recurso contável específico, de solicitações por dia a uma API até o número de balanceadores de carga usados por seu aplicativo.

Nem todos os projetos têm as mesmas cotas para os mesmos serviços. Por exemplo, se estiver usando uma conta de avaliação gratuita para explorar a plataforma, talvez tenha uma cota muito limitada. Cotas mais altas para alguns serviços estão disponíveis somente depois que você ativa o faturamento para seu projeto. À medida que você usa mais o Google Cloud Platform, as cotas poderão aumentar proporcionalmente. Também é possível solicitar um aumento de cota se você precisar. Configure o monitoramento e alertas no Stackdriver para receber avisos sobre comportamento incomum no uso da cota ou quando ela estiver acabando.

Nesta página, descrevemos como trabalhar com cotas nos seus projetos, incluindo como encontrar e modificar os limites atuais e como solicitar uma cota maior.

Como visualizar sua cota

Existem duas formas principais de visualizar seus limites de cota atuais no Console do Google Cloud:

  • na página Cotas, que fornece uma lista de todos os limites e uso de cota do projeto

  • no console, que fornece informações de cotas sobre uma API específica, incluindo o uso de recursos ao longo do tempo

Além disso, alguns serviços oferecem acesso de linha de comando às informações de uso de cota e de recursos. Por exemplo, o Compute Engine permite acessar informações de cotas usando o gcloud compute.

Consulte Como monitorar o uso de cota abaixo.

Como visualizar todas as cotas do projeto

Para visualizar as cotas (uso e limites) de todos os recursos no projeto, siga estas etapas:

  1. Acesse a página Cotas do Console do GCP no IAM e administrador.
  2. Na lista de projetos, selecione um projeto ou crie um novo. A página "Cotas" do projeto selecionado é exibida e lista um item de linha para cada tipo de cota disponível em cada serviço.
  3. Classifique e filtre os resultados para encontrar as informações necessárias (opcional):

    • Use os filtros na parte superior da página para ajustar a lista por Tipo de cota, Serviço, Métrica e/ou Local.
    • Por padrão, a lista é classificada para mostrar a cota mais usada primeiro, em termos de pico de uso nos últimos sete dias. Isso ajuda a ver quais limites correm risco de serem excedidos. Para mostrar o menos utilizado primeiro, selecione a seta Pico de uso em sete dias.

A lista também mostra seu Uso atual de uma determinada cota. Para cota de alocação, seu uso atual é simplesmente o quanto do recurso você está usando atualmente. Para cota de taxa por dia, é o uso até o momento atual. Para cota de taxa por minuto ou por 100 segundos, é o uso médio nas últimas 24 horas.

É possível descobrir mais sobre cotas para um serviço específico e o que elas significam em sua própria documentação. Por exemplo, a cota do Compute Engine é documentada em Cotas de recursos.

Cota específica da API

Para visualizar informações de cotas mais detalhadas sobre uma API específica, incluindo o uso ao longo do tempo, acesse a página de cota da API no Console. Dependendo da API, esses limites podem incluir solicitações por dia, solicitações por minuto e solicitações por minuto por usuário. Algumas APIs definem limites muito baixos até você ativar o faturamento no seu projeto.

Para visualizar os limites atuais de uma API específica, siga estas etapas:

  1. Acesse a página do Painel de APIs e serviços do Console do GCP.
  2. Na lista de projetos, selecione um projeto ou crie um novo.
  3. Clique no nome da API em que está interessado.
  4. Clique em Cotas. Os nomes de cota e os limites correspondentes da API escolhida são exibidos na página "Cotas". Por padrão, esses limites são aqueles impostos pelo Google: para especificar um limite menor, consulte Como limitar o uso. Se não houver um limite imposto pelo Google para uma determinada cota, o limite será exibido como Ilimitado.

Nem todas as cotas aparecem na página da cota específica da API. Por exemplo, as solicitações para a API Compute Engine têm uma página de cota específica, mas isso não inclui o uso de recursos de computação do Compute Engine (cota de alocação). Além disso, ao usar o serviço em vários locais, a página da cota específica da API não mostrará os limites e o uso das cotas regional ou por zona. Consulte a página Cotas para conferir a lista completa da cota do projeto, que pode ser filtrada por local.

Como gerenciar sua cota

Dependendo do uso de recursos, talvez você queira aumentar ou diminuir os limites de cota do seu projeto. Nesta seção, descrevemos como alterar os limites de cota fornecidos.

