Migrar tráfego

A migração de tráfego altera o roteamento de solicitações de um serviço do aplicativo ao transferir o tráfego de uma ou mais versões para uma única versão nova.

O tráfego é migrado imediatamente de uma versão para outra no ambiente flexível. Ao contrário das versões no ambiente padrão, a migração de tráfego gradual não é aceita no ambiente flexível.

Se você migrar imediatamente o tráfego para uma nova versão sem nenhuma instância em execução, seu aplicativo terá um aumento na latência durante a criação das instâncias. Para evitar um aumento na latência, use a API Google App Engine Admin para provisionar instâncias suficientes da nova versão do aplicativo, antes de migrar o tráfego para ela.

Defina o minTotalInstances da nova versão com o número necessário para lidar com o tráfego esperado. Após a migração, redefina esse campo para que o escalonamento automático ocorra se o tráfego cair.

É possível dividir o tráfego entre as versões do seu aplicativo, aumentando a quantidade de tráfego que uma versão recebe em etapas.

Para informações sobre como dividir tráfego entre duas ou mais versões do aplicativo, consulte Como dividir o tráfego.

Antes de começar

Antes de configurar o tráfego para uma versão, verifique se a conta de usuário inclui os privilégios necessários.

Como migrar tráfego para uma nova versão

Console

Para migrar o tráfego no Console do Cloud, acesse a página "Versões":

Acessar a página Versões

  1. Selecione a versão que você quer que receba 100% do tráfego.
  2. Clique em Migrar tráfego.

gcloud

Após instalar o SDK do Google Cloud, execute o comando gcloud app services set-traffic para migrar 100% do tráfego para uma única versão. Exemplo:

  • Para migrar o tráfego imediatamente:
    gcloud app services set-traffic [MY_SERVICE] --splits [MY_VERSION]=1

API

Para migrar o tráfego de maneira programática, use a API Admin. Para saber mais, consulte Como migrar e dividir o tráfego.