RawGcsService (App Engine Client para Google Cloud Storage 0.6 API)

com.google.appengine.tools.cloudstorage

Interface RawGcsService



  • public interface RawGcsService
    Interface de baixo nível ("raw") para o Google Cloud Storage. Essa interface não precisa ser usada ou vista pelos usuários do Google Cloud Storage. Em vez disso, a GcsService API de nível superior precisa ser usada.

    Os métodos geram IOException para erros de conexão e outros, que podem ter novas tentativas, e outras exceções para solicitações incorretas e erros similares que não podem ter novas tentativas.

    As classes de implementação manipulam a autenticação por meio de mecanismos não expostos nesta interface.

    • Detalhes do método

      • getMaxWriteSizeByte

        int getMaxWriteSizeByte()
        Retorna o número máximo de bytes permitido pelas operações putObject/finishObject. O valor sempre precisa ser igual ou maior do que getChunkSizeBytes().
      • continueObjectCreationAsync

        Future<RawGcsService.RawGcsCreationToken> continueObjectCreationAsync(RawGcsService.RawGcsCreationToken token,
                                                                              ByteBuffer chunk,
                                                                              long timeoutMillis)
        Lê todos os bytes restantes de chunk e grava-os no objeto e no deslocamento especificados por token de maneira assíncrona.

        Retorna um futuro para um novo token a ser usado para continuar gravando no objeto. Não muda o token.

        O número de bytes restantes no chunk precisa ser um múltiplo diferente de zero do getChunkSizeBytes() e pode estar sujeito a um limite máximo que depende da implementação.

        O código de chamada é responsável por garantir que a sequência de bytes gravada no objeto permaneça idêntica nas tentativas. Isso ocorre porque a gravação pode ter sido bem-sucedida no back-end mesmo que uma exceção tenha sido gerada por este método. Além disso, a gravação de dados diferentes em uma tentativa deixa o objeto em mau estado.

      • finishObjectCreation

        void finishObjectCreation(RawGcsService.RawGcsCreationToken token,
                                  ByteBuffer chunk,
                                  long timeoutMillis)
                           throws IOException
        Lê todos os bytes restantes de chunk e grava-os no objeto e no deslocamento especificados por token como sendo os bytes finais do objeto. O objeto se tornará legível, e outras gravações serão rejeitadas.

        O número de bytes restantes no chunk pode estar sujeito a um limite máximo que depende da implementação.

        Se ocorrer um erro, os bytes do chunk não serão consumidos. É possível tentar uma nova gravação por meio de outra chamada com o mesmo token. Pode haver nova tentativa de uma sequência completa de gravações com um token anterior. Isso é útil se o código de chamada falhar e reverter para um estado anterior. Em ambos os casos, o código de chamada é responsável por garantir que a sequência de bytes gravada no objeto permaneça idêntica nas tentativas. Isso ocorre porque a gravação pode ter sido bem-sucedida no back-end, mesmo que uma exceção tenha sido gerada por este método. Além disso, a gravação de dados diferentes em uma tentativa deixa o objeto em mau estado.

        Emite:
        IOException
      • readObjectAsync

        Future<GcsFileMetadata> readObjectAsync(ByteBuffer dst,
                                                GcsFilename filename,
                                                long offset,
                                                long timeoutMillis)
        Emite uma solicitação ao servidor para recuperar dados e preencher o buffer fornecido. O valor de offset pode não ser negativo.
      • deleteObject

        boolean deleteObject(GcsFilename filename,
                             long timeoutMillis)
                      throws IOException
        Retorna verdadeiro se excluído e falso se não for encontrado.
        Emite:
        IOException

Copyright © 2016 Google. Todos os direitos reservados.

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Ambiente padrão do App Engine para Java