Início rápido

Nesta página, mostramos como armazenar e consultar dados no Cloud Firestore no modo Datastore usando o Console do Google Cloud Platform.

Antes de começar

  • Faça login na sua Conta do Google.

    Se você ainda não tiver uma, inscreva-se.

  • Selecione ou crie um projeto do GCP.

    Acessar a página Gerenciar recursos

  • Se você não for o proprietário do projeto, será necessário ter as seguintes permissões na sua conta para concluir este início rápido:

    • A conta requer o papel de Proprietário do Cloud Datastore, que inclui a permissão datastore.databases.create necessária para criar uma instância do Cloud Datastore.
    • O modo Datastore requer um aplicativo ativo do App Engine. Se o projeto não tiver um, este início rápido o criará para você. Nesse caso, você precisará da permissão appengine.applications.create. O proprietário do projeto pode atribuir essa permissão com um papel personalizado do IAM.

Criar um banco de dados

Para criar uma nova instância de banco de dados, abra a seção do Cloud Datastore no Console do Google Cloud Platform:
Acessar a página do Cloud Datastore

Cloud Firestore: modo nativo ou modo Datastore

Quando você cria um novo banco de dados do Cloud Firestore, tem a opção de usar o Cloud Firestore no modo nativo ou no modo Datastore.

Selecione uma das opções de banco de dados:

  • Cloud Firestore no modo nativo

    Use o Cloud Firestore no modo nativo para aplicativos móveis e da Web. Para começar a usar o Cloud Firestore, continue em Início Rápido do Cloud Firestore.

  • Cloud Firestore no modo Datastore

    Use o Cloud Firestore no Datastore Mode para novos projetos de servidor. Selecione o Cloud Firestore no modo Datastore para usar a camada de armazenamento aprimorada do Cloud Firestore, mantendo o comportamento do sistema do Cloud Datastore.

Para mais orientações sobre a seleção de um banco de dados e uma comparação de cada recurso, consulte Como escolher entre o Cloud Firestore e o Cloud Datastore.

Armazenar dados

  1. Acesse a página Entidades do Datastore no Console do Google Cloud Platform.
    Acessar a página "Entidades do Datastore"
    Nessa página, você pode armazenar, consultar, atualizar e excluir dados.
  2. Clique em Criar entidade.
  3. Se a página a seguir for exibida, selecione um local. Caso contrário, vá para a próxima etapa.

    Captura de tela da página "Selecionar um local"

    O local se aplica tanto aos bancos de dados do modo Datastore quanto aos aplicativos do App Engine para o projeto do Google Cloud Platform.
    Para salvar um local, selecione um dos valores de local e clique em Próximo.

  4. Na página Criar uma entidade, use [default] como Namespace.

  5. Digite Task em Tipo.

  6. Em Propriedades, use o botão Adicionar propriedade para adicionar estas propriedades:

    Nome Tipo Valor Indexado
    description String Saiba mais sobre o modo Google Datastore
    created Data e hora (data de hoje)
    done Booleano False
    A página de criação agora deve ter esta aparência:

    Captura de tela da janela de criação de entidade com as propriedades configuradas

  7. Clique em Criar. O console exibirá a entidade Task recém-criada.

Você armazenou dados no banco de dados!

Executar uma consulta

Os bancos de dados do modo Datastore são compatíveis com a consulta de dados por tipo ou por Google Query Language (GQL). A seguir, você verá instruções para os dois tipos de consulta.

Executar consultas por tipo

  1. Clique em Consultar por tipo.
  2. Selecione Task como o tipo.

Os resultados da consulta mostram a entidade Task que você criou.

Em seguida, adicione um filtro de consulta para limitar os resultados às entidades que atendem a critérios específicos:

  1. Clique em Filtrar entidades.
  2. Nas listas suspensas, selecione done, é um booleano e falso.
  3. Clique em Aplicar filtros. Como o valor de done é false, os resultados mostram a entidade Task que você criou. Captura de tela de uma consulta de tipo com um filtro aplicado
  4. Agora, tente executar uma consulta de done, é um booleano e verdadeiro. Os resultados não incluem a entidade Task criada, porque o valor de done não é true.

Executar consultas GQL

  1. Clique em Consulta por GQL.
  2. Insira SELECT * FROM Task como a consulta. Note que Task diferencia maiúsculas de minúsculas.
  3. Clique em Gerar consulta.

Os resultados da consulta mostram a entidade Task que você criou.

Mais uma vez, adicione um filtro de consulta para limitar os resultados às entidades que atendem a critérios específicos:

  1. Execute uma consulta como SELECT * FROM Task WHERE done=false. Note que Task e done diferenciam maiúsculas de minúsculas. Como o valor de done é false, os resultados mostram a entidade Task que você criou. Captura de tela de uma consulta GQL com um filtro aplicado
  2. Agora, execute uma consulta como SELECT * FROM Task WHERE done=true. Os resultados não incluem a entidade Task criada, porque o valor de done não é true.

Limpeza

  1. Clique em Consultar por tipo e certifique-se de que Task seja o tipo selecionado.
  2. Clique em Limpar filtros.
  3. Selecione a entidade Task que você criou
  4. Clique em Excluir e confirme a entidade Task que você quer remover. Depois de excluída, ela será permanentemente removida do banco de dados.

Pronto, você concluiu as etapas deste início rápido.

Próximas etapas

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Documentação do Cloud Datastore