Módulo google.appengine.api.datastore_types

Resumo

Tipos de dados semânticos de nível superior do armazenamento de dados. Espera-se que esses tipos sejam definidos como atributos de entidades. Consulte "Tipos de dados compatíveis" no Guia da API.

A maioria desses tipos se baseia em elementos XML de elementos Atom e GData dos namespaces atom e gd. Para mais informações, consulte:

http://www.atomenabled.org/developers/syndication/ http://code.google.com/apis/gdata/common-elements.html

Os esquemas de namespace são:

http://www.w3.org/2005/Atom http://schemas.google.com/g/2005

Conteúdo

class google.appengine.api.datastore_types.Blobsource

Bases: google.appengine.api.datastore_types._BaseByteType

Um tipo de blob, apropriado para armazenar dados binários de qualquer tamanho.

Ele se comporta de maneira idêntica ao tipo str do Python, exceto pelo construtor, que só aceita argumentos str.

class google.appengine.api.datastore_types.BlobKey(blob_key)source

Bases: object

Chave usada para identificar um blob no Blobstore.

Esse objeto encapsula uma string usada internamente pela Blobstore API para identificar blobs de aplicativo. O BlobKey corresponde ao nome da entidade BlobReference subjacente.

Essa classe é exposta na API em google.appengine.ext.db e google.appengine.ext.blobstore.

ToXml()source
class google.appengine.api.datastore_types.ByteStringsource

Bases: google.appengine.api.datastore_types._BaseByteType

Um tipo de string de bytes, apropriado para armazenar pequenos valores de dados indexados.

Ele se comporta de maneira idêntica a Blob, exceto por ser usado apenas em strings de bytes indexados, curtas.

class google.appengine.api.datastore_types.Category(tag)source

Bases: unicode

Uma tag, ou seja, uma palavra ou frase descritiva. Entidades podem ser marcadas por usuários e depois retornadas por uma consulta para essa tag. As tags também podem ser usadas para classificar resultados (frequência), legendas de fotos, agrupamento, atividade etc.

Aqui está uma descrição mais aprofundada: http://www.zeldman.com/daily/0405d.shtml

Este é o elemento "category" Atom. Na saída XML, a tag é fornecida como o atributo do termo. Consulte: http://www.atomenabled.org/developers/syndication/#category

Gera BadValueError caso a tag não seja uma string ou um subtipo.

TERM = 'user-tag'
ToXml()source
google.appengine.api.datastore_types.DatetimeToTimestamp(value)source

Converte um datetime.datetime em microssegundos depois de epoch, como um flutuante. :param value: datetime.datetime

Retorna: valor como um longo

google.appengine.api.datastore_types.DecodeAppIdNamespace(app_namespace_str)source

Decodifica app_namespace_str em um par (app_id, namespace).

Este método é o contrário de EncodeAppIdNamespace e é necessário para datastore_file_stub.

Parâmetros

app_namespace_str: um par app_id, namespace codificado por EncodeAppIdNamespace

Retorna

par (app_id, namespace) codificado em app_namespace_str

class google.appengine.api.datastore_types.Email(email)source

Bases: unicode

Um endereço de e-mail RFC2822. Não faz nenhuma tentativa na validação. Além de verificar registros MX, a validação do endereço de e-mail é um buraco de rato.

Este é o elemento gd:email. Na saída XML, o endereço de e-mail é fornecido como o atributo de endereço. Consulte: http://code.google.com/apis/gdata/common-elements.html#gdEmail

Gera BadValueError caso o e-mail não seja um endereço de e-mail válido.

ToXml()source
class google.appengine.api.datastore_types.EmbeddedEntitysource

Bases: google.appengine.api.datastore_types._BaseByteType

Um protótipo codificado EntityProto.

Ele se comporta de maneira idêntica a Blob, exceto pelo construtor, que aceita um argumento str ou EntityProto.

Pode ser decodificado usando-se datastore.Entity.FromProto(), db.model_from_protobuf() ou ndb.LocalStructuredProperty.

google.appengine.api.datastore_types.EncodeAppIdNamespace(app_id, namespace)source

Concatena o código do aplicativo e o namespace em uma única string.

Esse método é necessário para xml e datastore_file_stub.

Parâmetros
  • app_id: o código do aplicativo

  • namespace: o namespace a ser codificado

Retorna

A string que codifica o par app_id, namespace.

google.appengine.api.datastore_types.FromPropertyPb(pb)source

Converte um PB de propriedade em um valor Python.

