Guia de início rápido do APIs Explorer - Criar um cluster

Nesta página, mostramos como usar um modelo inline do Google APIs Explorer para chamar a API Dataproc e criar um job simples do Spark no cluster. Ela também mostra como usar o modelo do APIs Explorer para chamar a API Dataproc e atualizar um cluster.

Você pode descobrir como criar um cluster usando o Console do Google Cloud no Guia de início rápido sobre como usar o Console, usando a linha de comando no Guia de início rápido sobre como usar a ferramenta de linha de comando gcloud e programaticamente usando as bibliotecas de cliente do Cloud.

Antes de começar

  1. Faça login na sua conta do Google.

    Se você ainda não tiver uma, inscreva-se.

  2. No Console do Cloud, na página do seletor de projetos, selecione ou crie um projeto do Cloud.

    Acessar a página do seletor de projetos

  3. Verifique se a cobrança está ativada para o seu projeto do Google Cloud. Saiba como confirmar se a cobrança está ativada para o seu projeto.

  4. Ative a API Dataproc.

    Ative a API

Crie um cluster

Antes de executar jobs do Dataproc, é necessário criar um cluster de máquinas virtuais em que eles serão executados. Para criar um cluster do Dataproc no seu projeto, preencha e execute o modelo do APIs Explorer, da seguinte maneira:

  1. Insira o ID do projeto (nome do projeto) no campo projectID.
  2. No campo config.gceClusterConfig.zoneUri Corpo da solicitação, substitua o marcador "[project-id]" pelo ID do projeto (nome do projeto). Por exemplo, se o ID do projeto for "my-project-12345", o campo zoneUri completo será assim:
    https://www.googleapis.com/compute/v1/projects/my-project-12345/zones/us-central1-a
    Também é possível substituir a zona us-central1-a pelo nome de outra zona. Consulte Regiões e zonas disponíveis. A zona escolhida para o cluster precisa ser compatível com a região selecionada para ele. Consulte o próximo item sobre como escolher uma região. A região global aceita todas as zonas.
  3. Os campos a seguir são preenchidos automaticamente:

    1. region = a região global é um endpoint de várias regiões especiais capaz de implantar instâncias em qualquer zona do Compute Engine especificada pelo usuário. Também especifique regiões distintas, como us-east1 ou europe-west1, para isolar recursos, inclusive instâncias de VM e do Cloud Storage, e locais para armazenamento de metadados utilizados pelo Cloud Dataproc dentro da região especificada pelo usuário. Consulte Endpoints regionais para saber mais sobre a diferença entre os endpoints globais e regionais. Consulte informações sobre a seleção de uma região em Regiões e zonas disponíveis. Você também pode executar o comando gcloud compute regions list para ver uma lista de regiões disponíveis.
    2. Corpo da solicitação clusterName = "example-cluster". Esse é o nome do cluster do Dataproc que será criado. Use esse nome para interagir com o cluster, por exemplo, durante o envio de jobs ou a exclusão do cluster.
  4. Clique em EXECUTAR. Uma caixa de diálogo solicitará que você confirme o escopo https://www.googleapis.com/auth/cloud-platform padrão. Clique em PERMITIR para enviar a solicitação ao serviço. Depois de menos de um segundo (em geral), a resposta de JSON mostrando que o cluster de exemplo está pendente é exibida abaixo do modelo.

Para confirmar se o cluster foi criado, acesse Console do Cloud: clusters.

Parabéns! Você usou o APIs Explorer do Google para criar um cluster.

A seguir