Notas da versão do Go

Nesta página, detalhamos a nota da versão do ambiente flexível. Veja também as notas da versão do App Engine e as notas da versão do Cloud SDK para alterações em serviços e ferramentas.

Além das notas da versão abaixo, você também pode rastrear problemas conhecidos no rastreador de problemas.

28 de março de 2018

Observações do tempo de execução do Go

  • O tempo de execução do Go já assume como padrão a versão mais recente do Go, versão 1.10, em implantações que especificam runtime: go no arquivo de configuração app.yaml.
  • O suporte ainda está disponível para os tempos de execução do Go 1.9 e 1.8 existentes.
  • O Go 1.10 agiliza as versões e inclui alterações menores feitas em toda a biblioteca padrão. As alterações feitas nos pacotes bytes e net/url exigem algumas alterações no código. Para detalhes, consulte a página de versão do Go 1.10.
  • Você pode enviar feedback ao Grupo do Google google-appengine-go.

14 de fevereiro de 2018

O canal da versão já está com disponibilidade geral (GA, na sigla em inglês):

  • É possível criar o aplicativo com uma versão do tempo de execução específica do Go. A especificação de runtime: go no arquivo app.yaml usa a versão compatível mais recente do tempo de execução, que atualmente é o Go 1.9.
  • Produz uma imagem de aplicativo com gcr.io/distroless/base como a imagem base.

A imagem base distroless contém um sistema mínimo baseado em glibc do Linux. A imagem do aplicativo não usa a distribuição do Debian Linux, reduzindo o tamanho da imagem em aproximadamente 390 MB.

Envie feedback ao Grupo do Go do Google App Engine.

10 de janeiro de 2018

  • Disponibilização do App Engine na região northamerica-northeast1 (Montreal, Canadá).

14 de dezembro de 2017

31 de outubro de 2017

  • Disponibilização do App Engine na região asia-south1 (Mumbai, Índia).

11 de outubro de 2017

2 de outubro de 2017

  • Para o ambiente flexível do App Engine, todas as respostas passam a ser compactadas com gzip, por padrão, depois que você reimplanta o app. Nenhuma alteração é necessária no arquivo app.yaml.

27 de setembro de 2017

O canal da versão Beta foi atualizado:

  • Os desenvolvedores já podem criar os aplicativos com uma versão do tempo de execução específica do Go. Para o canal de compilação Beta, a especificação de runtime: go no arquivo app.yaml usará a versão do tempo de execução compatível mais recente, que atualmente é o Go 1.9.
  • Produz uma imagem de aplicativo com gcr.io/distroless/base como a imagem base. Isso só afeta novas implantações, implantadas com o comando gcloud beta app deploy.

A imagem base distroless contém um sistema mínimo baseado em glibc do Linux. A imagem do aplicativo não conterá mais os utilitários Go SDK ou Debian, reduzindo o tamanho da imagem em aproximadamente 390 MB. Se os aplicativos dependerem deles no tempo de execução, informe-nos em google-appengine-go.

Para testar o novo canal de da versão Beta, verifique se você está executando o gcloud 173.0.0 ou posterior e invoque gcloud beta app deploy. Também é possível especificar uma versão do Go compatível no arquivo app.yaml. Você pode usar o canal de compilação existente executando gcloud app deploy.

26 de setembro de 2017

  • Para o ambiente flexível do App Engine, os incrementos de faturamento de instâncias são reduzidos de incrementos por minuto para incrementos por segundo. Além disso, o custo mínimo de uso dos recursos de instância é reduzido de dez minutos para um minuto.

18 de setembro de 2017

13 de setembro de 2017

5 de setembro de 2017

  • Disponibilização do App Engine na região southamerica-east1 (São Paulo, Brasil).

23 de agosto de 2017

1 de agosto de 2017

  • Disponibilização do App Engine na região europe-west3 (Frankfurt, Alemanha).

