Como criar um snapshot de disco permanente do Windows

O Compute Engine fornece snapshots incrementais que é possível usar para fazer backup dos dados de discos permanentes. Como os snapshots são incrementais, é possível criá-los com maior desempenho e menor carga total de armazenamento em comparação à criação de imagens de discos permanentes completas. Os snapshots são destinados a backup e arquivamento.

Para saber como configurar o Windows Server para que você possa usá-lo para criar imagens personalizadas do Windows Server para instâncias ou modelos de instâncias, leia Como criar uma imagem do servidor Windows.

Antes de começar

Criar um snapshot do VSS do Windows

Na maioria das situações, o Serviço de cópias de sombra de volume (VSS, na sigla em inglês) gera snapshots de discos permanentes anexados a instâncias do Windows. É possível criar snapshots do VSS sem ter que interromper a instância ou separar o disco permanente.

Os snapshots do VSS destinam-se a backup e recuperação de sistemas com apps compatíveis com VSS. Use-os apenas para backup de dados de discos permanentes. Não é confiável criar discos de inicialização de instâncias da VM em snapshots de instâncias em execução.

O valor cobrado pelos snapshots do VSS é igual ao dos snapshots de discos permanentes comuns e corresponde somente ao tamanho total do snapshot.

Restrições

  • Os snapshots do VSS funcionam apenas em instâncias do Windows com a versão de imagem v20160810 e mais recentes. Para instâncias com imagens mais antigas, crie um snapshot comum.
  • É preciso que o disco permanente use o sistema de arquivos NTFS, exFAT ou ReFS.
  • O objetivo dos snapshots do VSS não é copiar nem fazer backup do sistema operacional em um disco de inicialização permanente.
  • Quando você cria um snapshot do VSS, o Windows Server marca o volume no snapshot como somente leitura durante o processo de VSS. Todos os discos criados a partir do snapshot do VSS também estarão no modo somente leitura.
  • Os snapshots do VSS ajudam a preservar seus dados apenas quando você executa aplicativos compatíveis com VSS que se coordenam para criar um backup consistente de seus dados.

Criar o snapshot

Console

  1. Acesse a página Criar um novo snapshot.
  2. Digite um Nome para o snapshot.
  3. Como opção, digite uma Descrição para o snapshot.
  4. Em Disco de origem, selecione um disco atual a partir do qual você quer criar um snapshot.
  5. Pule esta etapa para usar o local padrão de armazenamento de snapshots. Caso contrário, para usar um local não padrão de armazenamento, faça o seguinte:

    1. Em Local, selecione se quer armazenar seu snapshot em um local Multirregional ou Regional.
    2. Selecione qual região ou multirregião específica você quer usar. Para usar a região ou a multirregião mais próxima de seu disco de origem, selecione Com base no local do disco.
  6. Marque a opção Ativar VSS para indicar que esse snapshot precisa usar o serviço de cópia de sombra de volume.

  7. Clique em Criar para criar o snapshot.

gcloud

Ao criar seu snapshot, inclua a sinalização --guest-flush para indicar que você quer criar um snapshot VSS. Se estiver criando um snapshot de um disco permanente regional, inclua também a sinalização --region.

  • Para criar um snapshot VSS de um disco permanente zonal, use o comando gcloud compute disks snapshot:

    gcloud compute disks snapshot [DISK_NAME] --guest-flush
    

    em que [DISK_NAME] é o nome do disco permanente zonal do qual você quer criar um snapshot.

  • Como alternativa, para criar um snapshot VSS de um disco permanente regional, use o comando gcloud compute disks snapshot:

    gcloud compute disks snapshot [DISK_NAME] --guest-flush --region [REGION]
    

    em que:

    • [DISK_NAME] é o nome do disco permanente regional a partir do qual você quer criar um snapshot;
    • [REGION] é a região em que seu disco permanente regional está localizado.

    A ferramenta de linha de comando gcloud aguarda até que um status READY ou FAILED seja retornado ou retorna os últimos detalhes conhecidos do snapshot após o tempo limite máximo ter se esgotado.

API

Ao criar um snapshot, inclua o parâmetro ?guestFlush=true para indicar que você quer criar um snapshot VSS.

