Ver relatórios de faturamento e tendências de custo

Visão geral

Na página de relatórios de faturamento do Cloud, você vê um resumo dos custos de uso do Google Cloud, além de descobrir e analisar as tendências. A página "Relatórios" exibe um gráfico que representa os custos de uso de todos os projetos vinculados a uma Conta do Cloud Billing. Para visualizar as tendências de custo que são importantes para você, selecione o intervalo de dados, especifique o intervalo de tempo, configure os filtros do gráfico e agrupe por projeto, serviço, SKU ou local.

Os relatórios do Faturamento do Cloud ajudam a responder perguntas como estas:

  • Como estão as tendências de gasto do Google Cloud do meu mês atual?
  • Qual projeto do Google Cloud custou mais no mês passado?
  • Qual serviço do Google Cloud (por exemplo, Compute Engine ou Cloud Storage) me custou mais?
  • Quais são os custos futuros previstos com base em tendências históricas?
  • Quanto estou gastando por região?
  • Qual foi o custo dos recursos com o rótulo X?

Permissões necessárias para acessar relatórios

  • Para visualizar os relatórios da sua Conta do Cloud Billing, incluindo a visualização das informações de custo de todas dos projetos do CloudCloud vinculados à conta, você precisa de um papel que inclua o seguinte: permissão na sua conta do Cloud Billing:

    • billing.accounts.getSpendingInformation

    Para receber essa permissão, peça ao administrador que conceda a você um dos seguintes papéis do IAM do Cloud Billing na sua Conta do Cloud Billing:

    • Administrador da conta de faturamento
    • Gerente de custos da conta de faturamento
    • Visualizador da conta de faturamento
  • Proprietários de projetos, Editores de projetos e Leitores de projetos podem visualizar relatórios do Faturamento do Cloud para projetos específicos do Cloud.

Se outra pessoa gerencia sua Conta do Cloud Billing, talvez você não tenha as permissões necessárias para visualizar esse relatório. Se esse for o caso e você achar que precisa ver os custos da sua conta do Cloud Billing ou do projeto do Cloud, entre em contato com a pessoa na sua organização que gerencia sua conta do Google Cloud.

Para mais informações sobre as permissões do Faturamento do Cloud, consulte:

Primeiros passos

Para visualizar os relatórios da sua Conta do Cloud Billing:

  1. Faça login no Console do Google Cloud

    Fazer login no Console do Cloud

  2. Abra o console no menu de navegação (), e selecione Faturamento.

    Se você tiver mais de uma conta de faturamento do Cloud, siga um destes procedimentos:

    • Para gerenciar o Faturamento do Cloud no projeto atual, selecione Acessar a conta de faturamento vinculada.
    • Para localizar outra Conta de faturamento do Cloud, selecione Gerenciar contas de faturamento e escolha a conta com os relatórios que você quer ver.
  3. No menu de navegação de faturamento, selecione Relatórios.

Como ler o gráfico de relatórios do Faturamento do Cloud

O gráfico do relatório exibe linhas empilhadas em que cada uma representa o custo ao longo do tempo. Com a configuração Agrupar por, você determina o que cada linha representa. Cada agrupamento tem a própria linha no gráfico e na tabela.

Existem várias opções disponíveis para personalizar as visualizações de relatório, incluindo filtros e outras configurações. A visualização muda dependendo das seleções de filtro escolhidas.

A visualização padrão usa a predefinição Mês atual, todos os projetos. Nela:

  • O relatório exibe os custos diários de uso do mês atual agrupados por projeto para todos os serviços do Google Cloud. Isso inclui todos os créditos específicos de uso aplicados. O relatório mostra os projetos que incorrem em custos específicos de uso no mês.

  • A barra de resumo acima do gráfico apresenta os gastos separadamente: o custo real no mês atual e as despesas totais estimadas para todo o mês atual.

  • Uma linha específica no gráfico indica a direção da tendência do custo previsto.

  • Cada linha do gráfico e da tabela de resumo corresponde ao projeto, classificado por custo: do menor ao maior.

  • Alguns custos, como os de suporte, não estão relacionados a um projeto e são exibidos como [Charges not specific to a project].

  • O rodapé de resumo, abaixo da tabela, exibe o detalhamento do custo com base nas seleções de filtro escolhidas.

Exemplo do gráfico do relatório de faturamento.

As configurações padrão do relatório são diferentes se você acessar o relatório na página Orçamento e alertas. O período e os filtros do relatório são configurados usando o escopo do orçamento. Para mais detalhes, consulte Como ver um orçamento no relatório.

Como alterar configurações do gráfico

Agregação de tempo

Também é possível especificar uma agregação de tempo diferente usando a lista Por dia/por mês no canto superior direito do gráfico.

Alterar agregação de tempo.

Estilo de gráfico

Especifique um estilo de exibição em gráfico diferente usando o seletor Gráfico de linhas/Gráfico de barras no canto superior direito do gráfico.

Alterar estilo de exibição em gráfico.

Ordem dos dados

A ordem dos dados exibidos no gráfico de barras ou de linhas empilhadas é controlada pela categoria de dados na qual você está classificando, conforme indicado por uma seta no cabeçalho da coluna na tabela de resumo. É possível alterar a ordem de classificação dos dados clicando em um cabeçalho de coluna diferente. A direção da seta indica se você está classificando de maior para menor (seta para baixo ) ou menor para maior (seta para cima ). Para inverter a ordem de classificação na coluna selecionada, clique no cabeçalho da coluna novamente.

Defina a ordem de classificação dos dados clicando no cabeçalho da coluna.