18 de julho de 2017

  • Disponibilização do App Engine na região australia-southeast1 (Sydney, Austrália).

12 de julho de 2017

  • Possibilidade de usar verificações de integridade atualizadas, o que permite usar verificações separadas para confirmar que a instância está em execução e pronta para veicular conteúdo. É preciso ativar as verificações de integridade atualizadas, na versão beta nesta data. Para mais informações, consulte Verificações de integridade.
  • O uso de verificações de integridade atualizadas provoca falha nas implantações caso o aplicativo não alcance estado pronto.

6 de junho de 2017

9 de maio de 2017

  • Disponibilização do App Engine na região us-east4 (Virgínia do Norte).

11 de abril de 2017

  • Inclusão de informações sobre o upgrade da App Engine Task Queue API nos tempos de execução compat para usar o Cloud Tasks (alfa) no ambiente flexível e inclusão de informações para verificar solicitações da Task Queue API.

28 de março de 2017

  • O ambiente flexível já está disponível na região europe-west.

9 de março de 2017

  • Oferecimento do ambiente flexível do App Engine em disponibilidade geral (GA). Possibilidade de executar aplicativos Node.js, Ruby, Python, Java e Go com um SLA de 99,95%.
  • Oferecimento da versão beta do tempo de execução do PHP 7 para o ambiente flexível do App Engine.
  • Oferecimento da versão beta do tempo de execução do .NET Core para o ambiente flexível do App Engine.

6 de dezembro de 2016

  • Novos aplicativos que não foram implantados no ambiente flexível precisam especificar env: true no arquivo app.yaml vez de vm:true. Os aplicativos que foram implantados anteriormente podem continuar usando vm:true, mas precisarão mudar para env:true no futuro. Para mais detalhes, consulte o guia de upgrade.

15 de novembro de 2016

Oferecimento de uma nova versão do ambiente flexível do App Engine. Para escolher esse ambiente, use env:flex vez de vm:true no arquivo de configuração app.yaml. Você pode saber mais sobre os detalhes desta versão acessando o guia de upgrade.

Esta versão inclui alguns dos principais recursos novos:

  • compatibilidade com implantação em várias regiões
  • uma pilha de rede moderna com maior capacidade
  • tipos de máquina personalizados
  • disponibilidade da região Asia-Northeast1

Esta versão também marca a suspensão do uso de alguns recursos:

  • tempo de execução python-compat
  • tempo de execução python27
  • tempo de execução java-compat
  • tempo de execução jetty9-compat
  • O pacote do App Engine para Go deixou de funcionar no ambiente flexível do App Engine. Em vez dele, use o pacote cloud.google.com/go/....

Há também algumas alterações importantes:

  • alterações dos cabeçalhos HTTP
  • alterações das variáveis de ambiente
  • várias alterações do esquema app.yaml

Para detalhes e uma lista completa de alterações, acesse o guia de upgrade.

2 de maio de 2016

24 de março de 2016

3 de fevereiro de 2016

  • Opções de estrutura de contêiner para VMs gerenciadas

    Os comandos gcloud preview app deploy (e mvn gcloud:deploy) fazem o upload dos artefatos para nossos servidores e criam um contêiner para implantar o app no ambiente de VM gerenciada.

    Há dois mecanismos para criar a imagem de contêiner remotamente. O comportamento padrão é criar o contêiner em uma máquina virtual temporária do Compute Engine que tenha o Docker instalado. Se preferir, você pode usar o serviço Cloud Build, na versão beta nesta data. Para usar o serviço Cloud Build, siga estas etapas:

    1. Ative a Cloud Build API para o projeto.
    2. Use o comando gcloud config set app/use_cloud_build True. Isso fará com que todas as invocações de gcloud preview app deploy usem o serviço. Para retornar ao comportamento padrão, use o comando gcloud config set app/use_cloud_build False.
Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Ambiente flexível do App Engine para Go