Crie uma nova instância de notebook

Uma instância do Notebooks do AI Platform (JupyterLab) é uma instância de máquina virtual de aprendizado profundo com as mais recentes bibliotecas de machine learning e ciência de dados pré-instaladas, além da opção de incluir GPUs Nvidia para aceleração de hardware.

Antes de começar

Siga as etapas em Antes de começar para criar um projeto do Google Cloud e ativar a API Networks do AI Platform.

Criar uma instância do AI Platform Notebooks com propriedades padrão

Para criar uma instância do AI Platform Notebooks com propriedades padrão, execute as etapas a seguir. Para especificar as propriedades da instância, consulte Criar uma instância do AI Platform Notebooks com propriedades específicas.
  1. Acesse a página AI Platform Notebooks no Console do Google Cloud.

    Acessar a página "Notebooks do AI Platform"

  2. Clique em Nova instância, selecione um tipo de instância e, então, decida se quer incluir uma GPU.

  3. Se você optar por incluir uma GPU, será necessário selecionar a opção Instalar o driver da GPU NVIDIA automaticamente para mim. É possível ajustar o número de GPUs posteriormente, se necessário. Para informações sobre como ajustar o número de GPUs, consulte Gerenciar aceleradores de hardware para um notebook.

  4. Clique em Criar.

  5. O AI Platform Notebooks cria uma nova instância com base no framework selecionado. Um link Abrir JupyterLab ficará ativo quando estiver pronto para ser usado.

Criar uma instância do AI Platform Notebooks com propriedades específicas

Se você preferir criar uma instância com propriedades diferentes das fornecidas pelos tipos de instância padrão, crie uma nova instância e especifique as propriedades preferidas.

Para criar uma instância do AI Platform Notebooks e especificar as propriedades dela, siga estas etapas:

  1. Acesse a página AI Platform Notebooks no Console do Google Cloud.

    Acessar a página "Notebooks do AI Platform"

  2. Clique em Nova instância e, em seguida, selecione Personalizar instância.

    Criar nova instância do AI Platform Notebooks com opções

  3. Na página Nova instância de notebook, forneça as seguintes informações para a nova instância:

    • Nome da instância: forneça um nome para a nova instância.
    • Região: selecione uma região para a nova instância. Selecione a região mais próxima de você para ter o melhor desempenho de rede.
    • Zona: selecione uma zona na região escolhida.
    • Ambiente: selecione o ambiente e o sistema operacional que você quer usar.
    • Tipo de máquina: selecione o número de CPUs e a quantidade de RAM para a nova instância. Os notebooks do AI Platform fornecem estimativas de custo mensais para cada tipo de máquina selecionada.
    • GPUs: selecione o Tipo de GPU e o Número de GPUs para a nova instância. Para informações sobre as diferentes GPUs, consulte GPUs no Compute Engine.

      Selecione a opção para Instalar o driver da GPU NVIDIA automaticamente para mim.

      É possível modificar o tipo e o número de GPUs da instância após a criação. Veja mais informações em Gerenciar aceleradores de hardware em um notebook.

  4. Se você quiser alterar as configurações padrão do disco de inicialização, expanda a seção Discos e, em seguida, selecione o Tipo de disco de inicialização e o Tamanho de disco de inicialização em GB que você quer. Consulte Opções de armazenamento para saber mais sobre os tipos de disco.

  5. Se você quiser alterar as configurações de criptografia para usar chaves de criptografia gerenciadas pelo cliente (CMEK, na sigla em inglês), consulte Como usar chaves de criptografia gerenciadas pelo cliente (CMEK, na sigla em inglês).

  6. Se você quiser alterar as configurações de rede, como selecionar uma Nuvem privada virtual, desativar o acesso ao proxy ou desativar o endereço IP externo, siga estas etapas:

    1. Expanda a seção Rede.

    2. Selecione Redes neste projeto ou Redes compartilhadas comigo.

    3. No menu Rede, selecione a rede que você quer. É possível selecionar uma rede VPC, desde que ela tenha o Acesso privado do Google ativado ou tenha acesso à Internet. Para mais informações, consulte Opções de configuração de rede.

    4. No menu Sub-rede, selecione a sub-rede que você quer.

    5. Se você quiser desativar o endereço IP externo, defina o menu IP externo como Nenhum.

    6. Se você quiser desativar o acesso ao proxy, desmarque a caixa de seleção ao lado de Permitir acesso ao proxy quando estiver disponível.

