Notas da versão do Java

Além das notas da versão abaixo, você também pode rastrear problemas conhecidos no rastreador de problemas.

27 de fevereiro de 2018

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.63.

7 de fevereiro de 2018

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.62.
  • Correção de um problema do Cloud SDK em que o processamento de início rápido do Java 8 Servlet 3.1 falhava durante a implantação.

22 de janeiro de 2018

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Inclusão de patch do Java SDK versão 1.9.61. Se você instalou essa versão antes, faça o download e a reinstalação do SDK.

18 de janeiro de 2018

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.61.

10 de janeiro de 2018

  • Disponibilização do App Engine na região northamerica-northeast1 (Montreal, Canadá).

20 de dezembro de 2017

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.60.
  • Inclusão de um aviso de suspensão de uso ao implantar ou executar localmente um aplicativo Java 7.
  • Correção de um bug quando o uso da sinalização appcfg 'use_google_application_default_credentials' não funcionava corretamente nas VMs do Google Compute Engine.
  • Inclusão de uma nova sinalização, denominada enable_new_staging_defaults, no comando appcfg para preparar a futura integração do Cloud SDK, que visa fornecer melhores valores padrão para as sinalizações de implantação de aplicativos Java.
  • Alteração da codificação de caracteres padrão para UTF-8 no servidor de desenvolvimento local quando o tempo de execução é Java 8. Além disso, permissão para a codificação de caracteres ser definida explicitamente com a propriedade do sistema appengine.file.encoding. Essas alterações imitam o que acontece na produção.
  • Correção de problema em que o filtro do servidor de desenvolvimento em execução no Windows falha ao analisar algum URL de servlet.

14 de dezembro de 2017

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.59.
  • Atualização do servidor de desenvolvimento local para definir o parâmetro de configuração url-stream-handler como native por padrão. Essa alteração reflete o comportamento do Java 8 Runtime na produção. Para mais informações sobre url-stream-handler, consulte a referência sobre appengine-web.xml.
  • Correção do erro NoClassDefFoundError que ocorre ao usar o servidor de desenvolvimento local com o Java 8 Runtime e o plug-in Endpoints Framework Gradle.
  • Correção de um bug de servidor de desenvolvimento local para resolver problemas em URLs de servlet contendo o caractere dois-pontos.

31 de outubro de 2017

  • Disponibilização do App Engine na região asia-south1 (Mumbai, Índia).

11 de outubro de 2017

Observações sobre o tempo de execução do Java

25 de setembro de 2017

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Disponibilização geral do Java 8 Runtime.
  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.57.
  • O servidor de desenvolvimento local não aceita mais -Xbootclasspath/p e google_sql.jar no caminho.
  • O Java 8 Runtime não aceita mais JARs JDK9 que contêm module-info.class.
  • O Cloud Endpoints v1 não é mais aceito no Java 8 Runtime.
  • Correção da exceção NoClassDefFoundError no servidor de desenvolvimento local ao usar o Cloud Endpoints v2 no Java 8 Runtime.

18 de setembro de 2017

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Versão 1.3.3 de com.google.cloud.tools:appengine-gradle-plugin.
  • O servidor de desenvolvimento local passa a registrar a saída para dev_appserver.out. (#156)
  • datastore-indexes-auto.xml não é mais removido durante recriações sem limpeza. (#165)
  • Passou a valer a sincronização em vez da cópia na tarefa explodeWar. (#162)

13 de setembro de 2017

11 de setembro de 2017

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.56.

  • Para tempos de execução flexíveis compatíveis com as APIs do ambiente padrão do Google App Engine (tempos de execução compat), esta versão do SDK inclui atualizações à configuração do arquivo appengine-web.xml visando a compatibilidade com subnetwork_name, session_affinity e as verificações de integridade de atividade atualizada e prontidão.

  • Inclusão de compatibilidade com as variáveis de ambiente GAE_RUNTIME (java 7 ou java 8) e GAE_ENV (standard) no Google App Engine SDK.

