Opções do comando delete

Esta página descreve o comando datalab delete.

Uso

datalab delete [-h] [--delete-disk | --keep-disk] [--project PROJECT]
               [--quiet] [--verbosity {debug,info,warning,error,critical,none}]
               [--zone ZONE]
               NAME

datalab delete exclui a VM do Google Compute Engine de uma instância específica do Datalab.

Por padrão, a configuração de exclusão automática do disco permanente determina se o disco também será excluído.

Se você desejar modificar esta configuração, pode transmitir os seguintes sinalizadores: --delete-disk ou --keep-disk.

Para mais informações sobre a exclusão automática do disco, clique aqui.

Opções

-h/--help

Exibe uma mensagem de ajuda e sai.

--delete-disk

Determina se o disco permanente da instância será excluído ou não, independentemente da configuração de exclusão automática dele.

--keep-disk

Determina se o disco permanente da instância será mantido ou não, independentemente da configuração de exclusão automática dele.

--project PROJECT

O nome do projeto do Google Cloud Platform para uso nesta invocação.

Se omitido, o projeto atual é utilizado.

--quiet

Não emite prompts interativos.

--verbosity {debug,info,warning,error,critical,none}

Modifica o detalhamento de saída padrão para este comando.

--zone ZONE

A zona na qual a instância está contida. Se a zona não for especificada, pode ser solicitado que você selecione uma.

Para evitar uma solicitação com a emissão deste sinalizador, você pode definir a propriedade compute/zone:

$ gcloud config set compute/zone ZONE

Uma lista das zonas pode ser obtida executando:

$ gcloud compute zones list

Para desativar a propriedade, execute:

$ gcloud config unset compute/zone

Como alternativa, a zona pode ser armazenada na variável CLOUDSDK_COMPUTE_ZONE do ambiente.

Enviar comentários sobre…

Documentação do Google Cloud Datalab