Rede do vSphere

Nesta página, explicamos os requisitos de rede para uma instalação inicial do GKE On-Prem.

Na instalação inicial do GKE On-Prem, crie estas máquinas virtuais (VMs, na sigla em inglês):

  • Uma VM para uma estação de trabalho do administrador
  • Quatro VMs para um cluster de administrador
  • Três VMs para um cluster de usuário

No ambiente do vSphere, você precisa ter uma rede compatível com a criação dessas oito VMs. A rede também precisa ser compatível com um servidor vCenter e um balanceador de carga F5 BIG-IP.

A rede precisa oferecer suporte de tráfego de saída para a Internet, de modo que sua estação de trabalho de administrador e seus nós de cluster possam buscar componentes do GKE On-Prem e chamar determinados serviços do Google.

Se você quer que clientes externos chamem serviços nos clusters do GKE On-Prem, sua rede precisa ser compatível com o tráfego de entrada da Internet.

O diagrama a seguir mostra uma possível topologia de rede:

Diagrama de topologia de rede
Topologia de rede (clique para ampliar)

O diagrama anterior tem os seguintes recursos:

  • A estação de trabalho do administrador está em uma rede privada.
  • O servidor vCenter está em uma rede pública.
  • Os nós do cluster estão em uma rede privada.
  • O balanceador de carga F5 BIG-IP está em três redes privadas.
  • O balanceador de carga F5 BIG-IP é configurado com IPs virtuais (VIPs) que têm endereços privados. Os clientes externos precisam usar endereços IP públicos configurados no dispositivo de conversão de endereços de rede (NAT, na sigla em inglês). O dispositivo NAT usa o NAT estático para converter os endereços públicos para os VIPs internos configurados no balanceador de carga.

Network Time Protocol

Todas as VMs que fazem parte da infraestrutura do GKE On-Prem precisam usar o mesmo servidor Network Time Protocol (NTP).