Drivers do Magnitude Simba para BigQuery

Introdução

O Google fez uma parceria com a Magnitude Simba para fornecer drivers ODBC e JDBC que aproveitam a capacidade do SQL padrão do BigQuery.

Esses drivers foram desenvolvidos para ajudar os usuários a combinar a eficiência do BigQuery com ferramentas e infraestruturas atuais sem integração nativa. Se você estiver criando novas integrações com o BigQuery, recomendamos que considere a API nativa. A funcionalidade exposta por uma conexão ODBC/JDBC é necessariamente um subconjunto das capacidades completas do BigQuery.

Versões atuais do driver ODBC (2.2.0.1005)

Versões atuais do driver JDBC (1.2.1.1001)

Problemas conhecidos e perguntas frequentes

Posso usar esses drivers para ingerir ou exportar dados entre o BigQuery e meu ambiente atual?

Esses drivers utilizam a interface de consulta do BigQuery e não fornecem funcionalidades para aproveitar os mecanismos de ingestão ou a funcionalidade de exportação em grande escala do BigQuery.

É possível usar o DML para emitir pequenos volumes de solicitações INSERT, mas esse processo está sujeito aos limites do DML.

Como os drivers lidam com os esquemas de dados aninhados e repetidos do BigQuery?

Os dados aninhados e repetidos (também conhecidos como STRUCTS e ARRAYS no SQL padrão) são representados como saída JSON da API BigQuery para esses tipos, porque o modelo de dados ODBC não tem uma maneira adequada de representar os dados. É possível executar consultas que manipulem esses tipos. No entanto, se o esquema de saída de uma consulta tiver tipos complexos, os drivers os apresentarão codificados no formato JSON.

Os drivers são compatíveis com consultas parametrizadas?

Sim, os drivers são compatíveis com parametrização de posicionamento. Preparar uma consulta antes da execução fornece informações de validação, mas não afeta o desempenho da consulta executada.

É necessário adquirir uma licença para usar os drivers?

As versões anteriores da documentação que acompanha os drivers se referiam a arquivos de licença. Os drivers fornecidos não exigem arquivo de licença, e a documentação foi atualizada para deixar essa informação mais clara.

Os drivers são compatíveis com o prefixo de consulta do SQL?

O BigQuery é compatível com o uso de prefixos de consulta para alternar entre os dialetos SQL legado e SQL padrão, mas os drivers não são compatíveis. Eles mantêm um estado específico relacionado ao modo SQL usado e definem a opção explicitamente ao criar a conexão. Como o modo SQL é fixo quando a conexão é criada, os drivers não são compatíveis com a troca de dialetos SQL usando prefixos de consulta.

Como faço para receber suporte para esses drivers?

Consulte a nossa página de suporte para ver as opções. A equipe do BigQuery não fornece suporte direto de engenharia para os drivers. Em vez disso, ela se coordena com a equipe do Magnitude Simba, conforme necessário, para resolver problemas reportados.

Como estou sendo cobrado ao consultar o BigQuery por meio do driver?

Os drivers estão disponíveis para download sem nenhum custo. As consultas executadas usando o driver são cobradas com base em como o driver está configurado:

  • Preço da consulta se aplica por padrão a todas as consultas do driver. O preço da consulta é o único preço que se aplica quando o driver não está configurado para oferecer suporte a grandes conjuntos de resultados.
  • Preço de armazenamento se aplica além do preço da consulta quando o driver está configurado para gravar grandes conjuntos de resultados em uma tabela de destino. Os d ados são armazenados por 24 horas e os resultados da tabela incorrerão em 24 horas em custos de armazenamento.
  • Preço da API de armazenamento se aplica quando a API de armazenamento é chamada usando o driver. Esse preço se aplica aos dados lidos nos resultados da consulta e não aos dados verificados pela consulta. O preço da API de armazenamento se aplica apenas a grandes conjuntos de resultados.
Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Precisa de ajuda? Acesse nossa página de suporte.