Preços de discos e imagens

Nesta página, você vê a descrição dos preços de discos do Compute Engine e imagens. Ela não inclui informações sobre preços de instâncias de VM, rede, nós de locatário individual ou GPUs.

O uso do Compute Engine é cobrado com base na tabela de preços a seguir. Uma fatura é enviada ao final de cada ciclo de faturamento, listando o uso anterior e as cobranças. Os preços nesta página estão listados em dólares americanos (USD).

No Compute Engine, o tamanho do disco, a memória do tipo de máquina e o uso da rede são calculados em gigabytes (GB), em que 1 GB equivale a 230 bytes. Essa unidade de medida também é conhecida como gibibyte (GiB).

Se você fizer pagamentos em uma moeda que não seja o dólar americano, serão aplicados os preços na sua moeda listados na página SKUs do Cloud Platform.

Você também encontra informações sobre preços destas maneiras:

Imagens premium

Algumas imagens disponíveis no Compute Engine são consideradas premium e têm seu uso cobrado. Elas incluem:

  • Red Hat Enterprise Linux (RHEL e RHEL para SAP)
  • SUSE Linux Enterprise Server (SLES e SLES para SAP)
  • Windows Server
  • SQL Server

O preço de uma imagem premium depende do tipo de máquina usado. Por exemplo, uma imagem SLES padrão custa US$ 0,02 por hora para ser executada em uma instância f1-micro. No entanto, a mesma imagem custa US$ 0,11 por hora para ser executada em uma instância n1-standard-8. Os preços de imagens premium são os mesmos em todo o mundo e não mudam de acordo com zonas ou regiões.

As imagens premium são cobradas com o custo de uso de um tipo de máquina. Por exemplo, a cobrança total para usar uma instância n1-standard-8 com uma imagem SLES é a soma dos custos da imagem e do tipo de máquina:

Custo de n1-standard-8 + custo da imagem SLES = US$ 0,379998 + US$ 0,11 = US$ 0,49 por hora

Nas instâncias preemptivas, os custos de imagens premium não são reduzidos e não há mudanças no modo de faturamento do uso dessas imagens. Se o Compute Engine encerrar uma instância preemptiva com uma imagem premium em execução, haverá a cobrança por essa imagem como se você tivesse encerrado a instância por conta própria. As cobranças por uso mínimo continuam vigentes, e as faturas por imagens premium ainda são calculadas com o arredondamento até o incremento de uso mais próximo.

Red Hat Enterprise Linux (RHEL) e RHEL para imagens SAP

Imagens RHEL:

  • US$ 0,06/hora para instâncias com quatro ou menos vCPUs
  • US$ 0,13/hora para instâncias com mais de quatro vCPUs

Imagens RHEL para SAP com HA e Update Services:

  • US$ 0,10/hora para instâncias com quatro ou menos vCPUs
  • US$ 0,225/hora para instâncias com mais de 4 vCPUs

Todas as imagens RHEL e RHEL para SAP são cobradas por no mínimo 1 minuto. Depois desse tempo, elas são cobradas por segundo.

Imagens SLES e SLES para SAP

Imagens SLES:

  • US$ 0,02/hora nos tipos de máquina f1-micro e g1-small
  • US$ 0,11/hora por todos os outros tipos de máquina

SLES para imagens SAP:

  • US$ 0,17/hora para instâncias com 1 a 2 vCPUs
  • US$ 0,34/hora para instâncias com 3 a 4 vCPUs
  • US$ 0,41/hora para instâncias com 5 ou mais vCPUs

Todas as imagens SLES são cobradas por no mínimo 1 minuto. Depois desse tempo, elas são cobradas por segundo.

Os descontos por uso contínuo estão disponíveis agora para licenças do SUSE Linux Enterprise Server (SLES, na sigla em inglês) para SAP. Para adquirir um compromisso, consulte Como adquirir compromissos para imagens SLES premium para SAP.

Desconto por uso contínuo para imagens SLES para SAP

Ao adquirir um contrato de desconto por uso contínuo para imagens SLES para SAP com duração de um ou três anos, será possível economizar entre 59% e 63% sobre o preço de imagem sob demanda.