Visualizações predefinidas

As seguintes visualizações predefinidas estão disponíveis:

  1. Mês atual, todos os projetos (padrão): o custo diário do mês atual relacionado a todos os serviços e SKUs, agrupado por projeto. Isso inclui todos os créditos de uso específico aplicados.
  2. Mês atual, todos os serviços: igual à opção (1), mas agrupado por serviços (por exemplo, Compute Engine ou Cloud Storage).
  3. Último mês, todos os projetos: o custo diário do último mês (e não dos últimos 30 dias) relacionado a todos os serviços e SKUs, agrupado por projeto. Isso inclui todos os créditos de uso específico aplicados.
  4. Último mês, todos os serviços: igual à opção anterior (3), mas agrupados por serviços.

Visualizações predefinidas.

Agrupamento e filtragem

Além das visualizações predefinidas, é possível personalizar as visualizações de relatório usando as opções disponíveis de agrupamento e filtragem.

Opções de agrupamento e filtragem na página de relatórios.

Intervalo de tempo

É possível selecionar entre Data de uso ou Mês da fatura.

  • Data de uso retorna os dados reais de uso e custo gerados durante o período selecionado. Se você selecionar Data de uso, poderá escolher um período predefinido ou personalizado para os dados de custo dos gráficos (disponíveis a partir de janeiro de 2017).

    Quando você define o período do relatório por Data de uso, a coluna Custo exibe os custos calculados usando os preços que são aplicáveis à sua Conta do Cloud Billing. Se sua Conta do Cloud Billing estiver associada a um contrato de preço negociado, a economia negociada seráincluída nos cálculos de Custo.

  • Mês da fatura retorna uso e cobranças nas faturas emitidas para os meses selecionados. Se você selecionar o Mês da fatura, poderá definir um período com base nos meses completos (disponível desde maio de 2019).

    Ao definir o período do relatório comoMês da fatura, começando com a fatura de Julho de 2020, as contas do Cloud Billing associadas a um contrato de preço negociado exibirão a Economia negociada como uma coluna de crédito, separada do Custo da lista. Os custos de lista são calculados usando o preço de tabela antes da aplicação de economia negociada ou de outros descontos.

Agrupar por

Os custos no relatório são resumidos pela opção Agrupar por selecionada. A opção Agrupar por determina as colunas que aparecem na tabela. Cada agrupamento tem a própria linha (ou barra) no gráfico ou na tabela.

As opções Agrupar por incluem o seguinte:

  • Subconta: se você é um revendedor com subcontas, é possível selecionar essa opção agrupar por para resumir os custos por subconta.

  • Projeto (padrão): quando agrupado por Projeto, a tabela inclui colunas para Projeto (este é o nome do projeto), ID do projeto e Número do projeto. Ao agrupar por projeto, os custos que não pertencem a um projeto são exibidos como [Cobranças não são específicas de um projeto].

    O número do projeto é um número anônimo atribuído pelo Google e gerado automaticamente para cada projeto que você cria. Nos casos de suporte e em outras comunicações com o cliente, o Google se refere a seus projetos pelo número do projeto. O número do projeto persiste depois que você exclui um projeto e todos os custos associados a projetos excluídos são identificados com o número do projeto. Saiba mais sobre como identificar projetos.

  • Serviço: quando agrupados por Serviço, os custos e créditos são resumidos por Serviço, como Compute Engine e BigQuery.

  • SKU: quando são agrupadas por SKU, a tabela inclui colunas para SKU, Serviço, SKU ID e Uso. O custo e os créditos são calculados por SKU e níveis de preços do SKU. O agrupamento por SKU é útil quando você quer analisar os detalhes dos custos e créditos.

  • Local: região ou multirregião*: quando agrupados por local, os custos e créditos são resumidos pelas regiões em que seus aplicativos estão localizados. Ao agrupar por local, os custos que não pertencem a uma região ou multirregião são exibidos como [Cobranças não são específicas de um local]. As listagens multirregionais são marcadas com um asterisco (por exemplo, us*). Saiba mais sobre áreas geográficas e regiões.

  • Chaves de rótulo: o agrupamento por chave de rótulo resume os custos por cada valor de rótulo pareado com a chave de rótulo selecionada (por exemplo, key1:value-A, key1:value-B, key1:value-C). Os custos que não estão marcados com a Chave de rótulo selecionada são resumidos como [Cobranças por outro uso]. Saiba mais sobre como criar e gerenciar rótulos de recursos.

    Ao agrupar por chaves de rótulos, você não verá rótulos aplicados a um projeto. Você vê outros rótulos criados pelo usuário que você configurou e aplicou aos serviços do Google Cloud. Para mais informações, consulte usos comuns de rótulos.

  • Sem agrupamento (mostrar somente custo total): resume o custo total do período específico e dos filtros selecionados.

Filters

  • Projetos: é possível selecionar todos os projetos do Cloud na Conta do Cloud Billing (padrão) ou selecionar um subconjunto de projetos clicando neles na lista.

  • Serviços: é possível selecionar todos os serviços (padrão) ou um subconjunto de serviços clicando neles na lista.

  • SKUs: selecione todas as SKUs (padrão) ou um subconjunto de SKUs clicando nelas na lista. Para saber mais sobre SKUs, consulte o relatório da tabela de preços.

  • Local: por padrão, todos os locais estão ativados. Ao clicar nos blocos de local, é possível filtrar em um subconjunto de locais por área geográfica (como Europa), multirregião (como Global) ou região (como us-east1). Especificamente, o relatório é filtrado por regiões e multirregiões selecionadas. Use os blocos em Geografia para selecionar (ou desmarcar) rapidamente todas as regiões e multirregiões nessa área geográfica. Blocos de multirregiões são marcados com um asterisco (por exemplo, us*). Saiba mais sobre áreas geográficas e regiões.