5 de setembro de 2017

  • Disponibilização do App Engine na região southamerica-east1 (São Paulo, Brasil).

1º de agosto de 2017

  • Disponibilização do App Engine na região europe-west3 (Frankfurt, Alemanha).

18 de julho de 2017

  • Disponibilização do App Engine na região australia-southeast1 (Sydney, Austrália).

28 de junho de 2017

O que há de novo

Limitações conhecidas do Java 8 Runtime

  • O diretório /tmp é gravável. Arquivos em /tmp consumirão a memória alocada para a instância.
  • Sem compatibilidade com Async Servlet 3.1.
  • Sem compatibilidade com WebSocket.
  • Impossibilidade de modificar a configuração do Jetty 9.
  • As App Engine APIs só podem ser chamadas a partir do thread que processa uma solicitação da Web ou de threads criados usando o ThreadManager.
  • É preciso usar WEB-INF/appengine-web.xml para configuração. Não há compatibilidade com app.yaml.
  • A implantação precisa ser feita com os plug-ins Maven, Gradle ou IDE.
  • Se você criar um pool de threads usando, por exemplo ExecutorService pool = Executors.newCachedThreadPool(ThreadManager.currentRequestThreadFactory()), ele precisa ser encerrado explicitamente usando-se pool.shutdown() antes que a solicitação atual seja encerrada.
  • Anteriormente, era possível fazer referência a classes fornecidas (como com.google.appengine.repackaged.org.joda.Instant) inadvertidamente, quando apenas org.joda.Instant era pretendida. O esquema de fornecimento foi alterado de modo que o código que fazia isso deixou de funcionar.
  • As APIs de rede nativas (por exemplo HttpURLConnection) são ativadas para aplicativos faturados, mas retornarão uma exceção (java.net.SocketTimeoutException ou java.io.IOException) quando usadas em aplicativos gratuitos. Aplicativos gratuitos podem acessar *.googleapis.com e accounts.google.com, e também podem ser configurados para usar o serviço URLFetch.
  • As APIs google-cloud-java precisam ser encapsuladas em um executor. Consulte Pub/Sub Publisher hangs unless submitted through an executor (O editor do Pub/Sub trava a menos que seja enviado por meio de um executor).
  • Necessidade de migrar o Cloud Endpoints da v1 para a v2.
  • Sem compatibilidade com Channel API e XMPP API.
  • Sem compatibilidade com appengine-labs-api.jar APIs, resultando em incompatibilidade com Appstats para Java.
  • O padrão do Java 8 Runtime é usar o transporte HTTP(S) nativo do Java, não o transporte de busca de URL, como no caso do Java 7 Runtime. Para mais informações, consulte url-stream-handler.

15 de junho de 2017

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.54.

6 de junho de 2017

9 de maio de 2017

  • Disponibilização do App Engine na região us-east4 (Virgínia do Norte).
  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.53.
  • Correção de um problema do Java SDK onde o uso da biblioteca de tags JSP não funcionaria com um aplicativo Java 8 SpringBoot.

8 de maio de 2017

  • Versão 1.3.1 de com.google.cloud.tools:appengine-(gradle/maven)-plugin.
  • A execução local no servidor de desenvolvimento fará leitura a inclusão de variáveis de ambiente do arquivo de configuração appengine-web.xml.
  • Exponha o parâmetro environment para incluir mais variáveis de ambiente por meio da configuração do maven/gradle.

