Professional Cloud Developer

Exemplo de estudo de caso: HipLocal

Este é um exemplo de estudo de caso que pode ser usado no exame Professional Cloud Developer. Ele descreve um conceito fictício de negócios e soluções para proporcionar um contexto adicional às perguntas do exame.

O HipLocal é um aplicativo comunitário elaborado para facilitar a comunicação a nível local. Utilizado para o planejamento de eventos e a organização de eventos esportivos, ele também permite às empresas estar em comunicação com as comunidades locais. O aplicativo HipLocal foi lançado recentemente em alguns bairros de Dallas e está a ponto de se transformar em um fenômeno global. Ele oferece às comunidades e empresas um tipo de plataforma de comunicação hiperlocal único que está em alta demanda em todo o mundo.

1. Declaração institucional

    Somos número um no setor de aplicativos comunitários locais, por isso já é hora de oferecer nossos serviços locais em escala global. Nossos investidores em capital de risco querem ver um crescimento rápido e a mesma experiência de qualidade para as novas comunidades locais e virtuais que usam a Internet, sem importar se os membros delas estão próximos ou do outro lado do mundo.

2. Conceito da solução

    A HipLocal quer expandir seus serviços existentes, com novas funcionalidades e em novas regiões, para atender melhor seus clientes globais. A empresa quer contratar e treinar uma nova equipe que estará disponível nos mesmos horários que os usuários dessas regiões. Esta equipe deverá garantir a evolução do aplicativo e a geração de dados precisos sobre o tempo de atividade.

3. Ambiente técnico atual

    O ambiente da HipLocal é uma combinação de hardware local com infraestrutura em execução no Google Cloud Platform. A equipe da empresa conhece bem o aplicativo, mas tem pouca experiência em aplicativos de escala global. O ambiente técnico atual é o seguinte:

    • As APIs existentes são executadas nas instâncias de máquina virtual do Compute Engine hospedadas no GCP.
    • Os dados de estado são armazenados em uma única instância de banco de dados MySQL no GCP.
    • Os dados são exportados para um armazenamento de dados local da Teradata/Vertica.
    • A análise de dados é realizada em um ambiente Hadoop local.
    • O aplicativo não dispõe de nenhum recurso de geração de registros.
    • Os indicadores de tempo de atividade são básicos. Os alertas são acionados com frequência quando as APIs não respondem.

4. Requisitos comerciais

    Os investidores da HipLocal querem expandir sua presença para atender à crescente demanda que experimentam. As exigências deles são:

    • Expandir a disponibilidade do aplicativo para novas regiões.
    • Aumentar o número de usuários conectados simultaneamente.
    • Garantir uma experiência consistente para os usuários que viajam a regiões diferentes.
    • Conseguir métricas da atividade dos usuários para entender melhor como monetizar o produto.
    • Garantir a conformidade com os regulamentos nas novas regiões (por exemplo, GDPR).
    • Reduzir o tempo dedicado ao gerenciamento da infraestrutura, e os custos associados.
    • Adotar as práticas de computação em nuvem recomendadas pelo Google.

5. Requisitos técnicos

    • O aplicativo e o back-end precisam fornecer métricas de uso e monitoramento.
    • As APIs exigem autorização e autenticação fortes.
    • A geração de registros precisa ser reforçada, e os dados precisam ser armazenados em uma plataforma de análise na nuvem.
    • A migração para a arquitetura sem servidor a fim de facilitar o escalonamento elástico.
    • O acesso aos aplicativos internos deve ser autorizado de maneira segura.
    Voltar para o guia do exame Professional Cloud Developer