Configuração do Drupal no Google Compute Engine

Execute o Drupal em uma instância de máquina virtual no Google Compute Engine facilmente em apenas alguns minutos. Use ferramentas automatizadas ou siga o tutorial detalhado para configurar o Drupal em uma instância de máquina virtual Debian com a pilha LAMP instalada e acesso raiz.

Objetivos

  • Configurar a máquina virtual
  • Instalar o Drush
  • Fazer o download do Drupal
  • Executar o instalador
  • Visualizar o site Drupal
  • Enviar e-mail do Drupal

Configurar a máquina virtual

Primeiro, implante automaticamente a pilha de desenvolvimento LAMP. É possível usar o Cloud Launcher ou configurar uma pilha LAMP você mesmo.

Também é possível implantar automaticamente o Drupal na máquina virtual usando o Cloud Launcher ou usar os passos remanescentes para instalar o Drupal você mesmo.

Depois que a instância de máquina virtual estiver instalada e funcionando, use o Console do Google Cloud Platform para se conectar com SSH.

Instalar o Drush

Drush, o utilitário de shell do Drupal, simplifica a instalação e a administração do Drupal. Use as seguintes etapas para instalar o Drush:

  1. Faça download do Drush:

    $ wget https://github.com/drush-ops/drush/releases/download/8.0.0-rc4/drush.phar
    

  2. Mova o arquivo:

    $ chmod +x drush.phar
    

    $ sudo mv drush.phar /usr/local/bin/drush
    

  3. Inicialize o Drush:

    $ drush init
    

Fazer o download do Drupal

O Drush pode fazer o download do Drupal para você. Siga estas etapas:

  1. Mude para o diretório raiz do servidor da web:

    $ cd /var/www/html
    

  2. Remova o arquivo de índice:

    $ sudo rm index.html
    

  3. Faça o download do Drupal usando o Drush:

    $ sudo drush dl drupal
    

O Drush baixa a versão mais recente. Para saber como fazer o download de uma versão específica, consulte a ajuda do Drush: drush --help.

Mover os arquivos para o diretório raiz do servidor da web

O Drush coloca os arquivos do Drupal em um subdiretório que usa o formato drupal-<version>, onde <version> representa o número da versão do Drupal. Você provavelmente não quer esse nome de diretório no caminho de seu site.

  1. Mover os arquivos para um nível acima na estrutura de diretórios. Observe que o número da versão aparece duas vezes.

    $ sudo mv drupal-/* drupal-/.htaccess ./
    

    Para o Drupal 7, adicione:

    $ sudo mv drupal-/.gitignore ./
    

  2. Remova o diretório agora vazio:

    $ sudo rm -rf drupal-/
    

Executar o instalador

O Drush executa o instalador para você. Você deve fornecer as seguintes informações:

  • A senha do administrador do MySQL que você forneceu antes de implantar a pilha LAMP.
  • Um nome de conta e a senha do primeiro usuário Drupal (o administrador).
  • Um nome e as informações da conta de usuário para o banco de dados MySQL.

Use o seguinte comando:

$ sudo drush site-install \
  --db-su=root \
  --db-su-pw= \
  --account-name= \
  --account-pass= \
  --site-name="Drupal on Google Compute Engine" \
  --db-url=mysql://:@localhost/

Atualizar as configurações do diretório

Você precisará definir o diretório files do Drupal como gravável pelo servidor da web atualizando as permissões e a propriedade.

  1. Altere as permissões para o diretório sites/default/files da seguinte forma:

    $ sudo chmod o+w sites/default/files
    

    Se você descobrir que o diretório ainda não existe, basta criar um novo diretório chamado files sob sites/default/ e alterar as permissões.