Parâmetros

pb: entity_pb.Property

Retorna

# O tipo de retorno é determinado pelo tipo de argumento, string, int, bool, double, users.User, ou um dos tipos atom ou gd

google.appengine.api.datastore_types.FromPropertyTypeName(type_name)source

Retorna o tipo Python dado um nome de tipo.

Parâmetros

type_name: uma representação de string do nome de tipo de um armazenamento de dados.

Retorna

Um tipo Python.

google.appengine.api.datastore_types.FromReferenceProperty(value)source

Converte um PropertyValue de referência em um Key.

Parâmetros

value: entity_pb.PropertyValue

Retorna

Key

Gera

BadValueError caso o valor não seja um PropertyValue.

class google.appengine.api.datastore_types.GeoPt(lat, lon=None)source

Bases: object

Um ponto geográfico, especificado por coordenadas de latitude e longitude de ponto flutuante. Muitas vezes é usada para integrar com sites de mapas como o Google Maps. Ele também pode ser usado como coordenadas ICBM.

Trata-se do elemento georss:point. Na saída XML, as coordenadas são fornecidas como os atributos lat e lon. Consulte: http://georss.org/

Serializado para "<lat>,<lon>". Gera BadValueError caso seja passado como uma string serializada inválida, ou caso lat e lon não sejam pontos flutuantes válidos nos intervalos [-90, 90] e [-180, 180], respectivamente.

ToXml()source
lat = None
lon = None
google.appengine.api.datastore_types.GetPropertyValueTag(value_pb)source

Retorna a constante de tag associada ao entity_pb.PropertyValue.

class google.appengine.api.datastore_types.IM(protocol, address=None)source

Bases: object

Um manipulador de mensagens instantâneas. Inclui um endereço e seu protocolo. O valor de protocolo é um esquema IM padrão ou um URL que identifica a rede IM do protocolo. Os possíveis valores incluem:

Valor Descrição sip SIP/SIMPLE unknown Desconhecido ou não especificado xmpp XMPP/Jabber http://aim.com/ AIM http://icq.com/ ICQ http://talk.google.com/ Google Talk http://messenger.msn.com/ MSN Messenger http://messenger.yahoo.com/ Yahoo Messenger http://sametime.com/ Lotus Sametime http://gadu-gadu.pl/ Gadu-Gadu

Este é o elemento gd:im. Na saída XML, o endereço e o protocolo são fornecidos como os atributos de endereço e protocolo, respectivamente. Consulte: http://code.google.com/apis/gdata/common-elements.html#gdIm

Serializado para "<protocol> <address>". Gera BadValueError caso a tag não seja um esquema IM padrão ou um URL.

PROTOCOLS = ['sip', 'unknown', 'xmpp']
ToXml()source
address = None
protocol = None
class google.appengine.api.datastore_types.Key(encoded=None)source

Bases: object

A chave principal para uma entidade do armazenamento de dados.

Um GUID do armazenamento de dados. Uma instância Key identifica de maneira exclusiva uma entidade em todos os apps e inclui todas as informações necessárias para buscar a entidade do armazenamento de dados com Get().

Key implementa __hash__, e as instâncias de chave são imutáveis. Dessa maneira, chaves podem ser usadas em conjuntos e como chaves de dicionário.

ToTagUri()source

Retorna uma tag: URI dessa entidade a ser usada na saída XML.

As chaves estrangeiras para entidades podem ser representadas na saída XML como URIs de tag. RFC 4151 descreve o esquema de URI de tag. De http://taguri.org/:

O algoritmo de tag permite que as pessoas produzam - criem - identificadores que ninguém que esteja usando o mesmo algoritmo possa sequer produzir. Basta fazer o que você tem na cabeça, e os identificadores resultantes podem ser fáceis de ler, gravar e lembrar. Os identificadores estão em conformidade com a sintaxe URI (URL).

Os URIs de tags para entidades usam o domínio de autorização do app e a data em que o URI

foi gerado. A parte específica do namespace é <kind>[<key>].

Por exemplo, aqui está o URI de tag para um Kitten com a chave "Fluffy" no app catsinsinks:

tag:catsinsinks.googleapps.com,2006-08-29:Kitten[Fluffy]

Gera um BadKeyError caso a chave dessa entidade esteja incompleta.

ToXml()source

Retorna uma tag: URI dessa entidade a ser usada na saída XML.