  • Rótulos: os rótulos são pares de chave-valor que você anexa ao uso de recursos (por exemplo, Compute Engine ou Cloud Storage). Para filtrar o uso por rótulo:

    1. Expanda a seção Rótulos.
    2. Selecione o rótulo Chave.
    3. Selecione o Valor na chave que você quer filtrar (o padrão são todos os valores abaixo da chave selecionada).

    Para adicionar outro rótulo com uma chave diferente, clique em + Adicionar rótulo e selecione a chave e os valores para o filtro de rótulos.

    Para remover um filtro de rótulo, clique no ícone de exclusão () à direita dos campos do rótulo.

    Ao filtrar por chaves de rótulo, não é possível selecionar rótulos aplicados a um projeto. É possível selecionar outros rótulos criados pelo usuário que você configurou e aplicou aos serviços do Google Cloud. Para mais informações sobre rótulos, consulte usos comuns de rótulos e como criar e gerenciar rótulos de recursos.

  • Subcontas: se sua Conta do Cloud Billing tiver subcontas, será possível selecionar todas as subcontas (padrão) ou selecionar um subconjunto de subcontas clicando nelas na lista.

  • Créditos: selecione todos os créditos aplicáveis (padrão) a serem incluídos nos cálculos de custo, ou desmarque algumas ou todas as opções de crédito. Saiba mais sobre como visualizar seus créditos.

  • Cobranças no nível da fatura: se o período estiver definido como Mês da fatura, será possível selecionar todas as cobranças no nível da fatura (padrão) a serem incluídas nos cálculos de custos resumidos ou desmarcar algumas ou todas as opções no nível da fatura. As cobranças no nível da fatura são exibidas no cabeçalho do resumo acima do gráfico e no rodapé do resumo abaixo da tabela. Saiba mais sobre como visualizar suas cobranças por fatura.

Como salvar e compartilhar visualizações de relatórios

Você pode definir muitas opções para personalizar seus relatórios on-line. Depois de definir sua configuração de relatório para criar uma visualização personalizada, convém salvar suas configurações para serem reutilizadas por você ou outra pessoa da organização que tenha o nível correto de permissões para visualizar relatórios a conta do Cloud Billing. Use estas opções para salvar e compartilhar suas visualizações de relatório personalizadas:

  • Visualizações salvas: use visualizações salvas para salvar as configurações de gráfico e agrupar e filtrar configurações selecionadas ao configurar seu relatório. As Visualizações salvas são salvas na página "Relatórios" e podem ser vistas pelos usuários da sua organização com acesso ao nível da conta do Cloud Billing, que pode ver relatórios para todos os custos e projetos da conta de faturamento do Cloud.
  • Compartilhar: como alternativa, é possível compartilhar o URL de um relatório personalizado usando o botão Compartilhar. Compartilhar é uma opção rápida para enviar o URL de um relatório personalizado para um destinatário de sua escolha fora da IU de relatórios. Ao configurar seu relatório definindo filtros e agrupamentos, o URL do navegador é atualizado para incluir suas seleções. É possível compartilhar o relatório copiando o URL. O recurso Compartilhar está disponível para clientes com acesso no nível da conta do Faturamento do Cloud, bem como proprietários de projetos, editores do projeto e leitores do projeto que podem visualizar os relatórios do Cloud Billing para projetos específicos do Google Cloud.

Permissões necessárias para criar ou acessar uma visualização salva

O recurso de visualizações salvas está disponível na página "Relatórios" para clientes que têm o nível correto de permissões na conta do Cloud Billing. Para interagir com o recurso Visualizações salvas na página "Relatórios", você precisa ter permissões com acesso ao nível da conta do Cloud Billing. Os papéis com as permissões necessárias são administrador da conta de faturamento ou leitor da conta de faturamento na conta do Cloud Billing.

  • Administradores da conta de faturamento têm acesso total ao recurso Visualizações salvas e podem criar uma nova visualização salva, abrir uma visualização salva e atualizar, renomear e excluir visualizações salvas.
  • Os visualizadores de conta de faturamento têm acesso para abrir uma visualização salva anteriormente, mas não podem criar novas visualizações salvas ou atualizar, renomear ou excluir visualizações salvas.
  • Se você for proprietário, editor ou visualizador do projeto, poderá ver os relatórios do Cloud Billing referentes a projetos específicos do Google Cloud. No entanto, como esse nível de acesso de faturamento não permite visualizar todos os custos de todos os projetos vinculados à conta do Cloud Billing, você não será criar ou acessar visualizações salvas na página "Relatórios". Em vez disso, use o recurso Compartilhar para copiar e compartilhar o URL de um relatório personalizado.

Para mais informações sobre as permissões do Faturamento do Cloud, consulte Visão geral do controle de acesso do Cloud Billing.

Salvar uma nova visualização de relatório

  1. Acesse Relatórios do Cloud Billing no Console do Google Cloud.
  2. Defina as configurações de gráfico preferidas e informe as configurações de filtro e filtro.
  3. Clique em Salvar visualização.
  4. Digite um nome da visualização salva (obrigatório). Por padrão, um nome é preenchido automaticamente com base nos filtros selecionados.
  5. Clique em Save.

Abrir uma visualização salva

  1. Acesse Relatórios do Cloud Billing no Console do Google Cloud.
  2. Procure a lista suspensa "Visualizações salvas" no cabeçalho do relatório.
  3. Selecione Visualizações salvas para expandir a lista e selecione uma vista para abrir o relatório com as configurações e os filtros salvos. Caso tenha muitas visualizações salvas, você poderá usar a ferramenta de filtro de lista para restringir a lista de visualizações disponíveis.

