Guia de início rápido usando o shell do HBase

Nesta página, você aprenderá a usar o shell do HBase para se conectar a uma instância do Cloud Bigtable, realizar tarefas administrativas básicas, além de ler e gravar dados em uma tabela.

Caso não queira usar o shell do HBase, siga o guia de início rápido usando o comando cbt.

Antes de começar

  1. Selecione ou crie um projeto do GCP.

    Acessar a página Gerenciar recursos

  2. Verifique se o faturamento foi ativado para o projeto.

    Saiba como ativar o faturamento

  3. Ativar Cloud Bigtable e Cloud Bigtable Admin APIs.

    Ativar APIs

Criar uma instância do Cloud Bigtable

  1. Abra a página "Criar instância" no console do Google Cloud Platform.

    Abrir a página "Criar instância"

    Captura de tela da página "Criar instância"

  2. Em Nome da instância, digite Quickstart instance.

  3. Em Código da instância, digite quickstart-instance.

  4. Em Tipo de instância, selecione Desenvolvimento.

  5. Em Tipo de armazenamento, selecione SSD.

  6. Em Código do cluster, digite quickstart-instance-c1.

  7. Em Região, selecione us-east1.

  8. Em Zona, selecione us-east1-c.

  9. Clique em Criar para criar a instância.

Conectar-se à instância

  1. Abra uma janela de terminal no Cloud Shell.

    Abrir no Cloud Shell

  2. Clone o repositório que contém os arquivos de shell do HBase e altere para o diretório do shell do HBase:

    git clone https://github.com/GoogleCloudPlatform/cloud-bigtable-examples.git
    cd cloud-bigtable-examples/quickstart
  3. Inicie o shell do HBase:

    ./quickstart.sh

Agora você está conectado!

Ler e gravar dados

O Cloud Bigtable armazena dados em tabelas com linhas. Cada linha é identificada por uma chave de linha.

Os dados em uma linha são organizados em grupos de colunas. Um qualificador de coluna identifica uma única coluna em um grupo.

Uma célula é a interseção entre uma linha e uma coluna. Cada célula pode conter várias versões de um valor.

  1. Crie uma tabela chamada my-table, com um grupo de colunas chamado cf1:

    create 'my-table', 'cf1'
    

    O shell exibirá um resultado semelhante a este:

    0 row(s) in 1.5210 seconds
    
    => Hbase::Table - my-table
    
  2. Liste as tabelas:

    list
    

    O shell exibirá um resultado semelhante a este:

    TABLE
    my-table
    1 row(s) in 1.3580 seconds
    
    => ["my-table"]
    
  3. Coloque o valor test-value na linha r1 usando o grupo de colunas cf1 e o qualificador de coluna c1:

    put 'my-table', 'r1', 'cf1:c1', 'test-value'
    
  4. Use o comando scan para fazer a verificação da tabela e ler os dados acrescentados:

    scan 'my-table'
    

    O shell exibirá um resultado semelhante a este:

    ROW      COLUMN+CELL
     r1      column=cf1:c1, timestamp=1430687836046, value=test-value
    1 row(s) in 0.6260 seconds
    
  5. Exclua a tabela my-table:

    disable 'my-table'
    drop 'my-table'
    
  6. Digite exit e pressione Enter para sair do shell do HBase. Você verá uma série de mensagens de registro depois de sair, o que é normal.

Limpar

Para evitar cobranças na sua conta do GCP pelo uso de recursos neste guia de início rápido:

  1. Abra a lista de instâncias do Cloud Bigtable no console do GCP.

    Abrir a lista de instâncias

  2. Clique em Quickstart instance.
  3. Clique em Excluir instância.

    Captura de tela do painel "Excluir instância"

  4. Digite quickstart-instance e clique em Excluir para eliminar a instância.

Próximos artigos

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Documentação do Cloud Bigtable