2 de maio de 2017

  • Versão 1.3.0 de com.google.cloud.tools.appengine-(gradle/maven)-plugin.
  • O servidor de desenvolvimento padrão é Dev App Server v1 (apenas módulos java).
  • Novas tarefas do gradle para implantação de configuração: appengineDeployCron, appengineDeployDispatch, appengineDeployDos, appengineDeployIndex, appengineDeployQueue.
  • Novas metas do maven para implantação de configuração: appengine:deployCron, appengine:deployDispatch, appengine:deployDos, appengine:deployIndex, appengine:deployQueue.
  • Teste de aplicativos flexíveis com o maven/gradle apenas copiam o app.yaml no diretório de criação/destino. Para a implantação de arquivos de configuração, use src/main/appengine.
  • Alteração no padrão de diretório de aplicativos explodido do Gradle de build/exploded-app para build/exploded-<module-name>.

19 de abril de 2017

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.52.
  • Compatibilidade aprimorada com o tempo de execução alfa do ambiente padrão do Java 8.
  • Upgrade para o Jetty 9.3.18 do tempo de execução do ambiente padrão Java 8 alfa.
  • Atualização do processamento do quickstart-web.xml para usar os recursos mais recentes do Jetty visando uma melhor compatibilidade com aplicativos Java 8 SpringBoot.
  • Correção da execução local de vários serviços localizados em diretórios que terminam com o mesmo nome.
  • Correção de erro do SDK ao inicializar um aplicativo SpringBoot.

29 de março de 2017

21 de março de 2017

  • Atualização do com.google.cloud.tools:appengine-gradle-plugin para 1.1.1.
  • Correção do problema 108 com implantações do ambiente flexível em projetos de vários módulos do Gradle que falham.

6 de março de 2017

  • Atualização do com.google.cloud.tools:appengine-maven-plugin para 1.2.1.
  • Correção do problema 144 com parâmetros implantáveis personalizados que adicionava incorretamente um diretório extra.

1º de março de 2017

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.50.

  • Inclusão de compatibilidade com teste de vários serviços no servidor de desenvolvimento local.

  • Interrupção na geração de um arquivo web.xml para aplicativos que usam o Java 7 Runtime e inclusão de um web.xml que especifica o esquema do servlet 3.1.
  • Empacotamento de arquivos de classe do Java nos arquivos .zip, mesmo que o aplicativo não tenha JSPs.

17 de fevereiro de 2017

Atualização do com.google.cloud.tools com os plug-ins maven (1.2.0) e gradle (1.1.0) para o App Engine:

  • Inclusão da sinalização clearDatastore para limpar o armazenamento de dados local após a inicialização.
  • Inclusão de tarefas/metas de contexto de origem.

30 de janeiro de 2017

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.49.

1º de dezembro de 2016

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.48.

3 de novembro de 2016

  • Omissão da versão 1.9.45.

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.46.

27 de outubro de 2016

  • Suspensão de uso dos serviços de Canal e XMPP. Serviços desativados em 31 de outubro de 2017.

17 de outubro de 2016

  • Atualização do Java SDK para a versão 1.9.44.

  • Inclusão de uma nova propriedade BlobInfo, que é definida quando um blob de Blobstore é armazenado em um intervalo do Cloud Storage.

1º de agosto de 2016

Observações sobre a Admin API

  • Disponibilização geral da versão 1 da Admin API.

1º de agosto de 2016 - versão 1.9.42

  • Omissão da versão 1.9.41.

  • A versão 1.9.42 inclui correções gerais de bugs e melhorias.

21 de julho de 2016

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Correção do uso de memória incorretamente relatado no painel do App Engine (os valores sob a instância "Média de memória" e o gráfico "Uso de memória"). Esse problema não afeta o faturamento.

18 de julho de 2016 - versão 1.9.40

  • Omissão da versão 1.9.39.

  • Limitação das solicitações do LeaseTasksByTag em 25 por segundo.

  • Os erros de servidor e de cliente passaram a refletir mais precisamente erros de status por URL no painel do App Engine.

  • Novas instruções guiadas do App Engine no console do GCP. Escolha o idioma preferido e inicie um tutorial interativo diretamente no console.

  • Aumento do limite máximo de tarefas cron para 250.