Atualizar uma visualização salva para usar configurações de relatório diferentes

  1. Acesse Relatórios do Cloud Billing no Console do Google Cloud.
  2. Procure a lista suspensa "Visualizações salvas" no cabeçalho do relatório.
  3. Selecione Visualizações salvas para expandir a lista e selecione uma vista para abrir o relatório com as configurações e os filtros salvos.
  4. Atualize as configurações do gráfico e as configurações de agrupamento e filtros do relatório para produzir outra visualização do relatório.
  5. Clique em Salvar visualização.
  6. Selecione Salvar atualizações.

    As configurações de filtro atualizadas agora são salvas na sua visualização salva atual com o nome original da visualização salva. Se você quiser renomear a visualização salva para refletir a configuração e os filtros atualizados, siga as etapas para renomear a visualização salva.

Criar uma nova visualização salva com base em uma visualização salva

  1. Acesse Relatórios do Cloud Billing no Console do Google Cloud.
  2. Procure a lista suspensa "Visualizações salvas" no cabeçalho do relatório.
  3. Selecione Visualizações salvas para expandir a lista e selecione uma vista para abrir o relatório com as configurações e os filtros salvos.
  4. Atualize as configurações do gráfico e as configurações de agrupamento e filtros do relatório para produzir outra visualização do relatório.
  5. Clique em Salvar visualização.
  6. Selecione Salvar como novo.
  7. Digite um nome da visualização salva (obrigatório). Por padrão, um nome é preenchido automaticamente com base nos filtros selecionados.
  8. Clique em Save.

Renomear uma visualização salva

  1. Acesse Relatórios do Cloud Billing no Console do Google Cloud.
  2. Procure a lista suspensa "Visualizações salvas" no cabeçalho do relatório.
  3. Selecione Visualizações salvas para expandir a lista e selecione a visualização que você quer renomear.
  4. À direita da caixa suspensa, selecione o menu mais opções ().
  5. Selecione Renomear.
  6. Atualize o nome da visualização e clique em Salvar.

Excluir uma visualização salva

  1. Acesse Relatórios do Cloud Billing no Console do Google Cloud.
  2. Procure a lista suspensa "Visualizações salvas" no cabeçalho do relatório.
  3. Selecione Visualizações salvas para expandir a lista e selecione a visualização que você quer excluir.
  4. À direita da caixa suspensa, selecione o menu mais opções ().
  5. Selecione Excluir.
  6. Selecione Confirmar para excluir permanentemente a visualização salva. Esta ação não pode ser desfeita.

Compartilhar ou adicionar o URL de um relatório personalizado aos favoritos

Além de usar o recurso Visualizações salvas, é possível adicionar aos favoritos ou compartilhar o URL de um relatório personalizado. Ao configurar seu relatório definindo filtros e agrupamentos, o URL da página é atualizado para incluir suas seleções.

  • É possível compartilhar o relatório copiando o URL. Clique em Compartilhar para copiar o URL para a área de transferência.
  • Opcionalmente, você pode adicionar o URL aos favoritos para salvá-lo com as configurações do relatório.

Como visualizar os custos previstos

Use o recurso de previsão para ver como seus custos estão em alta e quanto você projeta gastar, até 12 meses no futuro.

Se você estiver visualizando o relatório de faturamento do Cloud usando um período que termine em uma data futura, o gráfico do relatório exibe os custos reais e os custos previstos:

  • A barra de resumo acima do gráfico apresenta os gastos separadamente: o custo real calculado a partir da data de início e as despesas totais previstas para todo o período.
  • Uma linha de custo no gráfico indica a direção da tendência da estimativa.

Custo previsto.

As estimativas estão disponíveis para:

  • qualquer combinação de filtros (exceto o período de um Mês da fatura);
  • qualquer intervalo de tempo da Data de uso que termine com uma data futura. As previsões não estão disponíveis para o período de um mês da fatura.

    • Se você estiver vendo o relatório do mês atual, a data de término padrão será o final do mês.
    • Se quiser especificar um período, selecione Data de uso e escolha um período com a data Até: definida como uma data futura.

      É possível ver seus gastos previstos até 12 meses no futuro.

A tendência de custo é determinada ao:

  1. analisar todos os gastos históricos do Google Cloud com os filtros que você selecionou no momento;
  2. selecionar o subconjunto de dados mais relevante e recente a ser usado no modelo de previsão. Por exemplo, se o lançamento de um aplicativo recente aumentou bastante o uso, o algoritmo de seleção de histórico só analisará os dados após o lançamento do aplicativo;
  3. geração de uma previsão que considere a tendência a longo prazo e qualquer ciclo mensal consistente, como descontos por uso prolongado.

O custo total previsto combina:

  • o custo real total até o momento no período selecionado;
  • o custo previsto de cada dia no futuro no mesmo período.

O período selecionado para o relatório não afeta quais dados são usados para gerar a tendência e a estimativa de custo. Por exemplo, se estiver vendo um relatório do mês atual, os dados de custo dos meses anteriores ainda serão usados para se ajustar à tendência.

Como visualizar seus créditos

É possível usar os filtros Créditos para alterar a visualização dos cálculos de custos. É possível selecionar todos os créditos aplicáveis (padrão) que serão incluídos nos cálculos de custo ou desmarcar algumas ou todas as opções de crédito para excluir créditos dos cálculos de custo.

Ilustração das opções do filtro de créditos na página de relatórios.

Os créditos específicos de uso são listados em colunas separadas na tabela e afetam o valor do Subtotal. Há duas categorias de crédito específicos de uso: Descontos e Promoções e outros.

Para contas do Cloud Billing associadas a um contrato de preços negociados, ao visualizar seu relatório por mês da fatura é possível ver Economia negociada como uma coluna de crédito, separada do custo na coluna de preço de tabela.