As chaves estrangeiras para entidades podem ser representadas na saída XML como URIs de tag. RFC 4151 descreve o esquema de URI de tag. De http://taguri.org/:

O algoritmo de tag permite que as pessoas produzam - criem - identificadores que ninguém que esteja usando o mesmo algoritmo possa sequer produzir. Basta fazer o que você tem na cabeça, e os identificadores resultantes podem ser fáceis de ler, gravar e lembrar. Os identificadores estão em conformidade com a sintaxe URI (URL).

Os URIs de tags para entidades usam o domínio de autorização do app e a data em que o URI

foi gerado. A parte específica do namespace é <kind>[<key>].

Por exemplo, aqui está o URI de tag para um Kitten com a chave "Fluffy" no app catsinsinks:

tag:catsinsinks.googleapps.com,2006-08-29:Kitten[Fluffy]

Gera um BadKeyError caso a chave dessa entidade esteja incompleta.

app()source

Retorna o código do app da entidade, uma string.

entity_group()source

Retorna o grupo de entidades dessa entidade como uma Key.

A Key retornada ficará incompleta se essa for uma entidade raiz e a chave estiver incompleta.

static from_path(*args, **kwds)source

Método estático para criar uma chave de um "path" (tipo, código ou nome...).

Isso é útil quando um aplicativo quer usar apenas o código ou a parte do nome de uma chave. Por exemplo, um URL, em que o restante do URL oferece contexto suficiente para preencher o restante, ou seja, o código do app (sempre implícito), o tipo de entidade e, possivelmente, uma chave ancestral. Como normalmente são pequenos, códigos e nomes são mais atraentes para uso em URLs visíveis para o usuário final do que a representação de string completa de uma chave.

Parâmetros
  • kind: o tipo de entidade (uma instância str ou unicode)

  • id_or_name: o código (um int ou long) ou um nome (uma instância str ou unicode)

  • parent: Key pai opcional. O padrão é None.

  • namespace: namespace opcional a ser usado. Do contrário, o namespace padrão do namespace_manager é usado.

Retorna

Uma nova instância Key com métodos .kind() e .id() ou .name() que retornam o último tipo e os argumentos posicionais de código ou nome passados.

Gera
  • BadArgumentError para argumentos inválidos.

  • BadKeyError caso a chave-pai esteja incompleta.

has_id_or_name()source

Retorna True caso esta entidade tenha um código ou nome. Do contrário, False.

id()source

Retorna o código dessa entidade, ou None caso não haja um.

id_or_name()source

Retorna o código ou o nome dessa entidade, o que tiver, ou None.

kind()source

Retorna o tipo dessa entidade, como uma string.

name()source

Retorna o nome dessa entidade, ou None caso não haja um.

namespace()source

Retorna o namespace dessa entidade, uma string.

parent()source

Retorna o pai dessa entidade, como uma Key. Caso essa entidade não tenha pai, retorna None.

to_path(_default_id=None, _decode=True, _fail=True)source

Cria o "path" dessa chave como uma lista.

Retorna

Uma lista [kind_1, id_or_name_1, …, kind_n, id_or_name_n] do caminho da chave.

Gera

datastore_errors.BadKeyError caso essa chave não tenha um caminho válido.

google.appengine.api.datastore_types.PackBlob(name, value, pbvalue)source

Empacota uma propriedade Blob em um entity_pb.PropertyValue.

Parâmetros
  • name: o nome da propriedade como uma string.

  • value: uma instância de Blob.

  • pbvalue: o entity_pb.PropertyValue para empacotar esse valor.

google.appengine.api.datastore_types.PackBool(name, value, pbvalue)source

Empacota uma propriedade booleana em um entity_pb.PropertyValue.

Parâmetros
  • name: o nome da propriedade como uma string.

  • value: uma instância booleana.

  • pbvalue: o entity_pb.PropertyValue para empacotar esse valor.

google.appengine.api.datastore_types.PackDatetime(name, value, pbvalue)source

Empacota uma propriedade tipada de data e hora em um entity_pb.PropertyValue.

Parâmetros
  • name: o nome da propriedade como uma string.

  • value: uma instância de datetime.datetime.

  • pbvalue: o entity_pb.PropertyValue para empacotar esse valor.

google.appengine.api.datastore_types.PackFloat(name, value, pbvalue)source

Empacota uma propriedade flutuante em um entity_pb.PropertyValue.

Parâmetros
  • name: o nome da propriedade como uma string.