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Todos os aplicativos Java passam a ser atualizados automaticamente para usar a versão de 64 bits do tempo de execução do Java. Início desse upgrade contínuo: 20 de julho de 2016.

1º de julho de 2016

Cloud Datastore

25 de maio de 2016 - versão 1.9.38

  • O erro retornado pela busca de URL para uma solicitação de uma porta fora dos intervalos permitidos (80-90, 440-450, 1024-65535) passa a retornar sempre INVALID_URL, como documentado.

Cloud Datastore

  • Durante o commit de uma transação de grupo cruzado, os números de versão retornados para entidades novas ou atualizadas são todos iguais. Com o comportamento anterior, as entidades dentro do mesmo grupo confirmado como parte de uma transação de grupo cruzado tinham o mesmo número de versão, mas entidades em grupos diferentes podem ter números de versão diferentes. Essa alteração garante que todas as entidades novas e atualizadas tenham um número de versão idêntico, independentemente do grupo de entidades, quando confirmado como parte de uma transação de grupo cruzado. Assim como acontecia antes, entidades que não estiverem atualizadas não terão um novo número de versão.

4 de maio de 2016 - versão 1.9.37

Inclusão de correções de bugs e melhorias gerais.

2 de maio de 2016

Ambiente flexível do App Engine

18 de abril de 2016 - versão 1.9.36

Em resposta a solicitações, a App Engine Users API se junta ao restante do App Engine ao oferecer compatibilidade com papéis de IAM e expansão de grupo. Isso significa que qualquer usuário que seja proprietário, editor ou leitor de um projeto ou um administrador do App Engine é considerado "administrador" pela Users API, independentemente do usuário ter recebido o papel diretamente ou por assinatura em um grupo. * Essa versão preenche detalhes do erro, quando disponíveis, em mensagens de erro associadas ao tipo de exceção "OverQuota".

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • O Google não aceita mais solicitações de aumento de cota para o serviço de e-mail. Em vez disso, os clientes precisam usar o Sendgrid.

24 de março de 2016 - versão 1.9.35

  • Renomeação de VMs gerenciadas do App Engine para ambiente flexível do App Engine.
  • Correção dos carimbos de data/hora de rastreamento de acordo com carimbos de data/hora de registro.

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Esta versão não inclui um novo Java SDK. Os usuários do Java devem continuar usando o SDK 1.9.34.

16 de março de 2016

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Disponibilização da versão 1.9.34 do Java SDK.

4 de março de 2016 - versão 1.9.34

  • Aumento da cota padrão de busca de URL para aplicativos faturados. Consulte a página "Cotas" para detalhes.

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Esta versão não inclui um novo Java SDK. Os usuários do Java devem continuar usando o SDK 1.9.32.

17 de fevereiro de 2016 - versão 1.9.33

  • O caminho do URL "/form" passou a ser permitido e será encaminhado para aplicativos. Anteriormente, esse caminho estava bloqueado.

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Esta versão não inclui um novo Java SDK. Os usuários do Java devem continuar usando o SDK 1.9.32.

3 de fevereiro de 2016 - versão 1.9.32

  • Opções de estrutura de contêiner para VMs gerenciadas

    Os comandos gcloud preview app deploy (e mvn gcloud:deploy) fazem upload dos artefatos para nossos servidores e criam um contêiner para implantar o app no ambiente de VM gerenciada.

    Há dois mecanismos para criar a imagem de contêiner remotamente. O comportamento padrão é criar o contêiner em uma máquina virtual temporária do Compute Engine que tenha o Docker instalado. Se preferir, você pode usar o serviço Cloud Build, na versão beta nesta data. Para usar o serviço Cloud Build, siga estas etapas:

    1. Ative a Cloud Build API para o projeto.
    2. Use o comando gcloud config set app/use_cloud_build True. Isso fará com que todas as invocações de gcloud preview app deploy usem o serviço. Para retornar ao comportamento padrão, use o comando gcloud config set app/use_cloud_build False.