Créditos de desconto

Os créditos de desconto são recorrentes e considerados parte integrante do custo final. Os descontos reduzem o custo do uso do Google Cloud. Se aplicável à sua Conta do Cloud Billing, há vários tipos de crédito de desconto que é possível ganhar, como os seguintes:

  • Níveis gratuitos: alguns serviços oferecem uso gratuito de recursos até os limites especificados. Nesses serviços, os créditos são aplicados para implementar o uso de nível gratuito.
  • Descontos por uso prolongado: são descontos automáticos recebidos pela execução de recursos específicos do Compute Engine em uma parte significativa do mês de faturamento.
  • Descontos por uso contínuo (com base em recursos): no Compute Engine, é possível comprar contratos de uso contínuo para garantir grandes descontos na utilização das VMs.
  • Descontos por uso contínuo (com base nos gastos): os descontos por uso contínuo com base em gastos dão um desconto em troca do seu compromisso de gastar um valor mínimo para um serviço em uma determinada região.
  • Descontos baseados em gastos (contratados): descontos aplicados após um limite de gasto contratual.
  • Assinaturas: assinaturas de longo prazo para serviços comprados em troca de descontos.
  • Margem do revendedor: apenas para revendedores, é o crédito do programa para revendedores recebido em itens qualificados.

Como visualizar os detalhes dos descontos por uso contínuo (CUD, na sigla em inglês)

Os descontos por uso contínuo reduzem os custos de uso do Compute Engine e de outros serviços do Google Cloud. Ao analisar os custos do Google Cloud, é útil entender como os compromissos adquiridos afetam os custos.

Por exemplo, para entender os custos atuais do Compute Engine, você precisa conhecer os custos de uso da RAM e núcleo da VM, bem como os descontos por uso prolongado e os descontos por uso contínuo gerados pelo uso do núcleo e da RAM.

Os descontos por uso contínuo consistem em três componentes que usam um formato de planilha de saldo para sua fatura:

  1. A taxa de compromisso é o custo com desconto do uso coberto.
  2. Custos sob demanda são os custos dos recursos que você consome, cobrados com base na listagem de produto padrão.
  3. Créditos de desconto por uso contínuo são custos negativos que compensam as cobranças qualificadas sob demanda cobertas pelo compromisso.

O impacto líquido desses três componentes é que você receberá um desconto sobre o uso coberto pelo compromisso. A soma da taxa de compromisso (1) e dos créditos de desconto por uso contínuo (3) equivale à economia dos descontos por uso contínuo. Para mais informações, consulte Noções básicas sobre fatura ou extrato.

  • Para configurar o relatório para exibir os componentes individuais que comparam os descontos por uso contínuo, agrupe os custos por SKU. A visualização de relatório padrão (não agrupada por SKU) não divide os componentes de CUD, mas inclui a rede dos três componentes.

  • Para visualizar apenas suas taxas de compromisso em andamento, limite os resultados do relatório às SKUs de taxas de compromisso relevantes usando o filtro de SKUs. Por exemplo, selecione o filtro de SKUs e digite Commitment [YOUR COMMITMENT TYPE].

Promoções e outros créditos

Promoções e outros créditos normalmente são usados apenas uma vez e reduzem o custo do uso do Google Cloud.

  • Promoções: promoções são itens como avaliação gratuita do Google Cloud e créditos de campanhas de marketing ou outras concessões para usar o Google Cloud. Os créditos promocionais geralmente são considerados uma forma de pagamento. Quando estiverem disponíveis, os créditos promocionais são aplicados automaticamente para reduzir a fatura total.
  • Outros: quaisquer créditos que não se enquadrem nas categorias de descontos ou créditos promocionais.

Dica: para entender seus custos atuais do Google Cloud após a expiração do teste gratuito do Google Cloud, desmarque a caixa de seleção Promoções.

Economia negociada

Economia negociada é um tipo de crédito disponível para contas do Cloud Billing que estão associadas a um contrato de preços negociados.

A economia negociada representa a diferença nos custos calculados por meio dos preços de lista em comparação com os mesmos custos calculados com o uso de preços negociados.

Negotiated savings = List price - Negotiated contract price

Dependendo de como você configurar o relatório, será possível incluir seus itens negociados em uma única coluna Custo ou visualizar explicitamente o campo Créditos de economia negociados em uma coluna separada da coluna Custo de lista. O custo de lista é o cálculo dos custos por meio dos preços de tabela, antes de aplicar a economia negociada ou qualquer outro desconto ou crédito.

  • Antes do mês da fatura de julho de 2020 ou ao visualizar o relatório usando uma Data de uso, os custos serão calculados usando opreço de contrato negociado, resultando em uma única coluna para Custo que inclui sua economia negociada:

    Exemplo de um relatório de faturamento para uma Conta do Cloud Billing
associada a um contrato de preços negociados, mostrando uma única
coluna de custo que inclui a economia negociada.
    Exemplo de um relatório de faturamento para uma conta do Cloud Billing associada a um contrato de preços negociados, configurado com umaData de uso.
  • Começando com sua fatura de julho de 2020 é possível configurar seu relatório para visualizar a economia negociada como uma coluna de crédito, separada da coluna Custo de lista. Para visualizar colunas separadas para Custo de lista e Economia negociada, configure seu relatório por Mês da fatura. Na seção Período do painel Filtros, selecione Mês da fatura e defina o intervalo de meses De e Até:

    Exemplo de um relatório de faturamento para uma Conta do Cloud Billing
associada a um contrato de preços negociados mostrando os valores
negociados como uma coluna de crédito, separados da coluna "Custo de lista" que exibe
o custo de uso base calculado com preços de lista.
    Exemplo de um relatório de faturamento para uma conta do Cloud Billing associada a um contrato de preços negociados, configurado com um Mês da fatura.