Como solicitar uma cota maior

É possível solicitar uma alteração de cota para a maioria dos serviços faturáveis com um limite de cota. Faça o seguinte:

  1. Na página Cotas, use as caixas de seleção para escolher uma ou mais opções e clique em EDITAR COTAS. Para fazer isso, o faturamento precisa estar ativado no projeto.
  2. No painel Editar cotas, à direita, preencha o formulário com seu Nome, E-mail e Telefone e clique em Avançar.
  3. No painel Editar cotas, selecione o serviço para expandir a visualização e edite as cotas de acordo com o limite solicitado. Clique em Concluído.
  4. Repita essas etapas para editar as cotas de cada um dos serviços selecionados.
    • Um serviço com um ícone de alerta (error) ainda não foi editado ou um campo não foi preenchido.
    • É possível adicionar mais cotas para edição selecionando-as na lista à esquerda.
    • Para remover um serviço do painel Editar cotas, clique no ícone de exclusão (delete).
  5. Quando terminar de editar as cotas, clique em Enviar solicitação.

As solicitações de cota do GCP geralmente são processadas de forma rápida, em dois dias úteis. Você deve receber um e-mail de confirmação da sua solicitação do suporte do GCP. Se precisar de mais ajuda, responda a esse e-mail. Observe que grandes aumentos de cotas podem demorar mais tempo para serem aprovados.

Como limitar o uso

Talvez você queira limitar o uso de um recurso específico definindo seus próprios limites de cota. Por exemplo, para evitar a cobrança pelo uso além dos limites de cortesia, defina limites de solicitações diárias. A maneira mais simples de limitar a cota é editar os limites na página de cota específica da API.

  1. Acesse a página de cota específica da API de que você quer limitar o uso.
  2. Na linha da cota que você quer alterar, clique no ícone de edição (edit) e insira a cota total de sua preferência até o limite especificado pelo Google.
  3. Clique em Salvar.

Se quiser limitar a cota que não aparece nesta página (como VMs) ou desejar definir um limite superior ao máximo fornecido, edite seus limites seguindo as instruções em "Editar cota", descritas em Como solicitar uma cota maior.

Como monitorar as métricas da cota (beta)

Além de visualizar informações básicas sobre cotas no Console do Google Cloud, o GCP permite monitorar o uso e erros da cota com mais detalhes por meio da API e da IU do Stackdriver, que exibe as métricas da cota no Metrics Explorer. Com elas, é possível criar painéis e alertas personalizados a fim de monitorar o uso da cota ao longo do tempo e receber alertas quando, por exemplo, o limite de uma cota estiver perto de ser excedido.

O Stackdriver é compatível com várias métricas, que podem ser combinadas com filtros e agregações para conseguir novos insights sobre o uso da cota. Por exemplo, combine uma métrica de contagem de uso da cota de alocação com o filtro quota_metrics em Cloud TPUs.

Acessar o Metrics Explorer

Para ver métricas de cota no Metrics Explorer, selecione Consumer Quota como o tipo de recurso. Em seguida, selecione Allocation quota usage ou Rate quota usage para monitorar o uso da cota de alocação ou da cota de taxa, respectivamente. Se quiser, use a opções de filtro e agregação para refinar ainda mais os dados. Depois de encontrar as informações de uso da cota que você queria, use o Stackdriver para criar painéis e alertas personalizados que ajudarão a continuar monitorando e mantendo um aplicativo eficaz. Da mesma forma, para ver os erros de cota excedida, selecione Consumer Quota como o tipo de recurso e, em seguida, Quota exceeded error. Confira como fazer isso nas seguintes páginas:

Confira uma referência detalhada para as métricas da cota na documentação do Stackdriver Monitoring.

Nem todos os serviços aceitam as métricas de cota. Tais serviços não aparecem em Consumer Quota no Stackdriver.

Erros de cota

Se seu projeto exceder uma determinada cota ao usar um serviço, a plataforma retornará um erro.

Em geral, o GCP retornará um código de erro HTTP 429, se você estiver usando HTTP/REST para acessar o serviço, ou ResourceExhausted, se estiver usando o gRPC. A forma como este erro aparecerá para você depende do serviço.

Com o Stackdriver, é possível identificar a cota associada ao erro e criar alertas personalizados ao receber um erro de cota, conforme descrito em Como monitorar as métricas da cota. Observe que a métrica de erro da cota só fica disponível como uma seleção nos painéis personalizados do Stackdriver quando o projeto tem erros de cota excedida.

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…