Nome da SKU Sob demanda por hora Compromisso mensal/por um ano Compromisso mensal/por três anos
SLES para SAP, um ou dois núcleos virtuais US$ 0,17/hora US$ 50,01 US$ 44,72
SLES para SAP, três ou quatro núcleos virtuais US$ 0,34/hora US$ 100,01 US$ 89,43
SLES para SAP, acima de cinco núcleos virtuais US$ 0,41/hora US$ 119,94 US$ 107,75

Imagens do Windows Server

Imagens públicas para várias versões do Windows Server estão disponíveis na configuração Server Core ou na configuração Server com Desktop Experience. As duas configurações estão disponíveis com os seguintes preços:

  • US$ 0,023/hora para os tipos de máquina f1-micro e g1-small
  • US$ 0,046/núcleo/hora para todos os outros tipos de máquinas

Os tipos de máquina padrão, com grande quantidade de CPUs e de memória são faturados com base no número de CPUs. Por exemplo, n2-standard-4, n2-highcpu-4 e n2-highmem-4 são tipos de máquinas com quatro vCPUs. São cobrados a US$ 0,184/hora (4 x US$ 0,046 /hora).

As imagens do Windows Server são cobradas por no mínimo 1 minuto. Depois desse tempo, elas são cobradas por segundo.

Para mais informações sobre o licenciamento de imagens do Windows Server, consulte Licenças da Microsoft.

Imagens do SQL Server

As imagens do SQL Server geram custos além daqueles relacionados às imagens do Windows Server e ao tipo de máquina selecionado.

  • USS 0,399 por núcleo/hora para o SQL Server Enterprise
  • US$ 0,1645 por núcleo/hora para o SQL Server Standard
  • US$ 0,011 por núcleo/hora para o SQL Server Web
  • Sem cobrança adicional pelo SQL Server Express

O licenciamento do Microsoft SQL Server requer a atribuição de uma licença por núcleo a cada CPU virtual na sua instância da máquina virtual, com um mínimo de quatro núcleos para cada instância. Instâncias com menos de quatro vCPUs serão cobradas pelo SQL Server a 4 x US$ 0,1645/hora (US$ 0,658/hora) para atender a esses requisitos. Para instâncias com quatro ou mais vCPUs, o Compute Engine cobra por licenças do Microsoft SQL Server em incrementos de dois. No entanto, as instâncias com um tipo de máquina personalizado serão cobradas por um número igual de licenças do SQL Server e vCPUs.

O Google recomenda não usar imagens do SQL Server nos tipos de máquina f1-micro ou g1-small com base nas recomendações mínimas de hardware e software da Microsoft.

Ao contrário de outras imagens premium, as imagens do SQL Server são cobradas por no mínimo 10 minutos. Depois desse tempo, elas são cobradas por minuto.

Para mais informações sobre licenças de imagens do SO do SQL Server, consulte Licenças da Microsoft.

Preços de discos

Cada instância de VM tem pelo menos um disco anexado. Cada disco gera uma cobrança, que é descrita nesta seção. Além disso, se você usar snapshots, haverá cobranças separadas por eles.

Todas as cobranças relacionadas ao disco nesta seção são rateadas com base em uma granularidade de segundos. Isso inclui todos os tipos de disco permanente, armazenamento de snapshots e preços de SSD local.

Por exemplo, com base nos preços em dólares americanos, um volume de disco permanente padrão de 200 GB custa US$ 8,00 durante o mês todo. Se você provisionar apenas um volume de 200 GB por meio mês, isso custa US$ 4,00. Da mesma forma, um volume de disco permanente SSD de 200 GB custa US$ 34,00 durante o mês todo. Se você provisionar apenas um volume de 200 GB por meio mês, isso custa US$ 17,00.

O espaço provisionado em disco inclui todo armazenamento usado e não usado. Se você provisionar um disco de 200 GB, todo o espaço dele será cobrado enquanto ele estiver ativo, seja qual for o uso do disco.

Preços de disco permanente

Os preços dos discos permanentes são determinados pela quantidade de espaço provisionado por disco. As operações de E/S do disco permanente estão incluídas nas cobranças do espaço provisionado, e o desempenho desse disco aumenta linearmente de acordo com o tamanho do volume. Por isso, crie um disco permanente menor ou maior para atender às necessidades de E/S. Para mais informações, consulte as especificações de discos permanentes.

