Argumentos da linha de comando appcfg.py

O comando appcfg.py utiliza um conjunto de opções, uma ação e argumentos para a ação. Esse comando é usado em uma grande variedade de tarefas de gerenciamento de aplicativos, inclusive na implantação do aplicativo e na atualização de índices do armazenamento de dados.

A ferramenta appcfg está incluída apenas no SDK do App Engine original. É possível fazer o download dela e instalá-la no SDK do App Engine original para Python.

O App Engine SDK é atualizado sempre, e esta lista de argumentos pode não ser atual. Digite appcfg.py help para ver a lista de todas as ações disponíveis, e appcfg.py help <action> para detalhes sobre uma determinada ação.

update

appcfg.py [options] update <app-directory>|<files...>

A ação de atualização cria ou atualiza a versão do app nomeada no arquivo app.yaml no nível superior do diretório.

Se você especificar um diretório, ele precisará conter um arquivo app.yaml e todos os outros arquivos exigidos pelo aplicativo ou módulo que o app.yaml define.

Se o diretório contiver arquivos de configurações de aplicativo globais (index.yaml, queues.yaml, dispatch.yaml, dos.yaml, cron.yaml), use o comando update específico de cada um deles para implantar esse arquivo de configuração. Por exemplo, use update_dispatch para implantar o arquivo de expedição, update_cron para implantar o arquivo cron etc.

O comando segue symlinks e faz upload de maneira recursiva de todos os arquivos no servidor. Os arquivos de controle temporário ou origem, como foo~ e .svn/*, são ignorados.

Use o argumento files para fazer upload de um ou mais arquivos YAML que definam módulos. Nenhum outro tipo de arquivo YAML pode ser exibido na linha de comando. Somente os módulos especificados serão atualizados.

A seguinte opção se aplica a update:

--max_size
Tamanho máximo de um arquivo para upload (em bytes).
--no_precompilation
Desativa a pré-compilação automática do Python. A pré-compilação aumenta o desempenho de um aplicativo e reduz o tempo para importar um módulo ou um arquivo do Python, o que pode aumentar a velocidade da primeira solicitação processada por uma instância do aplicativo. Se você encontrar erros de pré-compilação ao implantar o aplicativo, tente especificar esse parâmetro.

help

appcfg.py help <action>
Imprime uma mensagem de ajuda sobre a ação indicada e sai.

cron_info

appcfg.py [options] cron_info <app-directory>
Exibe informações sobre a configuração da tarefa programada (cron), inclusive os tempos esperados das próximas execuções. Por padrão, exibe os tempos das 5 próximas execuções. Modifique o número de tempos de execução futuros exibidos com a opção --num_runs=....

download_app

appcfg.py download_app -A <project_id> -V <version> <output-dir>

Recupera a versão mais atual do código do aplicativo usando as seguintes opções:

-A
Obrigatório. O código do projeto.
-V
Opcional. Especifica a versão do código para download. Se omitida, a versão padrão será baixada.
<output-dir>
Obrigatório. O diretório onde você quer salvar os arquivos.

request_logs

appcfg.py [options] request_logs <app-directory> <output-file>

Recupera os dados de registro do aplicativo em execução no App Engine. Se a sinalização --append estiver definida, o parâmetro output-file será o nome do arquivo a ser criado, substituído ou anexado. Se output-file for um hífen (-), os dados de registro serão impressos no console. As seguintes opções se aplicam a request_logs:

--num_days=...
O número de dias de dados de registro a serem recuperados, finalizando na data atual à meia-noite UTC. O valor 0 recupera todos os registros disponíveis. Se --append for indicado, o padrão será 0. Do contrário, o padrão é 1.
--end_date=...

A data mais recente dos dados de registro a serem retornados, na forma YYYY-MM-DD. O padrão é hoje. A opção --num_days começa a contagem a partir da data de término e volta até a data inicial.

--severity=...

O nível de registro mínimo para as mensagens de registro a serem recuperadas. O valor é um número correspondente ao nível de registro: 4 para CRÍTICO, 3 para ERRO, 2 para AVISO, 1 para INFORMAÇÕES, 0 para DEPURAÇÃO. Todas as mensagens no nível de registro indicado e acima são recuperadas. O padrão é 1 (INFORMAÇÕES).

--append

Anexa os dados buscados ao arquivo de saída, começando com a primeira linha de registro ainda não presente no arquivo. Executar essa ação uma vez por dia com - --append resulta em um arquivo que contém todos os dados de registro.

O padrão é substituir o arquivo de saída. Isso não se aplicará se output-file for - (impressão no console).

--vhost=...

Se estiver presente, limitará as mensagens de registro baixadas apenas às emitidas por solicitações em um determinado nome de domínio. Por exemplo, --vhost=google.com faz o download apenas de mensagens de registro do aplicativo ativo no domínio google.com do G Suite, exceto aquelas emitidas por uma nova versão sendo testada em http://2.latest.your_project_id.appspot.com. Da mesma forma, --vhost=2.latest.your_project_id.appspot.com faz o download apenas de registros de versões de teste, exceto as ativas.

O valor é uma expressão regular correspondente ao cabeçalho Host das solicitações recebidas. O padrão diferencia maiúsculas de minúsculas, embora os nomes de domínio normalmente não façam isso.