  2. Altere a propriedade do diretório raiz do servidor da web para que o Apache possa acessar arquivos.

    $ sudo chown -RL www-data:www-data /var/www
    

Visualizar o site Drupal

Para ver o seu site Drupal em um navegador, primeiro abra a porta 80 para permitir o tráfego HTTP para o seu servidor. Siga estas etapas:

  1. Visualize as instâncias da máquina virtual na página de instâncias do Compute Engine.
  2. Na coluna External IP, clique no endereço IP externo do nome do servidor Drupal.
  3. Na caixa de diálogo que será aberta, marque a caixa de seleção de tráfego Allow HTTP.
  4. Clique em Apply para fechar a caixa de diálogo.

Após concluir essas etapas, clique no link de endereço IP externo ou insira-o na barra de endereços para abrir a página inicial do site Drupal no browser.

Para efetuar login no site, use o nome do usuário e a senha do administrador do Drupal fornecidos no comando de instalação do Drush.

Enviar e-mail do Drupal

O Google Compute Engine não permite conexões de saída nas portas 25, 465 e 587. Para enviar e-mails das instâncias, é preciso usar um serviço parceiro, como o SendGrid. O SendGrid oferece aos clientes do Google Compute Engine pacotes gratuitos ou pagos com custos que variam de acordo com o volume mensal de e-mails.

Obter uma conta do SendGrid

Use a página do parceiro do Google do SendGrid para criar uma conta. Observe que o Google será compensado pelos clientes que se inscreverem para um pacote pago.

Para ver mais detalhes sobre como enviar e-mails, consulte Envio de e-mails de uma instância.

Instalar o módulo de suporte a autenticação SMTP no Drupal

É necessário instalar o módulo de suporte a autenticação SMTP para permitir que o Drupal envie e-mails.

  1. Na seção Downloads da página de suporte a autenticação SMTP, copie o endereço do link do módulo. Por exemplo, na tabela Versões recomendadas, clique com o botão direito do mouse no link do tar.gz da versão mais recente e copie o endereço.
  2. Faça login no Drupal como administrador.
  3. No Drupal, na página Modules, clique em Install new module.
  4. Na caixa de texto Install from a URL, cole o URL que copiou.
  5. Clique em Install.
  6. Após a conclusão da instalação, navegue para a página Modules.
  7. Role para o final da página. Na seção Mail, selecione Enabled.
  8. Clique em Save configuration.

Configurar o módulo para usar o SendGrid

Agora que o módulo de suporte a autenticação SMTP está instalado, forneça as configurações para conectá-lo à conta do SendGrid.

  1. No Drupal, na página Modules, localize a linha SMTP Authentication Module e clique em Configure. A página Configuration é aberta.
  2. Em Install options, ative o módulo.
  3. Em SMTP server settings, insira as seguintes configurações:
    • SMTP server: smtp.sendgrid.net
    • SMTP port: 2525
  4. Em SMTP authentication, insira o nome de usuário e a senha que forneceu ao configurar a conta do SendGrid.
  5. Em E-mail options, insira o endereço e o nome de onde deseja que o e-mail seja enviado. Observe que, se você não fornecer esses valores, o e-mail usará o nome do site do Drupal e terá um endereço similar a admin@example.com. Esses valores poderão fazer com que filtros de spam interceptem as mensagens.

Enviar um e-mail de teste

Você pode enviar um e-mail do Drupal para testar a integração com o SendGrid.

  1. Na página Configuration do módulo de autenticação SMTP, selecione Enable debugging. Essa configuração permite que você veja todas as mensagens de atividade à medida que o e-mail é enviado.
  2. Em Send test e-mail, insira o endereço de e-mail para o qual deseja enviar o e-mail de teste.
  3. Clique em Save configuration para enviar o e-mail.

Se o envio do e-mail falhar, faça login no site do SendGrid e verifique se a conta do SendGrid account está ativa. É possível que a ativação da conta demore um pouco. Você também pode verificar a página de atividade de e-mail do SendGrid para ver se o e-mail foi bloqueado por algum motivo.

Próximas etapas

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Documentação do Compute Engine