Como ativar as exibições virtuais


Se os aplicativos nas instâncias de VM exigirem um dispositivo de exibição, mas não precisarem de toda a capacidade ou do custo de uma GPU, configure as instâncias com um dispositivo de exibição virtual. Com ele, é possível executar ferramentas de gerenciamento remoto do sistema e software de área de trabalho remota que exigem um dispositivo de exibição.

Configure um dispositivo de exibição virtual quando criar uma nova instância ou adicione um a uma instância atual enquanto ela estiver parada. Não há custos para ativar as instâncias com um dispositivo de exibição virtual.

Antes de começar

Restrições

  • O Google oferece suporte a dispositivos de exibição virtual em instâncias do Linux e em instâncias do Windows que usam qualquer imagem do Windows v20190312 ou mais recente.

  • Se a instância de VM estiver executando uma imagem do Windows anterior à v20190312, instale manualmente o driver do dispositivo após ativar as exibições virtuais da instância. Imagens mais recentes que a v20190312 vêm pré-instaladas com os drivers do dispositivo.

  • Os dispositivos de exibição virtual são funcionais somente após a inicialização do sistema operacional convidado e do driver de exibição virtual. Não é possível usar dispositivos de exibição virtual durante operações POST ou a inicialização do sistema operacional convidado.

  • Os dispositivos de exibição virtual não são compatíveis com instâncias que executam a plataforma de CPU Sandy Bridge.

Como criar uma instância com um dispositivo de exibição virtual

Ative um dispositivo de exibição virtual em uma instância durante a criação. Se preferir, adicione um dispositivo de exibição virtual a uma instância atual.

Console

  1. No Console do Google Cloud, acesse a página Instâncias de VMs.

    Acessar a página "Instâncias de VM"

  2. Clique em Criar instância.

  3. Defina as propriedades da instância, incluindo o nome, a região, a zona e a configuração da máquina.

  4. Em Configuração da máquina, clique em Plataforma de CPU e GPU para expandir as configurações da plataforma de CPU, das GPUs e do Dispositivo de exibição.

  5. Marque a caixa de seleção Ativar dispositivo de exibição para ativar o dispositivo de exibição virtual, que permite usar as ferramentas de captura de tela e gravação.

  6. Clique em Criar para criar a instância.

gcloud

Na ferramenta de linha de comando gcloud, use o comando compute instances create e inclua a sinalização --enable-display-device:

 gcloud compute instances create [INSTANCE_NAME] --enable-display-device

[INSTANCE_NAME] é o nome da instância que você quer criar.

API

Na API, crie uma solicitação POST para o método compute.instances.insert. No corpo da solicitação, inclua as propriedades da instância, bem como a propriedade displayDevice com enableDisplay definido como true.

POST https://compute.googleapis.com/compute/v1/projects/[PROJECT_ID]/zones/[ZONE]/instances

{
  "name": "[INSTANCE_NAME]",
  "machineType": "zones/[ZONE]/machineTypes/[MACHINE_TYPE]",
  "displayDevice": {
    "enableDisplay": true
  },
⋮
}]

em que:

  • [INSTANCE_NAME] é o nome da instância;
  • [PROJECT_ID] é o ID do projeto;
  • [ZONE] é a zona em que a instância está localizada.

Após criar uma instância com um dispositivo de exibição virtual, é possível configurar a área de trabalho remota para gerenciar remotamente sua instância do Windows.

Como adicionar ou remover um dispositivo de exibição virtual em uma instância atual

É possível ativar um dispositivo de exibição virtual em uma instância atual. Se preferir, ative um dispositivo de exibição virtual ao criar uma nova instância.

Antes de ativar ou desativar um dispositivo de exibição virtual em uma instância em execução, interrompa essa instância.

Console

  1. Acesse a página Instâncias de VM.

    Acessar a página "Instâncias de VM"

  2. Na coluna Nome, clique no nome da instância para adicionar ou remover o dispositivo de exibição virtual.

  3. Na parte superior da página Detalhes da instância de VM, clique em Interromper.

  4. No início da página de detalhes da instância da VM, clique em Editar.

  5. Em Dispositivo de exibição, clique em Ativar dispositivo de exibição para ativar ou desativar o dispositivo de exibição virtual para essa instância.

  6. Na parte inferior das configurações de criação da instância, clique em Salvar.

gcloud

Para adicionar um dispositivo de exibição virtual, use o comando compute instances update na ferramenta de linha de comando gcloud e inclua a sinalização --enable-display-device:

 gcloud compute instances update [INSTANCE_NAME] --enable-display-device

[INSTANCE_NAME] é o nome da instância que você quer criar.

Para remover um dispositivo de exibição virtual, use o comando compute instances update na ferramenta gcloud e inclua a sinalização --no-enable-display-device:

 gcloud compute instances update [INSTANCE_NAME] --no-enable-display-device

[INSTANCE_NAME] é o nome da instância que você quer criar.

API

Na API, crie uma solicitação POST para o método compute.instances.updateDisplayDevice. No corpo da solicitação, inclua a propriedade enableDisplay. Para ativar o dispositivo de exibição virtual nesta instância, defina enableDisplay como true. Para desativar o dispositivo de exibição virtual na instância, defina enableDisplay como false.

POST https://compute.googleapis.com/compute/v1/projects/[PROJECT_ID]/zones/[ZONE]/instances/[INSTANCE_NAME]/updateDisplayDevice

{
 "enableDisplay": [ENABLE_DISPLAY]
}

em que:

  • [INSTANCE_NAME] é o nome da instância em que você quer ativar ou desativar o dispositivo de exibição virtual;
  • [PROJECT_ID] é o ID do projeto;
  • [ZONE] é a zona em que a instância está armazenada;
  • [ENABLE_DISPLAY] é true para ativar o dispositivo de exibição virtual na instância ou false para desativá-lo.

Após criar uma instância com um dispositivo de exibição virtual, é possível configurar a área de trabalho remota para gerenciar remotamente sua instância do Windows.

Como instalar o driver de exibição virtual

Com o driver de exibição do Google, as instâncias do Windows podem usar dispositivos de exibição virtual corretamente. O driver é necessário para vários recursos do Compute Engine. O fornecimento e a manutenção desse driver de exibição do Google são restritos apenas para instâncias do Windows.

Após criar uma instância com um dispositivo de exibição virtual ou adicioná-lo a uma instância atual, instale-o usando o seguinte processo:

  1. Conecte-se à instância do Windows em que o dispositivo de exibição virtual está ativado.
  2. Abra um terminal do PowerShell como administrador.
  3. Execute o instalador googet para instalar o componente google-compute-engine-driver-gga:

    googet install google-compute-engine-driver-gga
    
  4. Reinicie a instância.

Depois de reiniciar a instância, confirme se o driver foi instalado seguindo as instruções abaixo.

Como verificar a instalação do driver de exibição virtual

Se você precisou instalar manualmente o driver do dispositivo, siga estas instruções para verificar se a operação foi bem-sucedida.

  1. Conecte-se à instância do Windows em que o dispositivo de exibição virtual está ativado.
  2. Abra a ferramenta Executar e execute a ferramenta "Gerenciamento do Computador" devmgmt.msc.
  3. Na navegação da ferramenta "Gerenciamento do Computador", clique em Gerenciador de dispositivos para ver uma lista de dispositivos.
  4. Na lista Adaptadores de vídeo, verifique se o driver "Google Graphics Array" está listado. A janela
  5. Se o Adaptador de Vídeo Básico da Microsoft estiver listado como um adaptador de exibição, em vez do Google Graphics Array, repita o processo de instalação e verifique o driver novamente.

A seguir