  • value: uma instância flutuante.

  • pbvalue: o entity_pb.PropertyValue para empacotar esse valor.

google.appengine.api.datastore_types.PackGeoPt(name, value, pbvalue)source

Empacota uma propriedade GeoPt em um entity_pb.PropertyValue.

Parâmetros
  • name: o nome da propriedade como uma string.

  • value: uma instância de GeoPt.

  • pbvalue: o entity_pb.PropertyValue para empacotar esse valor.

google.appengine.api.datastore_types.PackInteger(name, value, pbvalue)source

Empacota uma propriedade de inteiro em um entity_pb.PropertyValue.

Parâmetros
  • name: o nome da propriedade como uma string.

  • value: uma instância de int ou long.

  • pbvalue: o entity_pb.PropertyValue para empacotar esse valor.

google.appengine.api.datastore_types.PackKey(name, value, pbvalue)source

Empacota uma propriedade de referência em um entity_pb.PropertyValue.

Parâmetros
  • name: o nome da propriedade como uma string.

  • value: uma instância de Key.

  • pbvalue: o entity_pb.PropertyValue para empacotar esse valor.

google.appengine.api.datastore_types.PackString(name, value, pbvalue)source

Empacota uma propriedade tipada de string em um entity_pb.PropertyValue.

Parâmetros
  • name: o nome da propriedade como uma string.

  • value: uma instância de valor de string, unicode ou semelhante a string.

  • pbvalue: o entity_pb.PropertyValue para empacotar esse valor.

google.appengine.api.datastore_types.PackUser(name, value, pbvalue)source

Embala uma propriedade User em um entity_pb.PropertyValue.

Parâmetros
  • name: o nome da propriedade como uma string.

  • value: uma instância de users.User.

  • pbvalue: o entity_pb.PropertyValue para empacotar esse valor.

google.appengine.api.datastore_types.PartitionString(value, separator)source
Equivalente a python2.5 str.partition()

TODO: use str.partition() quando o Python 2.5 é adotado.

Parâmetros
  • value: string a ser particionada

  • separator: string separadora

class google.appengine.api.datastore_types.PhoneNumber(phone)source

Bases: unicode

Um número de telefone ou endereço legível.

Nenhuma validação é executada. Os números de telefone podem ter muitos formatos diferentes, como local, interurbano, doméstico, internacional, extensão interna, TTY, VOIP, SMS e redes alternativas como Skype, XFire e Roger Wilco. Todos eles têm os próprios formatos de número e endereço.

Este é o elemento gd:phoneNumber. Na saída XML, o número de telefone é fornecido como o texto do elemento. Consulte: http://code.google.com/apis/gdata/common-elements.html#gdPhoneNumber

Gera BadValueError caso o telefone não seja uma string ou um subtipo.

ToXml()source
class google.appengine.api.datastore_types.PostalAddress(address)source

Bases: unicode

Um endereço de correspondência legível para seres humanos. Novamente, os formatos de endereço de correspondência variam muito, portanto, não é realizada qualquer validação.

Este é o elemento gd:postalAddress. Na saída XML, o endereço é fornecido como o texto do elemento. Consulte: http://code.google.com/apis/gdata/common-elements.html#gdPostalAddress

Gera BadValueError caso o endereço não seja uma string ou um subtipo.

ToXml()source
google.appengine.api.datastore_types.PropertyTypeName(value)source

Retorna o nome do tipo de valor da propriedade indicado, como uma string.

Gera BadValueError caso o valor não seja um tipo de propriedade válido.

Parâmetros

value: qualquer valor de propriedade válido

Retorna

string

google.appengine.api.datastore_types.PropertyValueFromString(type_, value_string, _auth_domain=None)source

Retorna uma instância de um valor de propriedade, dados tipo e valor de string.

O contrário desse método é apenas str() e type() do valor Python.

Ele não aceita deslocamentos não UTC em strings de data e hora formatadas em ISO 8601-formatted. Por exemplo, o sufixo -08:00 em "2002-12-25 00:00:00-08:00". Ele só aceita sufixos -00:00 e +00:00, que são UTC.

Parâmetros
  • type: uma classe Python.

  • value_string: uma representação de string do valor da propriedade.

Retorna

Uma instância de "type".

Gera

ValueError caso type_ seja datetime e value_string tenha um deslocamento de fuso horário.

google.appengine.api.datastore_types.PropertyValueToKeyValue(prop_value)source

Converte um entity_pb.PropertyValue em um valor “key” de hash comparável.