Depois de excluir um disco permanente, você não será mais cobrado por ele.

Snapshots de discos permanentes

Todos os snapshots do seu projeto geram taxas de armazenamento mensais. Sempre que você cria ou restaura um snapshot, também são cobradas taxas de rede com base no local de armazenamento dele.

Taxas de armazenamento de snapshots

Um snapshot gera taxas mensais de armazenamento enquanto existir no seu projeto. Os snapshots de discos permanentes geram apenas cobranças pelo tamanho total deles. Por exemplo, se você usou apenas 2 TB de espaço em um disco permanente de 5 TB, o tamanho do snapshot gerará uma cobrança pelos 2 TB, em vez dos 5 TB de espaço total no disco provisionado. O Compute Engine também fornece snapshots incrementais, que contêm apenas os dados alterados desde o snapshot anterior. Geralmente, isso garante armazenamento de snapshots por um preço menor. Quando você exclui um snapshot completo ou incremental, alguns dos dados nele contidos podem ser movidos para o próximo snapshot incremental na cadeia de snapshots. Esses dados adicionais aumentam o custo de armazenamento, porque você usa mais espaço no sistema.

Observe que as cobranças pelo armazenamento de snapshots, como as relacionadas ao disco, são rateadas com base em uma granularidade de segundos.

Taxas de rede para criação e restauração de snapshots

As taxas de rede para a criação e restauração de snapshots seguem o modelo de preços de rede do Cloud Storage, mas são cobradas no Compute Engine.

É possível armazenar um disco permanente em uma zona ou região do Compute Engine. No entanto, os snapshots são armazenados em uma região ou multirregião do Cloud Storage. As regiões do Compute Engine e do Cloud Storage têm nomes semelhantes. Cada multirregião contém várias regiões, e cada região contém várias zonas. Por exemplo, a zona europe-north1-a faz parte da região europe-north1, e europe-north1 faz parte da multirregião eu.

Se você criar ou restaurar um snapshot armazenado em um local diferente do local do disco, os dados trafegam pela rede entre esses locais e podem gerar taxas de rede. Os snapshots geram as mesmas taxas que a saída do Cloud Storage.

Por exemplo, se o disco está na região us-central1, e você quer criar um snapshot em europe-west1, será cobrada uma taxa de rede entre regiões.

Preços de SSD local

Os dispositivos SSD locais são cobrados pela quantidade de espaço provisionado por dispositivo durante todo o período em que a instância ficar vinculada a ele. Os preços dos SSDs locais diferem de acordo com a região. Por exemplo, nas regiões de Iowa, Oregon, Taiwan e Bélgica, os SSDs locais custam US$ 0,080 por GB ao mês. Como mencionado anteriormente, as cobranças de SSDs locais são proporcionais a uma granularidade de segundos.

Como só é possível comprar SSDs locais em incrementos de 375 GB, o custo mensal de um dispositivo é a taxa mensal multiplicada por 375 GB. Por exemplo, com a taxa mensal de US$ 0,080, o custo é de US$ 30 por dispositivo ao mês. O armazenamento e uso de dados reais estão incluídos nesse preço. Não há cobrança extra pelo tráfego local entre a máquina virtual e o dispositivo SSD local.

É possível reservar SSDs locais em uma zona específica sem precisar de um compromisso. Se não tiver um compromisso, você pagará os preços normais sob demanda. No modelo de preços com desconto por uso contínuo para SSDs locais, é necessário criar uma reserva ao adquirir o compromisso. Para mais informações, consulte Como reservar recursos zonais.

Armazenamento de imagens personalizadas

Se você importa ou cria imagens personalizadas no Compute Engine, essas imagens terão um custo de armazenamento. O custo dessas imagens personalizadas depende do local em que a imagem é armazenada.

Imagem de máquina

O custo de usar uma imagem de máquina depende do tamanho dela e do local em que é armazenada.

Também há uma tarifa única de transferência de rede quando você armazena uma imagem de máquina em um local diferente da instância de origem ou quando cria uma instância de uma imagem de máquina armazenada em outro local.

A seguir