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Aprimoramento do processamento de exceções para a API de baixo nível do Datastore, Transaction.rollback(). Em vez de uma exceção, ele gera uma mensagem de registro INFO quando ocorre falha de uma operação associada à transação.

14 de janeiro de 2016 - versão 1.9.31

Compatibilidade do App Engine com Grupos do Google. Adicionar um Grupo do Google como membro de um projeto concede aos membros do grupo acesso ao App Engine. Por exemplo, se um Grupo do Google for editor em um projeto, todos os membros do grupo passam a ter acesso de editor ao aplicativo do App Engine.

30 de novembro de 2015 - versão 1.9.30

Agora, os cabeçalhos de solicitações da fila push feitos para tarefas da fila de tarefas sem payload passam a conter uma entrada Content-Length definida como "0". Anteriormente, os cabeçalhos dessas solicitações não tinham entradas Content-Length.

30 de novembro de 2015 - versão 1.9.29

  • Não é mais feito o cálculo e a armazenagem de profundidade de filas inexistentes, filas marcadas para exclusão e no caso de interrupções da tabela de filas.
  • Para desenvolvedores que usem a endpoints API, foi adicionado um parâmetro booleano detectável à anotação @Api para permitir que usuários desativem a descoberta de API. O uso desse recurso impedirá o funcionamento de algumas bibliotecas de cliente (por exemplo, JavaScript) e o API Explorer porque elas dependem da descoberta.

29 de outubro de 2015 - versão 1.9.28

A Prospective Search API, que se tornou obsoleta em 14 de julho de 2015, ficou restrita aos usuários existentes. Encerramento total: 1º de dezembro de 2015. * Aprimoramento da precisão da filtragem geográfica em consultas de pesquisa.

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • Desativação da Files API no Java DevAppServer.

25 de setembro de 2015 - versão 1.9.27

Os aplicativos recém-ativados para faturamento passaram a adotar como padrão um orçamento diário ilimitado, e não mais um orçamento diário máximo de US$ 0. Isso evita interrupções indesejadas causadas por falta de orçamento. Para definir um teto no custo diário do aplicativo, depois de ativar o faturamento, defina um orçamento nas configurações do App Engine. Para mais informações, consulte Como configurar um orçamento diário.

Datastore

  • Correção de bug: os atributos numéricos repetidas passam a ser permitidos.
  • A pesquisa com atributos passa a ser GA.

27 de agosto de 2015 - versão 1.9.26

  • Upgrade da biblioteca oauth2client para a versão 1.4.2
  • Adição do menu "mostrar no contexto" a registros do aplicativo MVM que tenham thread_id ou request_id como um campo na entrada de registro. Isso permite classificar registros de app com base em um dos campos.
  • Capacidade de provisionar aplicativos para carga atual e configurar provisionamento elástico com base em métricas de nível de VM e de aplicativo.
  • Possibilidade de acessar a API remota usando credenciais OAuth2 com https://developers.google.com/identity/protocols/application-default-credentials
  • Use RequestPayloadTooLargeException para solicitações URLFetch com payloads muito grandes.

Observações sobre o tempo de execução do Java

  • A URLFetch API do Java ganha uma propriedade para especificar o prazo de busca padrão. appengine.api.urlfetch.defaultDeadline é um número de ponto flutuante em segundos que pode ser usado para especificar um tempo limite padrão de URLFetch para Java em appengine-web.xml.

14 de agosto de 2015 - versão 1.9.25

  • Adição de PyAMF versão 0.7.2 (beta).
  • Os menus do Admin Console começam a redirecionar para o console do GCP. Serviços selecionados, como o Admin Logs, continuarão disponíveis no Admin Console.
  • O Datastore passa a permitir que as propriedades representem a lista vazia.
  • As tarefas com falha em filas configuradas com "retry_limit" igual a zero deixarão de ser repetidas.
Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Ambiente padrão do App Engine para Java