Os valores produzidos por essa função imitam a ordem nativa do armazenamento de dados e identificam de maneira exclusiva o PropertyValue indicado.

Parâmetros

prop_value: o entity_pb.PropertyValue do qual se cria o valor da chave.

Retorna

Uma representação de comparação e hash do valor da propriedade indicado.

class google.appengine.api.datastore_types.Rating(rating)source

Bases: long

Uma classificação de inteiro fornecida pelo usuário para um conteúdo. Normalizada em uma escala de 0 a 100.

Este é o elemento gd:rating. Na saída XML, o endereço é fornecido como o texto do elemento. Consulte: http://code.google.com/apis/gdata/common-elements.html#gdRating

Serializa para a representação de string decimal da classificação. Gera BadValueError caso a classificação não seja um inteiro no intervalo [0, 100].

MAX = 100
MIN = 0
ToXml()source
google.appengine.api.datastore_types.ReferenceToKeyValue(key, id_resolver=None)source

Converte uma chave em um valor “key” de hash comparável.

Parâmetros
  • key: o entity_pb.Reference ou googledatastore.Key de que se cria o valor da chave.

  • id_resolver: um datastore_pbs.IdResolver opcional. Somente necessário para valores googledatastore.Key.

Retorna

Uma representação de comparação e hash da chave indicada que seja compatível com uma derivada de um valor de propriedade da chave.

google.appengine.api.datastore_types.ResolveAppId(app)source

Valide o código do aplicativo, fornecendo um padrão.

Caso o argumento seja None, $APPLICATION_ID é substituído.

Parâmetros

app: o valor do argumento de código do app a ser validado.

Retorna

O valor do app, ou o padrão substituído. Sempre uma string não vazia.

Gera

BadArgumentError caso o valor esteja vazio ou não seja uma string.

google.appengine.api.datastore_types.ResolveNamespace(namespace)source

Valide o namespace do app, fornecendo um padrão.

Caso o argumento seja None, namespace_manager.get_namespace() é substituído.

Parâmetros

namespace: o valor do argumento de namespace a ser validado.

Retorna

O valor do namespace, ou o padrão substituído. A string vazia é usada para denotar o namespace vazio.

Gera

BadArgumentError caso o valor não seja uma string.

google.appengine.api.datastore_types.RestoreFromIndexValue(index_value, data_type)source

Restaura um valor de índice para o tipo de armazenamento de dados correto.

As consultas de projeção retornam valores de propriedade diretamente de um índice de armazenamento de dados. Esses valores são os valores nativos do armazenamento de dados, um de str, bool, long, float, GeoPt, Key ou User. Essa função restaura o valor original quando o tipo original é conhecido.

Essa função retorna o tipo de valor retornado durante a decodificação de uma entidade normal, não necessariamente do tipo data_type. Por exemplo, data_type=int retorna uma instância longa.

Parâmetros
  • index_value: o valor retornado por FromPropertyPb da propriedade projetada.

  • data_type: o tipo do valor originalmente dado a ToPropertyPb

Retorna

O valor da propriedade restaurada.

Gera

datastore_errors.BadValueError caso o valor não possa ser restaurado.

google.appengine.api.datastore_types.SetNamespace(proto, namespace)source

Define o namespace de um buffer de protocolo ou apaga o campo.

Parâmetros
  • proto: o buffer de protocolo a ser atualizado

  • namespace: o novo namespace (None, ou uma string vazia apagará o campo).

class google.appengine.api.datastore_types.Textsource

Bases: unicode

Um tipo de string longa.

Strings de qualquer tamanho podem ser armazenadas no armazenamento de dados usando esse tipo. Ele se comporta de maneira idêntica ao tipo unicode do Python, exceto pelo construtor, que só aceita argumentos str e unicode.

google.appengine.api.datastore_types.ToPropertyPb(name, values)source

Cria entity_pb.PropertyValues específico do tipo.

Determina o tipo e o significado do PropertyValue com base no tipo Python do(s) valor(es) de entrada.

OBSERVAÇÃO: esta função não valida nada.

Parâmetros
  • name: string ou unicode. O nome da propriedade.

  • values: os valores dessa propriedade, um único ou uma lista deles. Todos os valores precisam ser de um tipo compatível. As listas de valores precisam ser todos do mesmo tipo.