Para uma visão geral de quanto seus créditos baseados em uso estão economizando em sua fatura, consulte o relatório Detalhamento de custos.

Como visualizar um orçamento no relatório

Quando você abre o relatório a partir de um orçamento existente, os filtros dele são configurados com base no escopo do orçamento e é possível visualizar o valor do orçamento no relatório. O valor da meta do orçamento aparece no gráfico do relatório como uma linha vermelha, tracejada e horizontal, ajudando a visualizar o orçamento enquanto você analisa os custos específicos rastreados pelo orçamento.

Você tem estas opções para visualizar um valor de orçamento em um relatório:

  • Ver o relatório de custos do mês atual, com filtros de relatório correspondentes ao escopo do orçamento.
  • Ver o relatório de custos dos últimos 12 meses, com filtros de relatório correspondentes ao escopo do seu orçamento.
Ver um orçamento no relatório de custos mostrando os custos do mês atual

Para visualizar um orçamento no seu relatório de custos do mês atual, siga estas etapas:

  1. Acesse a página da lista de orçamentos e alertas.
  2. Para acessar um relatório de custo configurado com as configurações do escopo do orçamento, clique na barra de progresso Orçamento e valor do orçamento que você quer analisar.
Exemplo da página da lista de orçamento, mostrando vários orçamentos e apontando
          para uma barra de progresso na coluna "Gasto e valor do orçamento".
Exemplo da página da lista de orçamentos. Clique na imagem para ver uma versão ampliada.

O relatório de custos é aberto com as seguintes configurações:

Exemplo de um relatório de custo aberto a partir de um orçamento. O relatório exibe uma
         linha de valor de orçamento no gráfico.
Exemplo de um relatório de custo aberto com base em um orçamento. Clique na imagem para ver uma versão ampliada.
Visualizar um orçamento no relatório de custos mostrando os custos dos 12 meses anteriores.

Para visualizar um orçamento no seu relatório de custos dos 12 meses anteriores, siga estas etapas:

  1. Acesse a página da lista de orçamentos e alertas.
  2. Acesse o escopo do orçamento aberto de um orçamento existente.
  3. No gráfico de tendência de custo do orçamento, clique no link Visualizar relatório para acessar um relatório de custo configurado usando o configurações de escopo do orçamento.
Exemplo do gráfico de tendência de custo de um orçamento, visível ao criar ou
          editar um orçamento, mostrando o link para navegar até a página do relatório de
          custos.
Exemplo de gráfico de tendência de custo de um orçamento. Clique na imagem para ver uma versão ampliada.

O relatório de custos é aberto com as seguintes configurações:

  • A opção Período é definida como Data de uso, selecionando Intervalo personalizado. O período está definido para os 12 meses anteriores.
  • A configuração Agregação de tempo no gráfico de relatórios está definida como Mensal.
  • O Estilo de gráfico está definido como gráfico de barras.
  • A opção Agrupar por é padronizada como Projeto.
  • O restante dos filtros de relatório é configurado usando as configurações de escopo do orçamento, como seleções de projetos, serviços, etiquetas e crédito.
  • Se você estiver acessando o relatório a partir de um orçamento existente, uma linha Valor do orçamento será exibida no gráfico do relatório, representando o tipo salvo anteriormente o valor do gasto desejado do orçamento. Se você navegar até o relatório enquanto estiver criando um orçamento, a linha do valor do orçamento não será exibida no relatório de custos.
Exemplo de um relatório de custo aberto no gráfico de tendência de custo de um orçamento.
         O relatório exibe uma linha de valor do orçamento no gráfico.
Exemplo de um relatório de custo aberto no gráfico de tendência de custo de um orçamento. Clique na imagem para ver uma versão ampliada.

Como analisar o relatório quando a linha de valor do orçamento estiver visível

A linha do valor do orçamento será removida do relatório se você ajustar a maioria das configurações. No entanto, você pode ajustar as seguintes configurações no relatório, e a linha do valor do orçamento permanecerá visível.

  • Configuração Agrupar por: é possível alternar a configuração Agrupar por para usar qualquer uma das opções disponíveis.
  • Configuração de Estilo de gráfico: é possível alternar a configuração de Estilo de gráfico entre gráficos de barras e de linhas.
  • Configuração de Créditos: selecione ou desmarque os Filtros de créditos para alterar a visualização dos seus cálculos de custo para incluir ou excluir créditos, ajudando a para visualizar como os créditos afetam os cálculos de custo em comparação com o valor da meta de orçamento.

Se você alterar outras configurações do relatório, o limite de valor do orçamento será removido. Essas configurações incluem as configurações de período do relatório, as configurações de agregação de tempo do gráfico e o filtros de relatório, incluindo Subcontas, Projetos, Serviços, SKUs, Locais e Rótulos.

Para restaurar o valor do orçamento, reabra o relatório usando um orçamento.

Como entender as diferenças entre escopos de orçamento e filtros de relatório

Os escopos de orçamento e os filtros de relatório têm um comportamento um pouco diferente. Em cada um dos escopos de um orçamento, selecione de uma lista de todos os itens possíveis disponíveis em um determinado escopo. Em cada um dos filtros de relatório, é possível selecionar de uma lista de itens que incorreram em custos de uso na Conta do Cloud Billing que você está visualizando. Isso significa que os itens selecionáveis nos escopos do orçamento podem não corresponder exatamente aos itens selecionáveis nos filtros do relatório de custos.