--include_vhost

Inclui o nome de domínio para cada solicitação (o cabeçalho da solicitação Host) nos dados do registro da solicitação, como um campo adicional.

rollback

appcfg.py [options] rollback <app-directory>
Reverte uma atualização concluída parcialmente para o aplicativo indicado. Use-a se uma atualização tiver sido interrompida e o comando estiver informando que o aplicativo não pode ser atualizado por causa de um bloqueio.

set_default_version

appcfg.py [options] set_default_version <app-directory>
Especifica a versão padrão do módulo indicado.

migrate_traffic

appcfg.py [options] migrate_traffic <app-directory>
Implementa a migração de tráfego. Reencaminha dinamicamente o tráfego da versão padrão (veiculada) do aplicativo para a versão especificada no app.yaml. O tráfego é movido da versão anterior para a nova em alguns minutos, dependendo da quantidade de tráfego que o aplicativo está recebendo e de quantas instâncias estão em execução. Depois que todo o tráfego for migrado, a versão padrão (veiculada) do app será redefinida para a nova versão.

list_versions

appcfg.py [options] list_versions <app-directory>
Produz as versões enviadas para cada módulo de um aplicativo em YAML. O YAML é formatado como uma matriz associativa, mapeando module_ids para a lista de versões enviadas para esse módulo. A versão padrão é a primeira na lista.

delete_version

appcfg.py [options] delete_version -A project_id -V version
Exclui a versão especificada para o aplicativo especificado.

update_cron

appcfg.py [options] update_cron <app-directory>
Atualiza a configuração da tarefa programada (cron) no aplicativo, com base no arquivo cron.yaml.

update_dos

appcfg.py [options] update_dos <app-directory>
Atualiza a configuração de proteção DoS do app, com base no arquivo dos.yaml.

update_indexes

appcfg.py [options] update_indexes <app-directory>
Atualiza índices do armazenamento de dados no App Engine para incluir índices recém-adicionados. Se uma nova versão do aplicativo exigir uma definição de índice adicional que tenha sido adicionada a index.yaml, você poderá atualizar as definições de índice no App Engine antes de fazer upload da nova versão do aplicativo. Executar essa ação por algumas horas antes de fazer upload da nova versão do aplicativo dá aos índices tempo para construir e já veicular quando o aplicativo for implantado.

update_queues

appcfg.py [options] update_queues <app-directory>
Atualiza a configuração da fila de tarefas para o app com base no arquivo queue.yaml.

update_dispatch

appcfg.py [options] update_dispatch <app-directory>
Atualiza a expedição para o app com base no arquivo dispatch.yaml.

start_module_version

appcfg.py [options] start_module_version <app-directory>

Inicia a versão de módulo especificada.

Use as opções --module e --version para substituir as configurações no arquivo app.yaml.

stop_module_version

appcfg.py [options] stop_module_version <app-directory>

Interrompe a versão de módulo especificada.

Use as opções --module e --version para substituir as configurações no arquivo app.yaml.

vacuum_indexes

appcfg.py [options] vacuum_indexes <app-directory>
Exclui índices de armazenamento de dados não usados do App Engine. Ao remover as definições de índice de index.yaml, os índices não usados se acumulam porque não são excluídos automaticamente do App Engine. Invocar esse comando exclui todos esses índices não usados do App Engine.

Opções globais

O comando appcfg.py aceita as seguintes opções para todas as ações:

--application=...
O código do projeto a ser usado. Por padrão, ele é derivado da linha application: no arquivo app.yaml no diretório do aplicativo. Se --application for especificado, ele substituirá o código em app.yaml nessa ação.
--force
Força a exclusão de índices não usados. Por padrão, fazer o upload de um app não exclui os índices não usados do servidor, mesmo que eles não sejam exibidos no arquivo index.yaml.
--host=...
O nome do host da máquina local a ser usado com chamadas de procedimento remoto.
--max_size=...
Um tamanho máximo de arquivos para upload, como um número de bytes. Arquivos maiores que esse tamanho não serão enviados. O padrão é 10485760. O servidor aplica um tamanho de arquivo máximo de 10.485.760 bytes. Dessa forma, aumentar esse valor não terá nenhum efeito.
--module=...
O nome do módulo a ser usado. Por padrão, ele é derivado da linha module: no arquivo app.yaml no diretório do aplicativo. Se --module for especificado, ele substituirá o valor em app.yaml nessa ação.
--no_cookies
Não armazene o token de acesso do usuário. Siga sempre o fluxo OAuth2.
--noisy
Imprime muitas mensagens sobre o que o comando está fazendo. Isso é muito útil durante o trabalho com a equipe do App Engine para solucionar um problema de upload.
--noauth_local_webserver
Não usa o navegador da Web a fim de exibir páginas da Web para autenticação. Isso será útil para autenticação OAuth2 se você estiver conectado remotamente a uma máquina. Essa sinalização se aplica apenas a OAuth2.
--oauth2_refresh_token=token
Usar um token de atualização OAuth2 para autenticar em vez do padrão já armazenado no diretório inicial do usuário.
--quiet
Não imprime mensagens quando bem-sucedido.
--server=...
O nome do host do servidor do App Engine. O padrão é appengine.google.com.
--verbose
Imprime mensagens sobre o que o comando está fazendo.
--version=...
O código da versão a ser usado. Por padrão, ele é derivado da linha version: no arquivo app.yaml no diretório do aplicativo. Se --version for especificado, ele substituirá o código da versão em app.yaml nessa ação.
Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Ambiente padrão do App Engine para Python 2