Opções para o comando connect

Esta página descreve o comando datalab connect.

Uso

datalab connect [-h] [--no-user-checking] [--port PORT]
                [--max-reconnects MAX_RECONNECTS]
                [--ssh-log-level {quiet,fatal,error,info,verbose,debug,debug1,debug2,debug3}]
                [--no-launch-browser] [--project PROJECT] [--quiet]
                [--verbosity {debug,info,warning,error,critical,none}]
                [--zone ZONE]
                NAME

datalab connect cria uma conexão permanente a uma instância do Datalab executada em uma VM do Google Compute Engine.

Este é um wrapper fino em torno do comando ssh(1), que cuida da autenticação e tradução do nome da instância em um endereço IP.

Este comando garante que a chave SSH pública do usuário esteja presente nos metadados do projeto. Se o usuário não tiver uma chave SSH pública, uma é gerada usando ssh-keygen(1) (se o sinalizador --quiet for fornecido, a chave gerada terá uma senha vazia).

Quando a conexão for estabelecida, o comando abre uma janela do navegador apontando para o Datalab. Para desativar a abertura do navegador, adicione sinalizador --no-launch-browser.

Este comando tentará restabelecer a conexão se ela cair. No entanto, essa conexão só existirá enquanto este comando estiver em execução.

Opções

-h/--help

Exibe uma mensagem de ajuda e sai.

--no-user-checking

Não verifica se o usuário atual corresponde à instância do Datalab.

--port PORT

Porta local na qual o Datalab está acessível.

--max-reconnects MAX_RECONNECTS

O número máximo de tentativas de reconexão.

Um valor negativo significa que não há limite.

--ssh-log-level {quiet,fatal,error,info,verbose,debug,debug1,debug2,debug3}

O nível de registro para o comando SSH.

Isto pode ser útil para depurar problemas da conexão SSH.

O nível de registro padrão é "error".

--no-launch-browser

Não abre um navegador conectado ao Datalab.

--project PROJECT

O nome do projeto do Google Cloud Platform para uso nesta invocação.

Se omitido, o projeto atual é utilizado.

--quiet

Não emite prompts interativos.

--verbosity {debug,info,warning,error,critical,none}

Modifica o detalhamento de saída padrão para este comando.

--zone ZONE

A zona na qual a instância está contida. Se a zona não for especificada, pode ser solicitado que você selecione uma.

Para evitar uma solicitação com a emissão deste sinalizador, você pode definir a propriedade compute/zone:

$ gcloud config set compute/zone ZONE

Uma lista das zonas pode ser obtida executando:

$ gcloud compute zones list

Para desativar a propriedade, execute:

$ gcloud config unset compute/zone

Como alternativa, a zona pode ser armazenada na variável CLOUDSDK_COMPUTE_ZONE do ambiente.

Enviar comentários sobre…

Documentação do Google Cloud Datalab