Veja os exemplos a seguir para mais informações:

Projetos: escopo do orçamento versus filtro do relatório de custos

Para a conta de faturamento do Cloud, considere o seguinte em relação aos projetos:

  • 20 projetos atualmente ativos incorrem em custos.
  • 10 projetos inativos que tiveram custos anteriormente.
  • Essa conta de faturamento do Cloud também está sujeita a cobranças que não são específicas de um projeto, como o custo de um plano de suporte.
Budget Relatório de custos
Com o orçamento, no escopo Projetos, é possível selecionar um dos 20 projetos atualmente ativos. Não é possível selecionar projetos inativos ou selecionar [Cobranças não específicas para um projeto]. No relatório de custos, a lista de filtros Projetos inclui todos os projetos que tiveram custos de uso, projetos ativos e inativos. O filtro Projetos também inclui a opção de selecionar e visualizar [Cobranças não específicas de um projeto].
No orçamento, defina o Escopo do projeto como "Todos os projetos (20)", em que "20" indica 20 projetos ativos. Quando você abre o relatório de custos do orçamento, o valor no filtro Projetos do relatório exibe "Todos os projetos (31)", em que "31" indica que você tem 31 projetos que incorreram em custos na conta do Cloud Billing que você está visualizando, incluindo projetos ativos e inativos, e [Cobranças não específicas de um projeto].
Ao abrir o relatório de custos a partir do gráfico de tendência de custo do orçamento, se o escopo do orçamento estiver definido para todos os projetos e a conta de faturamento do Cloud estiver com custos, não específico de um projeto, você pode notar que seus custos aparecem mais no relatório de custos do que no gráfico de tendência de custo do orçamento.

Serviços: escopo de orçamento versus filtro de relatório de custos

Para a conta de faturamento do Cloud, considere o seguinte em relação aos serviços:

  • Existem 200 serviços ou produtos possíveis que você pode usar.
  • A conta de faturamento do Cloud incorreu em custos para 16 dos 200 serviços possíveis.
Budget Relatório de custos
Com seu orçamento, no escopo de Serviços, é possível ver e selecionar todos os 200 serviços possíveis, mesmo que você ainda não tenha incorrido em nenhum uso ou custo para esses serviços. No relatório de custos, sua lista de filtros Serviços inclui apenas os serviços ou produtos relacionados aos custos de uso.
No orçamento, defina o Escopo de serviços como "Todos os serviços (200)", em que "200" indica todos os serviços possíveis. Quando você abre o relatório de custos do orçamento, o valor no filtro Serviços do relatório exibe "Todos os serviços (16)", em que "16" indica que você tem apenas 16 serviços. que incorreram em custos na sua conta do Cloud Billing.

Como visualizar as cobranças nas suas faturas

Altere a visualização do relatório para exibir cobranças por mês da fatura, incluindo cobranças no nível da fatura, por exemplo, tributos, créditos contratuais ou sobretaxas. Se você receber mais de uma fatura por mês, a visualização do relatório agregará todos os custos da fatura do mês. Não é possível visualizar o relatório por fatura individual.

Se você quiser ver custos detalhados por fatura, consulte o relatório da tabela de custos. Usando o relatório da tabela de custos, é possível visualizar os custos da fatura por número de fatura e fazer o download do relatório em CSV para análise off-line.

Para visualizar o relatório de custos da mês da fatura, na seção Período do painel Filtros, selecione Mês da fatura e defina o intervalo do mês em De e Até.

  • A seção Cobranças no nível da fatura (abaixo da seção "Créditos" no painel Filtros) agora está disponível e os Tributos e Ajustes estão ativados por padrão.

  • O resumo do relatório, acima do gráfico, exibe os tributos quando o Mês da fatura é selecionado.

Custos por mês da fatura, incluindo cobranças no nível da fatura.

  • O rodapé de resumo, abaixo da tabela, exibe o detalhamento dos custos com base nas suas seleções de filtro. As cobranças no nível da fatura (tributos e ajustes) ficam em branco (—) quando você filtra por Data de uso ou quando define outros filtros de relatório, como projetos, serviços ou SKUs.

Rodapé que resume os custos do relatório com base nas suas seleções de filtro.

Para visualizar todas as cobranças de uma única fatura, faça o seguinte:

  1. Na seção Período, no painel direito, selecione Mês da fatura e defina o período De e Até para o mesmo mês (por exemplo, maio de 2019).
  2. Selecione a configuração de agrupamento de sua preferência, por exemplo, por projeto, serviço ou SKU.
  3. Confirme que nenhum outro filtro está definido. Ou seja, você consegue visualizar o relatório para TODOS os projetos, produtos, SKUs, créditos e assim por diante.

    No rodapé de resumo, o detalhamento de custos exibe os itens a seguir:

    • Subtotal: a soma do grupo por custos, depois de promoções e descontos.
    • Ajustes: a soma das notas de crédito ou débito e outros ajustes aplicados à sua conta de faturamento do Cloud devido a correções de faturamento, requisitos contratuais etc., conforme informado nas faturas emitidas para o mês da fatura. Os ajustes podem ser emitidos em um mês diferente do mês da fatura em que são aplicados. Para mais detalhes sobre ajustes, consulte Noções básicas sobre ajustes e notas. Você não verá este item de linha se não houver ajustes aplicados às suas faturas.
    • Tributo: soma de todos os impostos relatados de todas as faturas do mês da fatura.
    • Total: inclui todos os créditos, ajustes, tributos e erro de arredondamento, agregados de todas as faturas emitidas para o mês da fatura.

      Dica: os erros de arredondamento estão incluídos no total, mas não são listados como um item de linha separado. Para visualizar a soma exata do erro de arredondamento, passe o ponteiro do mouse sobre a dica de ferramenta () ao lado de Total.

