Etapa 4: configurar o cluster do usuário

Especificar modificações de configuração

O instalador híbrido da Apigee usa padrões para muitas configurações. No entanto, existem algumas configurações sem padrões. É preciso fornecer valores para essas configurações, conforme explicado a seguir.

  1. Verifique se você está no diretório hybrid-base-directory/hybrid-files/overrides/.
    cd hybrid-base-directory/hybrid-files/overrides
  2. Crie um novo arquivo chamado overrides.yaml em seu editor de texto favorito. Por exemplo:
    vi overrides.yaml

    O overrides.yaml fornece a configuração para sua instalação híbrida exclusiva da Apigee. O arquivo de modificações nesta etapa fornece uma configuração básica para uma instalação de tempo de execução híbrido de pouco espaço, adequada para sua primeira instalação.

  3. Em overrides.yaml, adicione os valores de propriedade obrigatórios, mostrados abaixo. Veja abaixo uma descrição detalhada de cada propriedade:

    Sintaxe

    Verifique se o arquivo overrides.yaml tem a seguinte estrutura e sintaxe: Os valores em red, bold italics são valores de propriedade que você precisa fornecer. Eles estão descritos na tabela abaixo.

    
    gcp:
      region: analytics-region # Choose the closest Google Cloud region to your cluster.
      projectID: gcp-project-id
    
    k8sCluster:
      name: cluster-name
      region: analytics-region # Choose the closest Google Cloud region to your cluster.
    
    org: org-name
    
    instanceID: "unique-instance-identifier"
    
    virtualhosts:
      - name: environment-group-name
        sslCertPath: ./certs/cert-name.pem
        sslKeyPath: ./certs/key-name.key
    
    envs:
      - name: environment-name
        serviceAccountPaths:
          synchronizer: ./service-accounts/synchronizer-service-account-name.json
          udca: ./service-accounts/udca-service-account-name.json
    
    mart:
      serviceAccountPath: ./service-accounts/mart-service-account-name.json
    
    connectAgent:
      serviceAccountPath: ./service-accounts/mart-service-account-name.json
      # Same account used for mart and connectAgent
    
    metrics:
      serviceAccountPath: ./service-accounts/metrics-service-account-name.json
    
    watcher:
      serviceAccountPath: ./service-accounts/watcher-service-account-name.json
    
    logger:
      enabled: true
      serviceAccountPath: ./service-accounts/logger-service-account-name.json
    

    Exemplo

    No exemplo a seguir, mostramos um arquivo de modificações concluído com valores de propriedade de exemplo adicionados:

    gcp:
      region: us-central1
      projectID: hybrid-example
    
    k8sCluster:
      name: apigee-hybrid
      region: us-central1
    
    org: hybrid-example
    
    instanceID: "my_hybrid_example"
    
    virtualhosts:
      - name: example-env-group
        sslCertPath: ./certs/keystore.pem
        sslKeyPath: ./certs/keystore.key
    
    envs:
      - name: test
        serviceAccountPaths:
          synchronizer: ./service-accounts/hybrid-project-apigee-synchronizer.json
          udca: ./service-accounts/hybrid-project-apigee-udca.json
    
    mart:
      serviceAccountPath: ./service-accounts/hybrid-project-apigee-mart.json
    
    connectAgent:
      serviceAccountPath: ./service-accounts/example-hybrid-apigee-mart.json
    
    metrics:
      serviceAccountPath: ./service-accounts/hybrid-project-apigee-metrics.json
    
    watcher:
      serviceAccountPath: ./service-accounts/hybrid-project-apigee-watcher.json
    
    logger:
      enabled: true
      serviceAccountPath: ./service-accounts/logger-service-account-name.json
    
    
  4. Quando terminar, salve o arquivo.

A tabela a seguir descreve cada um dos valores de propriedade que você precisa fornecer no arquivo de modificações. Para mais informações, consulte Referência da propriedade de configuração.

Variável Descrição
analytics-region Defina esse valor para a mesma região em que o cluster está em execução. Este é o valor atribuído à variável de ambiente ANALYTICS_REGION anteriormente durante a criação do cluster Oapigee-logger e oapigee-metrics envia os dados para esta região.
gcp-project-id Identifica o projeto do Google Cloud em que apigee-logger e apigee-metrics enviam os dados. Esse é o valor atribuído à variável de ambiente PROJECT_ID.
cluster-name O nome do cluster do Kubernetes. Esse é o valor atribuído à variável de ambiente CLUSTER_NAME.
org-name É o ID da sua organização da Apigee híbrida. Esse é o valor atribuído à variável de ambiente ORG_NAME.
unique-instance-identifier Uma string exclusiva para identificar a instância. Pode ser qualquer combinação de letras e números, com até 63 caracteres.
environment-group-name Nome do grupo a que os ambientes são atribuídos. Este é o grupo que você criou em Configuração do projeto e da organização - Etapa 6: criar um grupo de ambiente. Esse é o valor atribuído à variável de ambiente ENV_GROUP.
cert-name
key-name
Digite o nome da chave TLS autoassinada e dos arquivos de certificado gerados anteriormente na Etapa 3: instalar o Apigeectl. Esses arquivos precisam estar localizados no diretório base_directory/hybrid-files/certs. Exemplo:

sslCertPath: ./certs/keystore.pem
sslKeyPath: ./certs/keystore.key
environment-name Use o mesmo nome usado para criar um ambiente na IU, conforme explicado em Configuração de projeto e organização - Etapa 6: criar um grupo de ambiente.
synchronizer-service-account-name O nome do arquivo da chave da conta de serviço synchronizer que você gerou com a ferramenta create-service-account Exemplo:

serviceAccountPath:
  synchronizer: ./service-accounts/hybrid-project-apigee-synchronizer.json
udca-service-account-name O nome do arquivo da chave da conta de serviço udca que você gerou com a ferramenta create-service-account. Exemplo:

serviceAccountPath:
  udca: ./service-accounts/hybrid-project-apigee-udca.json
mart-service-account-name O nome do arquivo JSON da chave da conta de serviço mart que você gerou com a ferramenta create-service-account.
metrics-service-account-name O nome do arquivo JSON da conta de serviço de métricas gerado com a ferramenta create-service-account. Exemplo:

metrics:
  serviceAccountPath: ./service-accounts/hybrid-project-apigee-metrics.json
mart-service-account-name O nome da conta de serviço mart (que tem o papel do Agente do Apigee Connect atribuído a ele) criado por você Etapa 3: instalar o apigeectl. O Mart e o agente do Apigee Connect usam a mesma conta de serviço.
watcher-service-account-name O nome do arquivo JSON da conta de serviço watcher que você gerou com a ferramenta create-service-account. Exemplo:

watcher:
  serviceAccountPath: ./service-accounts/hybrid-project-apigee-watcher.json

Resumo

O arquivo de configuração informa ao Kubernetes como implantar os componentes híbridos em um cluster. Em seguida, você aplicará essa configuração ao cluster.

Próxima etapa

1 2 3 4 (A SEGUIR) Etapa 5: instalar o ambiente de execução híbrido