  • Para criar um snapshot do VSS de um disco permanente zonal, faça uma solicitação POST para o método compute.disks.createSnapshot:

    POST  https://compute.googleapis.com/compute/v1/projects/[PROJECT_ID]/zones/[ZONE]/disks/[DISK_NAME]/createSnapshot?guestFlush=true
    

    em que:

    • [PROJECT_ID] é o ID do projeto;
    • [ZONE] é a zona em que seu disco permanente zonal está localizado.
    • [DISK_NAME] é o nome do disco permanente zonal do qual você quer criar um snapshot do VSS.
  • Como alternativa, para criar um snapshot do VSS de um disco permanente regional, faça uma solicitação POST para o método compute.regionDisk.createSnapshot:

    POST https://compute.googleapis.com/compute/v1/projects/[PROJECT_ID]/regions/[REGION]/disks/[DISK_NAME]/createSnapshot?guestFlush=true
    

    em que:

    • [PROJECT_ID] é o ID do projeto;
    • [REGION] é a região em que seu disco permanente regional está localizado.
    • [DISK_NAME] é o nome do disco permanente regional do qual você quer criar um snapshot do VSS.

Agora você já tem um snapshot de disco permanente que serve como base para criar novos discos permanentes.

Criar um snapshot comum

Em algumas situações, use o sistema de snapshots padrão para criar snapshots de discos anexados a instâncias do Windows.

Para criar um snapshot, é necessário:

  1. Desativar o sistema de arquivos
  2. Criar um snapshot
  3. remontar o disco.

Como desmontar o sistema de arquivos

Antes de criar um snapshot do disco permanente, verifique se essa ação é compatível com o estado do seu disco. Se você captura um snapshot de um disco permanente em estado "com erros", isso pode provocar uma verificação de disco e possível perda de dados. Para limpar os buffers do disco para a instância do Windows, execute as instruções a seguir:

  1. Faça login na instância do Windows.

  2. Abra um prompt de comando do PowerShell e execute a ferramenta diskpart:

    PS C:\\> diskpart
    
  3. Identifique o disco que você quer desconectar e criar um snapshot dele:

    PS C:\\> list disk
    
  4. Depois selecione o disco usando o número que acabou de encontrar:

    DISKPART> select disk [DISK_NUMBER]
    

    em que: [DISK_NUMBER] é o disco que você quer reativar.

  5. Por fim, desmonte o disco:

    DISKPART> offline disk
    

Em cenários em que não é possível desmontar o disco permanente, por exemplo, quando um aplicativo está gravando dados no disco, sincronize o sistema de arquivos para limpar os buffers do disco. Para fazer isso:

  1. Faça login na instância do Windows.
  2. Faça o download e instale a ferramenta Sync.
  3. Interrompa a gravação de dados dos aplicativos no disco permanente.
  4. Execute um prompt de comando como administrador. Para isso, clique com o botão direito no ícone prompt de comando e selecione Executar como administrador.
  5. No terminal de linha de comando, execute:

    PS C:\\> sync [DRIVE_LETTER]
    

    em que [DRIVE_LETTER] é a letra da unidade do volume que você quer sincronizar. Por exemplo, F:\` orG:`.

Como criar um snapshot

  1. Siga as etapas para criar um snapshot de um disco permanente.

  2. Depois de criar o snapshot, remonte o disco permanente.

Remontar o disco

Reative seu disco e marque-o como disponível para leitura/gravação.

  1. Faça login na instância do Windows.

  2. Abra um prompt de comando do PowerShell e execute a ferramenta diskpart:

    PS C:\\> diskpart
    
  3. Identifique o disco que você quer reativar:

    DISKPART> list disk
    
  4. Use o comando select disk para selecionar novamente o disco:

    DISKPART> select disk [DISK_NUMBER]
    

    em que: [DISK_NUMBER] é o disco que você quer reativar.

  5. Reative o disco:

    DISKPART> online disk
    

Depois de reativar o disco, remova a sinalização somente leitura dele:

  1. Na instância do Windows, use a ferramenta de linha de comando diskpart para selecionar o disco off-line:

    DISKPART> select disk [DISK_NUMBER]
    

    em que: [DISK_NUMBER] é o disco que você quer reativar.

  2. Coloque o disco on-line:

    DISKPART> online disk
    
  3. Liste todos os volumes no disco:

    DISKPART> list volume
    
  4. Selecione o novo volume:

    DISKPART> select volume [VOLUME_NUMBER]
    

    em que: [VOLUME_NUMBER] é o volume que você precisa configurar para leitura/gravação.

  5. Verifique os atributos de volume:

    DISKPART> attr volume clear readonly hidden nodefaultdriveletter shadowcopy
    
  6. Saia da ferramenta diskpart:

    DISKPART> exit
    
  7. Se for um disco de inicialização de outra instância, sincronize os arquivos dele com a nova assinatura do disco.

    PS C:\\> bcdboot [DRIVE_LETTER]Windows /s [DRIVE_LETTER]
    

    em que [DRIVE_LETTER] é a letra da unidade do volume que você quer sincronizar. Por exemplo, F:\` orG:`.

A seguir

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Documentação do Compute Engine