Como migrar tráfego

A migração de tráfego altera o roteamento de solicitações de um serviço do aplicativo ao transferir o tráfego de uma ou mais versões para uma única versão nova.

Para informações sobre como dividir tráfego entre duas ou mais versões do aplicativo, consulte Como dividir tráfego.

Antes de começar

Antes de configurar o tráfego para uma versão, verifique se a conta de usuário inclui os privilégios necessários.

Como migrar tráfego gradualmente

No ambiente padrão, é possível encaminhar solicitações para a versão de destino de forma imediata ou gradual.

Por padrão, as solicitações de aquecimento ficam desativadas e o tráfego é migrado imediatamente para uma versão.

Também é possível ativar solicitações de aquecimento se você quiser que o tráfego migre para uma versão de maneira gradual. Se você migrar o tráfego imediatamente para uma nova versão sem instâncias em execução, ocorrerá um aumento na latência para solicitações de carregamento. A implantação de uma nova versão com o mesmo nome de uma versão existente causa a migração imediata do tráfego. Todas as instâncias da versão antiga serão encerradas imediatamente. Haverá um pico de latência devido às solicitações de carregamento para a nova versão.

Se as solicitações de aquecimento estiverem ativas, é possível migrar o tráfego entre as versões residentes em ambientes diferentes apenas especificando a migração imediata do tráfego.

Como adicionar solicitações de aquecimento ao aplicativo

Quando as solicitações de aquecimento estão ativas, o tráfego é migrado gradualmente, primeiro com o envio de uma solicitação de aquecimento para novas instâncias antes do recebimento das solicitações de usuários. Com as solicitações de aquecimento, ocorre uma melhora no tempo de resposta ao usuário por causa do gerenciamento das solicitações feito pela versão. Mas a migração de tráfego para a nova versão pode levar um curto período de tempo enquanto as novas instâncias são criadas.

Quando as solicitações de aquecimento não estão ativas, as solicitações dos usuários são enviadas para essas novas instâncias antes de serem criadas. Devido ao atraso causado pela criação das novas instâncias e pelo carregamento do código do aplicativo, pode ocorrer latência para essas respostas dos usuários.

Para evitar a latência e ativar as solicitações de aquecimento, inclua o elemento inbound_services no arquivo de configuração antes de implantar o aplicativo no App Engine.

Por exemplo, inclua as seguintes informações no arquivo app.yaml antes de implantá-lo no App Engine:

inbound_services:
- warmup

Para ver todas as informações sobre como ativar solicitações de aquecimento, consulte Como configurar solicitações de aquecimento para melhorar o desempenho.

Como migrar o tráfego para uma nova versão

Console

Para migrar o tráfego no Console do GCP, acesse a página "Versões":

Acessar a página "Versões"

  1. Selecione a versão que você quer que receba 100% do tráfego.
  2. Clique em Migrar tráfego.
  3. Opcional: quando as solicitações de aquecimento estão ativas, o tráfego é migrado gradualmente. Para migrar o tráfego imediatamente, selecione a opção na seção Mostrar opções avançadas.

gcloud

Após a instalação do SDK do Google Cloud, execute o comando gcloud app services set-traffic para migrar todo o tráfego para uma única versão. Por exemplo:

  • Para migrar o tráfego imediatamente:
    gcloud app services set-traffic [MY_SERVICE] --splits [MY_VERSION]=1
  • Para migrar o tráfego gradualmente, inclua a sinalização opcional --migrate:
    gcloud app services set-traffic [MY_SERVICE] --splits [MY_VERSION]=1 --migrate

API

Para migrar o tráfego de maneira programática, use a API Admin. Para saber mais, consulte Como migrar e dividir o tráfego.

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Ambiente padrão do App Engine para Python 2