Perguntas frequentes

Veja a seguir perguntas frequentes sobre como usar sua própria licença no Compute Engine. Para uma visão geral desse recurso, leia a documentação Visão geral. Para instruções passo a passo sobre como configurar esse recurso, leia a Documentação de instruções.

Quais opções de licenciamento estão disponíveis para mim no Compute Engine?

Por que sou responsável por trazer minha própria licença?

Os clientes, e não o Google, são os únicos responsáveis por garantir a conformidade com o licenciamento da Microsoft sob qualquer acordo do tipo Traga sua própria licença (BYOL, na sigla em inglês).

  • O Google fornecerá as ferramentas, mas os clientes serão responsáveis pela conformidade.
  • Os clientes podem ter acordos de licenciamento personalizados com a Microsoft, que resultam em requisitos diferentes (mais ou menos restritivos). Por isso, o Google não pode fazer afirmações definitivas em relação à cobertura deles.
  • Para garantir a conformidade com o licenciamento da Microsoft, os clientes podem escolher as licenças premium do Windows do Google Cloud, que são oferecidas em um modelo de pagamento por utilização.

Quais versões dos sistemas operacionais Windows estão disponíveis para a opção "Traga sua própria licença" com nós de locatário individual?

A tabela a seguir indica as versões dos sistemas operacionais Windows atualmente disponíveis para a opção "Traga sua própria licença" com nós de locatário individual no Compute Engine:

Versão
Windows Server 2008 R2 SP1
Windows Server 2012
Windows Server 2012 R2
Windows Server 2016
Windows Server 2019
Windows 7 SP1 (32 bits e 64 bits)
Windows 8.1 (32 bits e 64 bits)
Windows 10 versões 1709, 1803, 1903, 1909 (32 bits e 64 bits)

Quais opções estarão disponíveis para o cliente Windows?

O Compute Engine não fornece nem vende licenças de cliente do Windows. Para clientes Windows (ex. Windows 10, Windows 7 e assim por diante), é possível trazer sua própria licença de cliente Windows por meio do recurso Usar sua própria licença com nós de locatário individual.

Como sei quais ofertas do Google Cloud usar com meu sistema operacional?

Avalie os termos e o contrato de licenciamento para determinar se o Compute Engine é compatível com os requisitos de "Traga sua própria licença". De um modo geral, os produtos do Compute Engine a seguir estão disponíveis para atender a esses requisitos:

Oferta do Google Cloud Aplicativos da Microsoft Traga sua própria licença do cliente Windows Traga sua própria licença do Windows Server
Instância da VM ✓* X X
Instância de VM em nós de inquilino individual X
Instância de VM em nós de inquilino individual com reinícios no local

*Disponível por meio de mobilidade de licenças no Google Cloud.

Como faço para ativar minhas licenças BYOL?

Ao contrário das imagens premium, em que o Compute Engine cuida da ativação da licença, as imagens de BYOL importadas exigem que você seja o proprietário do processo de ativação da licença.

Como os preços são calculados?

Para nós de locatário individual, você é cobrado pelo nó inteiro (atualmente apenas máquinas n1-highmem-96-624 estão disponíveis) + um prêmio de 10%. Isso reserva o nó inteiro para seu uso. Dessa forma, é possível colocar quantas VMs você quiser no nó sem nenhum custo extra. Configurar o nó para que aceite licenças BYOL não causará mais cobranças. Consulte nossa página de preços para saber mais. Os descontos por uso prolongado e os descontos por uso contínuo aplicam-se aos nós de locatário individual. Observe que a licença e o comportamento do faturamento são controlados pela opção do sistema operacional que você escolhe durante o processo de importação do disco. Se escolher a opção incorreta ou usar imagens públicas do Compute Engine como fonte, as licenças de pagamento por utilização do Google Cloud serão anexadas e não será possível alterar a VM para que você possa usar suas próprias licenças futuramente.

Sempre haverá inatividade mensal com esse recurso?

A funcionalidade do locatário individual permite que você reinicie os nós no local, a fim de limitar o uso do servidor físico. Esse recurso está associado à opção de finalização, o que significa que as VMs são finalizadas e, em seguida, reiniciadas quando ocorre um evento de manutenção. No futuro, o Google fornecerá mais recursos para atenuar essa inatividade.

A seguir