  7. Se você quiser conceder acesso a todos os usuários com acesso a uma conta de serviço específica do Compute Engine ou a um usuário específico, expanda a seção Permissão e conclua uma das seguintes etapas:

    • Para conceder acesso a uma conta de serviço específica, clique no menu Acesso ao JupyterLab e selecione Outra conta de serviço. Em seguida, preencha o campo da Conta de serviço. Saiba mais sobre contas de serviço.

    • Para conceder acesso a um único usuário, clique no menu Acesso ao JupyterLab e selecione Somente usuário único. Em seguida, preencha o campo E-mail do usuário.

  8. Clique em Criar.

  9. O AI Platform Notebooks cria uma nova instância com base nas propriedades especificadas. Um link Abrir JupyterLab ficará ativo quando estiver pronto para ser usado.

Criar uma instância do AI Platform Notebooks a partir da linha de comando

Também é possível criar uma instância do AI Platform Notebooks a partir da linha de comando com o comando gcloud beta notebooks.

  1. Do Cloud Shell ou de qualquer terminal em que o SDK do Cloud esteja instalado, primeiro defina algumas variáveis de ambiente para a nova instância. Substitua o seguinte por detalhes da instância que você pretende criar. Consulte a lista de imagens disponíveis do AI Platform Notebooks.

    export INSTANCE_NAME="example-instance"
    export VM_IMAGE_PROJECT="deeplearning-platform-release"
    export VM_IMAGE_FAMILY="tf2-2-3-cpu"
    export MACHINE_TYPE="n1-standard-4"
    export LOCATION="us-central1-b"
    
  2. Para criar a instância, execute:

    gcloud notebooks instances create $INSTANCE_NAME \
      --vm-image-project=$VM_IMAGE_PROJECT \
      --vm-image-family=$VM_IMAGE_FAMILY \
      --machine-type=$MACHINE_TYPE --location=$LOCATION
    
  3. Acesse sua instância no console do AI Platform Notebooks.

Veja todos os comandos disponíveis para criar uma instância a partir da linha de comando consultando gcloud docs.

Por padrão, a instância é criada com um endereço IP externo. Se você criar uma instância sem um endereço IP externo, será necessário especificar uma sub-rede com o Acesso privado do Google ativado. Para mais informações, consulte Opções de configuração de rede.

Determinar quem tem acesso à instância do JupyterLab

A menos que você tenha concedido acesso a uma conta de serviço específica ou a um único usuário, qualquer pessoa que tiver permissões de editor no projeto do Google Cloud conseguirá acessar o notebook.

Se você concedeu acesso a uma conta de serviço específica, qualquer pessoa que tenha acesso a essa conta de serviço conseguirá acessar a instância do JupyterLab. Você não terá acesso à instância do JupyterLab a menos que também tenha acesso à conta de serviço especificada.

Se você concedeu acesso a um único usuário, esse usuário é o único que tem acesso à instância do JupyterLab Observe que você mesmo não terá acesso.

Abrir o notebook

Conclua estas etapas para abrir uma instância do notebook:
  1. Na página AI Platform Notebooks no Console do Google Cloud, clique em Abrir JupyterLab para abrir o notebook.

  2. O AI Platform Notebooks abrirá o notebook.

Tags de rede

Se você acessar a caixa de diálogo VM instance details no console, perceberá que a instância do Jupyterlab tem tags de rede deeplearning-vm e notebook-instance atribuídas automaticamente.

Isso permite que você gerencie o acesso à rede para e de suas instâncias referenciando essas tags nas regras de firewall da sua rede VPC.

Opções de configuração de rede

Uma instância do AI Platform Notebooks precisa acessar endpoints de serviço que estão fora da sua rede VPC.

Você pode fornecer esse acesso de uma das seguintes maneiras:

Se você usa o VIP private.googleapis.com ou restricted.googleapis.com para fornecer acesso aos endpoints do serviço, adicione entradas DNS para cada um dos endpoints de serviço necessários.

  • notebooks.googleapis.com
  • *.notebooks.cloud.google.com
  • *.notebooks.googleusercontent.com

Solução de problemas

No caso de problemas ao criar um notebook, consulte a Solução de problemas de notebooks para receber ajuda com problemas comuns.