Retorna

Uma lista de instâncias de entity_pb.Property.

class google.appengine.api.datastore_types.UtcTzinfosource

Bases: datetime.tzinfo

dst(dt)source
tzname(dt)source
utcoffset(dt)source
google.appengine.api.datastore_types.ValidateInteger(value, name='unused', exception=google.appengine.api.datastore_errors.BadValueError, empty_ok=False, zero_ok=False, negative_ok=False)source

Gera uma exceção caso o valor não seja um inteiro válido.

Um inteiro será válido se não for negativo ou estiver vazio e for um inteiro (int ou long). O tipo de exceção gerado pode ser especificado com o argumento de exceção. Ele assume como padrão BadValueError.

Parâmetros
  • value: valor a ser validado.

  • name: o nome desse valor, usado na mensagem de exceção.

  • exception: o tipo de exceção a ser gerado.

  • empty_ok: permite valor None.

  • zero_ok: permite valor zero.

  • negative_ok: permite valor negativo.

google.appengine.api.datastore_types.ValidateProperty(name, values, read_only=False)source

Função auxiliar para validar valores de propriedade.

Parâmetros
  • name: nome da propriedade.

  • value: valor para a propriedade como um tipo nativo do Python.

  • read_only: obsoleto

Gera
  • BadPropertyError caso o nome da propriedade seja inválido. BadValueError caso a propriedade

  • a propriedade não seja validada corretamente ou o valor seja uma lista vazia. Outros

  • tipos de exceção (como OverflowError) caso o valor da propriedade não atenda a

  • critérios específicos do tipo.

google.appengine.api.datastore_types.ValidatePropertyInteger(name, value)source

Gera uma exceção caso o inteiro fornecido seja inválido.

Parâmetros
  • name: nome da propriedade.

  • value: valor inteiro.

Gera

OverflowError caso o valor não esteja em um int64 assinado.

google.appengine.api.datastore_types.ValidatePropertyKey(name, value)source

Gera uma exceção caso a instância de datastore.Key fornecida seja inválida.

Parâmetros
  • name: nome da propriedade.

  • value: uma instância de datastore.Key.

Gera

datastore_errors.BadValueError caso o valor seja inválido.

google.appengine.api.datastore_types.ValidatePropertyNothing(name, value)source

Função de validação de ambiente autônomo.

Parâmetros
  • name: nome da propriedade.

  • value: não usado.

google.appengine.api.datastore_types.ValidatePropertyString(name, value)source

Valida o tamanho de uma propriedade de string indexada.

Parâmetros
  • name: nome da propriedade.

  • value: valor String.

google.appengine.api.datastore_types.ValidateReadProperty(name, values, read_only=False)source

Função auxiliar para validar valores de propriedade.

Parâmetros
  • name: nome da propriedade.

  • value: valor para a propriedade como um tipo nativo do Python.

  • read_only: obsoleto

Gera
  • BadPropertyError caso o nome da propriedade seja inválido. BadValueError caso a propriedade

  • a propriedade não seja validada corretamente ou o valor seja uma lista vazia. Outros

  • tipos de exceção (como OverflowError) caso o valor da propriedade não atenda a

  • critérios específicos do tipo.

google.appengine.api.datastore_types.ValidateString(value, name='unused', exception=google.appengine.api.datastore_errors.BadValueError, max_len=1500, empty_ok=False)source

Gera uma exceção caso o valor não seja uma string válida ou uma subclasse dela.

Uma string é válida caso não esteja vazia, não mais que _MAX_STRING_LENGTH bytes, e não um Blob. O tipo de exceção pode ser especificado com o argumento de exceção. Ele assume como padrão BadValueError.

Parâmetros
  • value: valor a ser validado.

  • name: o nome desse valor, usado na mensagem de exceção.

  • exception: o tipo de exceção a ser gerado.

  • max_len: o tamanho máximo permitido, em bytes.

  • empty_ok: permite valor vazio.

google.appengine.api.datastore_types.ValidateStringLength(name, value, max_len)source

Gera uma exceção caso a string fornecida seja muito longa.

Parâmetros
  • name: nome da propriedade.

  • value: valor String.

  • max_len: tamanho máximo que a string pode ter.

Gera

OverflowError caso o valor seja maior que o tamanho máximo.

google.appengine.api.datastore_types.typename(obj)source

Retorna o tipo de obj como uma string. Mais descritivo e específico do que o tipo (obj) e seguro para qualquer objeto, diferentemente de __class__.

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Ambiente padrão do App Engine para Python 2