  • Relatório de tabela de custo: uma visualização tabular detalhada dos custos mensais para uma determinada fatura ou extrato (por mês da fatura), que pode ser filtrada e transferida por download.
  • Relatório de detalhamento de custos: uma visualização em cascata rápida dos custos mensais calculados usando o preço sob demanda para o uso do Google Cloud, como os créditos economizaram dinheiro na sua fatura e as cobranças no nível da fatura aplicadas no mês da fatura.

Disponibilidade de dados

Nos relatórios de faturamento do Cloud, o custo de uso dos dados estão disponíveis desde janeiro de 2017 no nível da SKU. Os dados de custo visualizados por mês de fatura estão disponíveis desde maio de 2019 no nível de SKU. Os dados no nível de sub-SKUs (por exemplo, por código do recurso) não estão disponíveis no momento.

Desde janeiro de 2017, os seguintes dados são incluídos nos relatórios do Faturamento do Cloud:

  • Uso de SKU: esses dados são relatados nas unidades de preço mostradas no relatório de tabela de preços, por exemplo, gibibyte/mês.

  • Custo da SKU: é baseado no preço de tabela ou no preço de contrato negociado para o uso, qualquer preço aplicável à sua conta do Cloud Billing. Ele é informado na moeda em que sua Conta do Cloud Billing é cobrada.

  • Créditos específicos de uso: inclui todos os créditos e custos aplicados diretamente ao uso de SKU, como descontos por uso prolongado, descontos por uso contínuo ou teste gratuito e outros créditos promocionais aplicados.

  • Dados de localização: isso inclui custos gerados por região ou multirregião.

Desde maio de 2019, os seguintes dados estão disponíveis nos relatórios do Cloud Billing:

  • Tributos: os tributos aplicados à sua fatura são reportados pelos meses da fatura selecionados.

  • Modificações de faturamento no nível da conta: soma de créditos ou sobretaxas aplicadas no nível da conta devido a correções do Faturamento do Cloud, requisitos contratuais etc. Reportados como Ajustes ao visualizar relatórios por Meses da fatura. O mês em que um ajuste é emitido pode ser diferente do mês em que o ajuste é aplicado. Para orientações sobre como analisar ajustes, consulte Noções básicas sobre notas e ajustes.

  • Detalhes da fatura: é possível representar graficamente ou agrupar o uso por meses da fatura. Observação: não exibimos o número da fatura nesta visualização de relatório.

Desde julho de 2020, os seguintes dados estão disponíveis nos relatórios do Cloud Billing:

  • Economia negociada: visível para contas de faturamento do Cloud associadas a um contrato de preços negociados, a Economia negociada mostra a diferença no custo entre o preço negociado em comparação com o preço de tabela atual. A coluna Economia negociada é exibida ao visualizar seu relatório por Mês da fatura, começando com a fatura de julho de 2020.

    Antes de julho de 2020 ou ao visualizar o relatório usando um período de Data de uso, os custos são calculados com base no preço do contrato negociado, resultando em uma única coluna para Custo que inclui sua economia negociada.

Dados disponíveis para visualização de custos por mês da fatura:

Observação: em geral, as faturas incluem todos os custos gerados durante determinado mês, mas o custo referente ao uso de alguns produtos no fim do mês pode ser registrado na fatura do mês seguinte. Consequentemente, sua fatura pode incluir custos de mais de um mês. O uso é informado pela data de uso real ao visualizar os detalhes da fatura e os relatórios on-line.

Outros dados específicos de uma fatura incluem os totais de todos os impostos e ajustes.

Perguntas frequentes

Como faço para ver os dados por trás dos relatórios do Faturamento do Cloud?

Configure a Conta do Cloud Billing para exportar dados para o BigQuery ou para exportar dados para um arquivo CSV ou JSON no Cloud Storage e use o BigQuery ou suas próprias ferramentas para analisar os itens de linha de custo exportados. Os dados do Faturamento do Cloud exportados para o BigQuery são os mesmos dados usados pelos relatórios do Faturamento do Cloud.

Posso salvar, compartilhar ou adicionar aos favoritos minha visualização de relatório do Faturamento do Cloud?

Há várias opções disponíveis.

  • Salvar uma visualização de relatório: é possível salvar visualizações de relatório personalizadas usando o recurso Visualizações salvas. As visualizações salvas estão disponíveis na página "Relatórios" e podem ser acessadas por qualquer pessoa que tenha acesso no nível da conta do Cloud Billing para visualizar relatórios de faturamento.
  • Compartilhar um relatório: é possível compartilhar um relatório copiando e compartilhando o URL do relatório personalizado do Cloud Billing.
  • Adicionar um relatório aos favoritos: é possível salvar uma visualização de relatório personalizada do Cloud Billing para acessá-la no seu navegador adicionar aos favoritos. O URL inclui as configurações de relatório que você selecionou.

  • Imprimir um relatório: é possível imprimir o relatório de faturamento do Cloud.

  • Criar um relatório personalizado: é possível recriá-lo usando as consultas dos dados exportados do Cloud Billing.

Como filtrar ou agrupar custos por zona, região ou multirregião?

É possível agrupar seus custos por região ou multirregião, além de filtrar por locais (regiões e multirregiões). No momento, os relatórios do Faturamento do Cloud não são compatíveis com filtragem ou agrupamento por zona.

Por que os custos por data de uso são diferentes dos custos do mês da fatura?

Às vezes, há um pequeno atraso (até alguns dias) nos relatórios de uso. No final de um mês, é possível que o uso informado com atraso não esteja incluído na fatura desse mês e, em vez disso, passe para a fatura do mês seguinte. No entanto, esse mesmo uso é informado pela data de uso real ao visualizar seus relatórios on-line. Como resultado, os custos para um mês com data de uso podem não ser mapeados diretamente para um mês da fatura.